'Bom Dia, Verônica': 3 motivos para assistir à série da Netflix
Menu & Busca
‘Bom Dia, Verônica’: 3 motivos para assistir à série da Netflix

‘Bom Dia, Verônica’: 3 motivos para assistir à série da Netflix

Home > Entretenimento > Cinema e Séries > ‘Bom Dia, Verônica’: 3 motivos para assistir à série da Netflix

A série Bom Dia, Verônica chegou ao catálogo da Netflix recentemente. Assim que estreou, logo passou a compor o TOP 10 da plataforma. Hoje, a produção brasileira continua em alta, ocupando o sexto lugar do ranking.

O enredo gira em torno da violência doméstica, o que já impulsionou discussões nas redes sociais. Dessa forma, o original Netflix pode ser até uma porta de entrada para a reflexão sobre a dura realidade brasileira. De acordo com os dados do Atlas da Violência de 2020, uma mulher é assassinada a cada duas horas no país.

Pensando na importância da produção e de sua temática, veja 3 motivos para ‘maratonar’ a série nacional.

Bom Dia Verônica
Bom Dia, Verônica, série original da Netflix. | Foto: Montagem/Reprodução.

Bom Dia, Verônica: 3 motivos para assistir à série da Netflix

História

Verônica (Tainá Müller) é uma escrivã da Delegacia de Homicídios de São Paulo. Como boa profissional, faz de tudo para ajudar as vítimas. Nesse sentido, duas se destacam: uma que sofreu abuso sexual por um golpista, e outra que vive sob ataques psicológicos e físicos do marido.

No entanto, a protagonista enfrenta alguns obstáculos que tentam interromper seu trabalho. Um deles, inclusive, é o próprio Delegado Carvana (Antônio Grassi).

Sendo a primeira aposta brasileira em fazer uma série original de suspense, Bom Dia, Verônica entrega o que promete – ação e suspense. Mais do que isso, inicia um debate sempre em pauta, mas que acaba sendo posto de lado em grande parte das vezes. Dessa forma, a série traz a temática à tona e não se isenta de criticar a realidade brasileira da violência contra a mulher.

Elenco

O elenco é, no mínimo, de peso. Sendo assim, as principais estrelas são Tainá Müller, Camila Morgado e Eduardo Moscovis. Cada um em seu devido papel traz vida e dinamismo aos personagens.

Eduardo Moscovis se supera ao interpretar Cláudio Antunes Brandão. O assassino em série, mas também coronel da Polícia Militar de São Paulo, torna-se o típico vilão que todos odeiam. Conforme o Catraca Livre, “Brandão é o tipo de personagem que você odeia só de olhar”.

Já Camila Morgado, não fica atrás de Moscovis. Responsável por dar vida à Janete, mulher de Brandão, ela consegue mostrar como a personagem se transforma no decorrer da trama – de uma pessoa feliz a uma mulher triste e violentada pelo companheiro.

Roteiro diferente do senso comum

Assim como outras produções da Netflix, a série faz com que você sempre queira assistir a mais um episódio. Por outro lado, além da vontade de ‘maratonar’, há um charme brasileiro. Aliás, é exatamente isso que permite que Bom Dia, Verônica seja diferente de outros originais.

Dessa forma, a série une temas como machismo e violência doméstica a um enredo marcado pelo suspense policial.

Portanto, fica nítido que Bom Dia, Verônica é uma ótima opção para assistir a qualquer momento. A série está disponível na Netflix e conta com 8 episódios.

_____________________________________
Por Isabela Cagliari – Redação Fala!

Tags mais acessadas