Cinco quadrinhos brasileiros para você ler durante a pandemia
Menu & Busca
Cinco quadrinhos brasileiros para você ler durante a pandemia

Cinco quadrinhos brasileiros para você ler durante a pandemia

Home > Entretenimento > Geek > Cinco quadrinhos brasileiros para você ler durante a pandemia

A pandemia está sendo um momento complicado para todos, inclusive para os quadrinistas brasileiros, devido à diminuição (ou fechamento) de livrarias no País. Então, que tal aliar diversão e aprendizado e, ao mesmo tempo, apoiar nossos autores? Confira cinco dicas valiosas, em diferentes estilos de quadrinhos.

Quadrinhos brasileiros para você ler durante a pandemia

Angola Janga – Uma história de Palmares

Publicado pela Editora Veneta, este quadrinho de Marcelo D’Salete retrata a história de Angola Janga, uma comunidade criada pelos mocambos que fugiam da escravidão, no final do Século 16, em Pernambuco. Extremamente organizada, virou símbolo de resistência contra ataques coloniais, e também da liberdade para escravos. Nesse momento, surgiu seu maior líder, Zumbi, inspiração para criação do Dia da Consciência Negra.

A obra já faturou diversos prêmios, como o Troféu HQ Mix e, principalmente, o Jabuti, na categoria História em Quadrinhos. Além disso, ganhou espaço mundo afora e já foi publicada nos Estados Unidos, França, Áustria, Alemanha e Portugal. Também virará uma série de TV produzida pela Wise Entertainment e contará com 13 episódios escritos por roteiristas negros do Brasil e dos Estados Unidos.

quadrinhos brasileiros
Angola Janga – Uma história de Palmares. | Foto: Reprodução.

Turma da Mônica – Laços

Esta HQ, publicada no selo Graphic MSP (em que autores fazem releituras dos clássicos personagens de Mauricio de Sousa para o público jovem e adulto), ganhou os cinemas em 2019, em um longa-metragem dirigido por Daniel Rezende que encantou milhões de pessoas. 

A história, produzida por Vitor Cafaggi e Lu Cafaggi, e publicada pela editora Panini, coloca à prova a amizade de Mônica, Cebolinha, Magali e Cascão, após o cachorrinho do Cebolinha, Floquinho, sumir de casa. 

A arte é de encantar e deixar qualquer um com o coração quentinho, além de fazer o leitor relembrar vários momentos da infância. As palavras que definem a trama são: amizade e companheirismo.

Com 30 títulos lançados, a coleção Graphic MSP traz também edições que abordam temas extremamente necessários, como machismo e racismo. Vale conferir.

Turma da Mônica – Laços
Turma da Mônica – Laços. | Foto: Reprodução.

Tungstênio

Escrita e desenhada por Marcello Quintanilha, também foi publicada pela Veneta. A trama narra a vida de quatro personagens: um policial, sua esposa em crise no casamento, um sargento aposentado e um pequeno traficante. O autor consegue amarrar as quatro histórias em quadrinhos com uso de flashbacks e diferentes perspectivas das “câmeras” que mostram as cenas.

Os protagonistas estão ligados por um crime ambiental que envolve pescadores que utilizam explosivos na orla de Salvador. A obra prende a atenção do leitor à medida que a tensão da narrativa aumenta e caminha para a conclusão.

Esta HQ foi premiada no Troféu HQ Mix, no Rudolph Dirks Award (Estados Unidos) e no prestigiado Festival Internacional de Angoulême, na França. Tungstênio também já foi adaptado para os cinemas em 2017, com direção de Heitor Dhalia.

quadrinhos
Tungstênio. | Foto: Reprodução.

Carolina

A HQ começa contando um pouco da história de Carolina Maria de Jesus, antes da publicação de seu primeiro livro, Quarto do Despejo, e mostra sua realidade de catadora de lixo, morando em um pequeno barraco na favela do Canindé, com seus três filhos. A obra vai até anos depois do reconhecimento e da fama da protagonista.

Carolina tinha noção de sua realidade como escritora, mulher e negra. E o significado que isso tinha. Um dos pontos altos é que ela nunca se deixou intimidar por homens. A obra, com um belo trabalho de pesquisa de Sirlene Barbosa e roteiro e arte de João Pinheiro, saiu pela Editora Veneta. Foi indicada ao prêmio Jabuti de 2017 e já foi publicada na França.

carolina
Carolina. | Foto: Reprodução.

Bear

A coleção da quadrinista Bianca Pinheiro, publicada pela Editora Nemo, conta com três livros. No primeiro álbum de Bear, acompanhamos a aventura da pequena Raven, que acaba se perdendo dos pais e vai parar na floresta após correr atrás de uma borboleta. Sem conseguir encontrar o caminho de casa, a menina encontra Dimas, um urso ‘reclamão’ que topa ajudá-la na missão de retornar para casa.

A história é repleta de humor e, com um tom de fábula, juntos, os amigos terão que enfrentar alguns desafios para Raven voltar para os pais. A série, infelizmente, não foi concluída, mas os três álbuns trazem histórias completas. A arte é linda e o roteiro, envolvente, pois transmite uma mensagem muito bonita sobre amizade e perseverança. 

quadrinhos do Brasil
Bear. | Foto: Reprodução.

___________________________
Por Letícia Gusman – Fala! Centro Universitário Belas Artes de São Paulo

Tags mais acessadas