Cartão de crédito de 12 milhões de clientes de plataforma de cursos hackeada tinha criptografia
Menu & Busca
Cartão de crédito de 12 milhões de clientes de plataforma de cursos hackeada tinha criptografia

Cartão de crédito de 12 milhões de clientes de plataforma de cursos hackeada tinha criptografia

Home > Notícias > Mercado > Cartão de crédito de 12 milhões de clientes de plataforma de cursos hackeada tinha criptografia

A Eduzz teve os dados de cartão de crédito de 12 milhões de clientes atacados por uma tentativa de hackeamento neste mês. De acordo com um estudo, o número de invasões hackers aumentou em 860% em dezembro de 2020. No período da pandemia do coronavírus, entre março do ano passado e fevereiro, notou-se um significativo aumento do crime.

Conforme apuração do Estadão, os hackers estavam vendendo os dados dos clientes por até 50 mil dólares. Dentre as informações, constavam nomes, telefones, e-mails e senhas criptografadas. Além disso, os invasores alegaram que tinham posse de dados do cartão de crédito, como titular e bandeira.

Após a situação, a empresa sorocabana confirmou a invasão e o vazamento de algumas informações que estavam hospedadas na plataforma. Dessa forma, saiba mais sobre a tentativa de hackeamento no cartão de crédito de 12 milhões de clientes Eduzz a seguir.

cartao de credito eduz cartão de crédito
Criptografia no cartão de crédito de 12 milhões de clientes

12 milhões de clientes sofrem tentativa de hackeamento no cartão de crédito

Na primeira semana, a Eduzz afirmou que havia sido vítima de um ataque cibernético criminoso. Depois de analisar o sistema interno, a empresa avaliou que houve o vazamento de alguns dados dos clientes. Além disso, também notou-se uma tentativa de hackeamento no cartão de crédito.

Por outro lado, a plataforma tranquilizou seus clientes ao alertar que o setor dos parceiros de pagamento não sofreu o ataque. Portanto, maiores informações sobre seus cartões de crédito não foram pegas. O que os hackers acessaram foram alguns desses dados que estavam na Eduzz e tinham passado por uma criptografia. Ou seja, as informações pegas estão todas criptografadas e eles não têm acesso a nenhuma delas, a não ser que se configurem como emissor ou receptor da mensagem.

A criptografia, por sua vez, é responsável por embaralhar as informações. Dessa maneira, por meio de uma sequência de códigos com algoritmos, impede que pessoas de fora da conversa acessem mensagens sigilosas ou pessoais. Vale ressaltar que cada código possui uma chave específica, a qual conta com cerca de 40 letras e números.

Mesmo assim, após a tentativa de invadir o cartão de crédito de 12 milhões de clientes Eduzz, a empresa reforçou que aumentará sua segurança. Além disso, a plataforma de marketing de afiliados está tirando dúvidas através do e-mail dpo@eduzz.com.

Tags mais acessadas