Confira 5 cidades brasileiras para quem ama ecoturismo
Menu & Busca
Confira 5 cidades brasileiras para quem ama ecoturismo

Confira 5 cidades brasileiras para quem ama ecoturismo

Home > Lifestyle > Viagens > Confira 5 cidades brasileiras para quem ama ecoturismo

Duas das principais características que o Brasil, um país de dimensões continentais, apresenta são as diversidades paisagísticas e a presença de um ecoturismo rico em faunas e floras. Além da presença do ecoturismo, vários estudos genéticos com plantas e animais são produzidos em território nacional.

 Diante disso, confira as cinco cidades brasileiras para as pessoas que são apaixonadas pelo ecoturismo. 

Cidades brasileiras para quem ama ecoturismo

Itatiaia – RJ

ecoturismo
Itatiaia. | Foto: Reprodução.

Itatiaia se concentra na divisa de estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais, na Serra da Mantiqueira, e apresenta uma alta pluralidade de faunas e floras em suas montanhas. Umas das principais referências que devem ser pontuadas é o parque nacional do Itatiaia, o qual foi considerado o primeiro parque nacional do Brasil, em 1937, que é dividido em duas partes de tão grande; a parte alta, o qual se concentra as montanhas, e seus picos; já a parte baixa, concentra as cachoeiras, piscinas naturais e as trilhas consideradas mais acessíveis.

A representação histórica nos museus, o ambiente agradável, as cachoeiras e a riqueza de espécies de plantas e animais são os pontos mais esperados por turistas que desejam conhecer Itatiaia. A Cachoeira Véu da Noiva é a atração principal do parque, isso porque a cachoeira possui uma beleza natural encantadora e oferece vistas deslumbrantes para o vale.

É importante mencionar Penedo, Maromba e Maringá, os quais são distritos de Itatiaia e que também possuem um ecoturismo avassalador. Sem contar as atrações propostas por empresários e comerciantes, como os passeios de trenzinho até as cachoeiras, o passeio a cavalo e os passeios de quadriciclos. Além do ecoturismo, Itatiaia possui uma grande influência no setor artesanal, posto que essa é uma das maiores fontes de renda do município. O Pico da Pedra Selada e o Pico do Penedinho também são ótimas atrações para quem gosta de fazer trilhas. Ambos levam cerca de 2h de caminhada e se tornou um local perfeito para fotografar diversos momentos. Gostou? Então, venha conhecer Itatiaia, as montanhas, as cachoeiras e seus distritos. 

Jalapão – TO

ecoturismo no Brasil
Jalapão. | Foto: Reprodução.

O Jalapão está localizado no coração do Brasil, no estado do Tocantins. Essa cidade carrega consigo uma grande riqueza para o ecoturismo, uma vez que as belezas naturais são deslumbrantes comparadas às outras cidades com um grande teor ecoturístico. O parque Estadual do Jalapão concentra de 32 mil km² de área de preservação ambiental. A grande atração dos visitantes são: as cachoeiras, rios, riachos e ribeirões com águas cristalinas com um visual extraordinário. É possível percorrer dias no parque até conhecer todos os ângulos possíveis de preservação ambiental.

A fauna também se mostra muito presente, uma vez que é possível avistar animais típicos daquela região, como os lobos guarás, emas, raposas, papagaios e muito mais. O ecoturismo se mostra muito presente em esportes praticados naquela área e vale a pena destacar alguns deles como, o rafting, a canoagem, o rapel e as trilhas a pé e de bicicleta.

A Cachoeira da Velha é um dos principais atrativos do Jalapão, isso porque há uma enorme queda d’água em forma de ferradura de cerca de 10 metros. A Cachoeira da Formiga também é uma encantadora nascente de água verde-esmeralda e atrai muitos turistas e fotógrafos que adoram apreciar as riquezas naturais. Não poderia ficar de fora as dunas compostas por areias alaranjadas, as comunidades quilombolas, as quais obtêm uma herança histórica de muita resistência e proporciona diversos artesanatos para a venda, para que assim possam manter a estrutura do quilombo.

Fernando de Noronha – PE

fernando de noronha
Fernando de Noronha. | Foto: Reprodução.

O arquipélago de Fernando de Noronha possui uma grande influência ecoturística, posto que o conjunto de ilhas compõe uma vasta opção de lugares encantadores para conhecer e as paisagens são extremamente maravilhosas. A presença de praias, museus históricos, trilhas, passeios de barcos e palestras educativas sobre a vida marinha do projeto Tamar são as principais atrações do ecoturismo nessa região. Além do ecoturismo predominante nessa área, a presença de biólogos marinhos e guias turísticos, auxiliam a maneira mais adequada de preservar a fauna aquática diversificada.

A entrada de visitantes no parque nacional marinho, onde se concentram belíssimas praias como Sancho, Atalaia e Sueste são pagas devido ao tributo federal da taxa de preservação ambiental. Não poderia ficar de fora o projeto Tamar, o qual o seu principal objetivo é promover a recuperação das tartarugas marinhas. O projeto ficou bem conhecido e hoje conta com a colaboração de centenas de universidades do Brasil e as empresas de sustentabilidade. As atividades são organizadas em três linhas de ação: conservação e pesquisa aplicada, educação ambiental e desenvolvimento local sustentável. Além disso, o projeto conta com a participação de colaboradores que promovem palestras para os visitantes no intuito de orientar a população a melhor maneira de preservar a vida aquática no Brasil. E você está esperando o que para conhecer Fernando de Noronha? 

Chapada dos Veadeiros – GO

pontos de ecoturismo
Chapada dos Veadeiros. | Foto: Reprodução.

A Chapada dos Veadeiros é basicamente o desejo de todo aventureiro, uma vez que as cachoeiras escondidas, trilhas entre as matas, rios cristalinos e cânions são predominantes por lá, e que todo aventureiro costuma procurar locais com essas referências para conhecer e apreciar as riquezas naturais. O parque nacional da Chapada dos Veadeiros se tornou patrimônio mundial da Unesco em 2001, e essa área é protegida pelo cerrado brasileiro, um dos ecossistemas mais antigos e diversificados do mundo. Também, alguns dos principais objetivos do parque são: a pesquisa científica, a educação ambiental e a visitação pública.

O jardim Maytrea, concentrado no parque nacional, é um dos principais cartões postais dessa região. Esse jardim é considerado um local sagrado por centenas de pessoas que vivem por lá, isso porque acreditam que possam haver um portal para outra dimensão, com um campo de força magnética. A Cachoeira Santa Barbara também não fica de fora; suas águas cristalinas encantam todos que amam admirar a paisagem natural presente naquele local, mas acesso é um pouco difícil, porém, existem várias agências de turismo que disponibilizam caminhões preparados para o transporte de pessoas devido às condições da estrada. Se você é apaixonado por cachoeira e piscinas naturais, a Chapada dos Veadeiros pode ser um local incrível para você conhecer, além da riqueza ecoturística avassaladora que você encontrará por lá

Floresta Amazônica – AM

Floresta Amazônica
Floresta Amazônica. | Foto: Reprodução.

A floresta representa o pulmão do Brasil devido à sua quantidade de espécies bióticas. Os seus rios extensos, a vegetação, as tribos indígenas, os animais exóticos, os passeios de barco e as plantas medicinais são uma das principais caraterísticas dos amantes por ecoturismo. A floresta abriga 50% da biodiversidade mundial. Com isso, a presença de biólogos, geógrafos e estudantes de todos os lugares do mundo são muito constantes, pois a grande extensão de pesquisas que são produzidas nessa floresta encantam os olhos de pessoas que se interessam por ciência e salvam vidas de milhares de brasileiros.

Uma dos fatores do ecoturismo amazonense também são: campos rupestres, campinas, matas secas, igarapés, manguezais, ilhas, cachoeiras e praias fluviais de areia branca que também fazem parte deste ecossistema, o qual contempla ainda 30 mil espécies de plantas e 30 milhões de espécies animais. O acampamento na floresta amazônica é um dos principais atrativos dos aventureiros. Segundo eles, estar perto da natureza e sentir os movimentos da floresta se tornou uma sensação incrível para quem vive de experimentar os fenômenos da natureza.

O ecoturismo é ferramenta poderosa para a conservação da biodiversidade, isso porque as palestras e vivências adquiridas em locais com uma grande concentração vegetativa faz com que os mochileiros e turistas tenham mais consciência da preservação dessas terras e, é claro, reproduzir essas experiências com a família e nos locais de trabalho. Vale a pena destacar outras atrações que o ecoturismo proporciona, como interação com botos, encontro das águas, aldeia indígena e restaurante flutuante e a focagem de jacaré. Se você é apaixonado pela fauna e pela flora e, além disso, tem vontade de conhecer os povos indígenas, a Amazônia seria uma ótima atração para você.

___________________________________
Por Vinicius Macêdo – Fala! UFRJ

Tags mais acessadas