Carlos Bolsonaro pode estar envolvido na morte de Marielle Franco
Menu & Busca
Caso Marielle: Carlos Bolsonaro pode estar envolvido?

Caso Marielle: Carlos Bolsonaro pode estar envolvido?

Home > Notícias > Política > Caso Marielle: Carlos Bolsonaro pode estar envolvido?

A incógnita sobre a morte da parlamentar Marielle Franco e de seu motorista, Anderson Gomes, ainda paira com força sobre o povo brasileiro. Apesar de informações cruciais terem sido resgatadas, ainda há diversas dúvidas sobre o que de fato aconteceu.

CASO MARIELLE FRANCO: POSSÍVEL ENVOLVIMENTO DE BOLSONARO E BRAZÃO

marielle franco e carlos bolsonaro
Marielle Franco e Carlos Bolsonaro

MARIELLE FRANCO: SEIS MESES DEPOIS E NENHUMA RESPOSTA

Publicidade

A Policia Federal do Rio de Janeiro voltou a investigar o relacionamento de Carlos Bolsonaro e Marielle que, em 2018, eram vizinhos de gabinete na câmera do Rio, e haviam se envolvido em uma discussão.

Jair Bolsonaro está ligado a morte de Marielle Franco?

Há algumas semanas, o nome do presidente da república, Jair Bolsonaro, foi citado no caso Marielle Franco, o que chamou a atenção do STF (Supremo Tribunal Federal) para a investigação.

O Presidente Bolsonaro possui uma casa no mesmo condomínio do acusado de ser o assassino de Marielle Franco, Ronnie Lessa. A TV Globo forneceu informações de que o parceiro de crime de Ronnie, Élcio Vieira de Queiroz, teria chego no condomínio Vivendas da Barra e interfonado para a casa de número 58, onde mora Jair Bolsonaro.

Publicidade

QUEM FOI MARIELLE FRANCO E POR QUE SUA EXECUÇÃO DEVE SER LAMENTADA?

O porteiro disse que, ao ligar para a casa, identificou a voz do outro lado da linha como sendo a de “Seu Jair” e liberou a entrada de Élcio no local.

Carlos Bolsonaro divulgou um vídeo do sistema de segurança do condomínio, revelando que no dia 14 de março de 2018, por volta das 17h13, a entrada de Élcio Vieira foi liberada por Ronnie Lessa e que a casa para a qual ligaram foi a de número 65, residência do acusado pelo assassinato de Marielle e não a de seu pai, Jair Bolsonaro.

Policia investiga participação de Carlos Bolsonaro no caso Marielle Franco

Segundo a rádio CBN, a Policia Civil do Rio de Janeiro trabalha com a hipótese de que Carlos Bolsonaro esteja envolvido na morte da ex-vereadora do PSOL, Marielle Franco.

O relacionamento de Carlos Bolsonaro e Marielle Franco era ríspido e ambos se envolveram em conflitos no plenário pouco antes da morte da parlamentar. Recentemente, Carlos Bolsonaro excluiu todas as suas redes sociais.

A Policia constituiu esta linha de investigação levando em consideração as desavenças no relacionamento de Carlos e Marielle, a proximidade de Carlos Bolsonaro e Ronnie Lessa e também o fato de ambos morarem no condomínio Vivendas da Barra.

NOVA LEI CRIA O DIA MARIELLE FRANCO

Vale ressaltar que Carlos mora no mesmo condomínio que seu pai, mas não na mesma casa. O filho de presidente também afirmou que não mantém contato com Ronnie Lessa durante o vídeo exibido pela Globo, em que ele mostra as informações da portaria. Veja o que ele disse:

…Foi ligada pra casa desse senhor ai [Ronnie Lessa], que eu não sei nem quem é…

Além dessas especulações, também existem informações de que Jair Renan Bolsonaro, filho caçula do presidente, teria se envolvido amorosamente com a filha de Ronnie Lessa. O presidente da república publicou um vídeo frustrado, negando qualquer participação dele e de sua família no assassinato de Marielle Franco. Confira:

Bolsonaro também concedeu uma entrevista para a Record, reafirmando que não houve participação dele ou de sua família no caso Marielle Franco.

Domingos Brazão pode ser a mente por trás do crime

Outra linha de investigação do assassinato da veradora do PSOL envolveu Domingos Brazão: o UOL apurou informações contidas em um áudio feito pelo miliciano Jorge Alberto Moreth ao vereador Marcello Sicilliano no dia 8 de fevereiro de 2019, falando que o empresário Domingos Brazão teria sido o mandante do assassinato de Marielle Franco.

A conversa, arquivada em documentos do MP (Ministério Público), sugere que Domingos Brazão teria pago 500 mil reais pelo crime e aponta os nomes Leonardo Gouveia da Silva, conhecido como ‘o Mad’, Leonardo Luccas Pereira, que leva apelido de ‘Leléo’, e Edmilson Gomes Menezes, ‘o Macaquinho’, como os matadores de aluguel autores do crime.

De acordo com o UOL, o crime ainda teria tido comando de Ronald Paulo Alves Pereira, major da Polícia Militar (PM) e o apoio do major Ronald Paulo, que estaria em outro carro no momento do assassinato. Essas informações ainda não tem co-relação com os principais suspeitos do crime: Ronnie Lessa e Élcio Vieira.

NOVA LEI CRIA O DIA MARIELLE FRANCO

Quem mandou matar Marielle Franco? E por quê?

Apesar de Ronnie Lessa e Élcio Vieira, acusados de terem executado Marielle e Anderson Gomes estarem presos, ainda não e sabe quem é a mente por trás da execução.

0 Comentários

Tags mais acessadas