Cida Garcia: da sala de aula para os palcos do mundo
Menu & Busca
Cida Garcia: da sala de aula para os palcos do mundo

Cida Garcia: da sala de aula para os palcos do mundo

Home > Entretenimento > Cultura > Cida Garcia: da sala de aula para os palcos do mundo

Maria Aparecida Garcia de Souza, mais conhecida como Cida Garcia, é um furacão de talento e carisma. Mulher negra, professora e que não nega suas origens. Cida inicia o dia nas salas de aula ensinando crianças e jovens. A noite, brilha nos palcos da vida encantando uma legião de novos fãs. Conheça a história da artista e professora Cida Garcia. 

Cida Garcia
Cida Garcia mostra seu talento nas noites do Rio de Janeiro. | Foto/ Reprodução

História de Cida Garcia 

Nascida em Itaperuna, município do interior do estado do Rio de Janeiro, Cida começou a cantar cedo, aos quatro anos de idade, na igreja quando acompanhava sua mãe e sua avó nas missas. Ainda jovem, no Ensino Médio, concluiu o Curso de Formação de Professores revelando uma tendência para o magistério, que foi confirmada ao se formar em Letras – Língua Portuguesa e Literatura Brasileira.

Aos 49 anos, Cida decidiu aliar o prazer de dar aula e ensinar crianças, jovens e adultos que estejam dispostos a aprender com um sonho de criança de encantar plateias com sua potente voz, que não fica atrás das grandes estrelas da música negra internacional.

Cida é servidora há 27 anos após prestar concursos públicos, já trabalhou em diversas escolas e atualmente trabalha no primeiro turno com turma de Fundamental I (4º ano) e no segundo turno, como agente de leitura no Estado. Foi na década de 90 que iniciou sua carreira musical na Banda Álibi e ganhou visibilidade ao conquistar o segundo lugar no Projeto Canta Rio das Ostras,organizado pela Fundação Rio das Ostras de Cultura, mais a cerca de dois anos se encontrou no Jazz e Blues e as nuances da música negra como forma de poder explorar a potência de sua voz marcante.

Nos últimos anos,a rotina de shows tem se intensificado e a forma de conciliar o magistério com ensaios e shows é contar com a colaboração dos músicos. “O tempo de estudo e horários de ensaios são sempre agendados fora do nosso horário de trabalho, o que nos leva muitas vezes à exaustão. Porém, nossos sonhos e objetivos nos dão forças para seguirmos em frente”, explicou Cida.

A carreira de professora de Cida já está mais do que consolidada e de cantora começa a alçar vôos maiores.Como a vocação artística está decolando rapidamente, Cida cogita deixar a sala de aula para apostar no sonho da música, lembrando que cantar e lecionar são emoções bem distintas, mas que proporcionam imensa alegria! “Penso em parar porque a arte do canto requer muito estudo e tempo hábil para tal.Coisas que não consigo fazer de forma sistemática concomitantemente,tendo em vista minha extensa carga horária de trabalho”,garantiu.

Segundo Cida, essa é uma situação delicada porque as duas partes são prazerosas. “O magistério por conta do amor que os alunos têm por mim. Contribuir para o crescimento intelectual de uma criança para que no futuro ela seja uma pessoa de bem, consciente de seus direitos e deveres e um cidadão atuante na sociedade é simplesmente incrível! Poder levar ao público é mágico demais! Já a música é uma coisa totalmente voltada para minha realização pessoal e vontade de ter meu talento reconhecido! Poder levar alegria ao público é mágico demais! Ver as pessoas dançando,se divertindo e se emocionando com minha arte é um sonho de criança que aos poucos está se realizando”, declarou.

Para conhecer e acompanhar um pouco mais da carreira desse talento, o público pode acompanhar o seu trabalho nas redes sociais, Instagram e Facebook porque ainda tem muita coisa boa vindo por aí. O furacão passou, mostrou a potência de sua arte e para quem não conhecia…o nome é Cida Garcia.

___________________________
Por Victoria Azevedo – Fala! Universidade Cruzeiro do Sul 

Tags mais acessadas