As finais da Copa América e da Euro acontecem neste fim de semana
Menu & Busca
As finais da Copa América e da Euro acontecem neste fim de semana

As finais da Copa América e da Euro acontecem neste fim de semana

Home > Notícias > Esporte > As finais da Copa América e da Euro acontecem neste fim de semana

As duas decisões das competições continentais acontecem no sábado com Brasil x Argentina, pela Copa América, e domingo com Inglaterra x Itália, pela Eurocopa

Copa América
As duas logos dos torneios. | Foto: Reprodução.

Durante este fim de semana, acontecem as finais das duas competições continentais de seleções mais importantes do mundo. Brasil e Argentina decidem a Copa América no sábado, às 21h, no Maracanã, e Inglaterra e Itália fazem a grande final da Eurocopa em Londres, no Estádio de Wembley, às 16h, no domingo.

O atual campeão Brasil busca seu décimo título continental, enquanto a Argentina, segunda maior campeã, com 14 conquistas, não vence a competição desde 1993. Já na Eurocopa, a Itália busca seu segundo título, o único foi em 1968, já a Inglaterra, ainda não tem um título de Eurocopa no currículo e vai buscar o título em casa.

Decisão entre Brasil e Argentina

Neymar copa américa
Neymar e Messi são os dois destaques da competição. | Foto: Reprodução.

Depois de 14 anos, Brasil e Argentina voltam a decidir uma Copa América, pela quarta vez na história, as duas principais seleções do continente vão disputar a grande final do torneio continental. Com Neymar e Messi como principais destaques, as duas seleções contaram com boas atuações individuais dos craques, além de ótimos jogos dos “coadjuvantes”, para conseguir chegar a essa final.

O Brasil na Copa América

A campanha do Brasil começou contra a Venezuela, no dia 13 de junho, e a seleção canarinho venceu a partida por 3×0, Marquinhos marcou o primeiro, Neymar e Gabigol marcaram na segunda etapa. Na segunda partida, a seleção brasileira enfrentou o Peru, seu rival na última final, e venceu por 4×0, com gols de Alex Sandro, Neymar novamente, Everton Ribeiro e Richarlison.

Lucas Paquetá copa américa
Lucas Paquetá e Neymar vêm formando uma excelente dupla até aqui. | Foto: Lucas Figueiredo/CBF.

Na terceira partida da fase de grupos, o Brasil enfrentou a Colômbia, e o jogo foi bem complicado, tanto que a seleção rival saiu à frente com Luís Díaz, um dos principais destaques individuais da Copa América, mas o Brasil conseguiu a virada com gols de Roberto Firmino e Casemiro, aos 55 minutos da segunda etapa. Na última partida, o Brasil, com uma equipe alternativa, apenas empatou com o Equador, Éder Militão marcou o gol brasileiro.

Na fase eliminatória, o Brasil encarou o Chile nas quartas de final e venceu a partida pelo simples placar de 1×0, gol de Lucas Paquetá no primeiro minuto da segunda etapa. E na semifinal, a seleção brasileira voltou a enfrentar o Peru, e agora, com mais dificuldade, venceu somente por 1×0, novamente com gol de Paquetá, aos 35 minutos da primeira etapa.

A Argentina na Copa América

Por outro lado, a campanha da Argentina nesta Copa América começou contra a seleção chilena, e os rivais que se enfrentaram nas duas finais de 2015 e 2016 empataram apenas por 1×1, Lionel Messi marcou o gol. Na segunda partida, a seleção de Lionel Scaloni enfrentou o Uruguai e venceu por 1×0, gol de Guido Rodríguez com assistência do camisa 10.

Messi
Messi é o principal jogador da competição e Lautaro já marcou 3 gols. | Foto: Reprodução.

Na terceira rodada da fase de grupos, a Argentina enfrentou a seleção paraguaia e novamente venceu por 1×0, com gol de Papu Goméz aos 10 minutos da primeira etapa. E por fim, a seleção albiceleste enfrentou a Bolívia e goleou com 4×1, com mais um show de Lionel Messi, que marcou 2 gols, deu uma assistência para Papu Goméz, e começou a jogada do último gol marcado por Lautaro Martínez.

Nas quartas de final, a seleção argentina enfrentou o Equador, e com mais uma atuação digna de Lionel Messi, venceu por 3×0, o camisa 10 marcou um golaço de falta no final do jogo, além de distribuir 2 assistências, uma para De Paul, aos 40 do primeiro tempo, e outra para Lautaro, aos 39 do segunda etapa. Na semifinal, a seleção enfrentou a Colômbia e, após o empate em 1×1 no tempo normal, viu seu goleiro Emiliano Martínez defender 3 cobranças e ser o destaque da partida.

Agora, na grande final, temos o Brasil, de Neymar e Tite, contra a Argentina, de Messi e Scaloni, as seleções se enfrentam no próximo sábado (10), no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. A Copa América ficou marcada por muitas polêmicas, principalmente o estado dos gramados durante os jogos, sem contar com os surtos de Covid-19 em algumas seleções.

A grande final entre Itália e Inglaterra

eurocopa
Insigne e Kane fizeram uma Eurocopa muito boa até aqui. | Foto: Reprodução.

No próximo domingo (11), acontece a grande final da Eurocopa entre Inglaterra e Itália, na capital inglesa, no Wembley Stadium. A seleção italiana, comandada por Roberto Mancini, defende uma longa invencibilidade de 33 jogos, enquanto a seleção inglesa de Gareth Southgate, nunca venceu a Itália em jogos oficiais.

A Itália na Eurocopa

Na sua estreia na Eurocopa, a seleção italiana enfrentou a Turquia, equipe que lidera o grupo E das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, e com gols de Immobile e Insigne, além de um gol contra de Demiral, venceu por 3×0. Na segunda rodada da fase de grupos, enfrentou a forte seleção da Suíça e, mais uma vez, venceu por 3×0, com dois gols de Locatelli e mais um gol de Ciro Immobile.

eurocopa 2021
Jorginho bateu o último pênalti contra a Espanha de forma magistral. | Foto: Reprodução.

Na última rodada da fase de grupos, a Itália bateu País de Gales pelo placar mínimo de 1×0, com gol de Matteo Pessina. Nas oitavas de final, a seleção azzurra encarou a Áustria e, após um empate por 0x0 no tempo normal, venceu a partida por 2×1 na prorrogação, com gols de Chiesa e novamente Pessina, ambos na primeira etapa complementar.

Nas quartas de final, a seleção italiana enfrentou a Bélgica, atual número 1 do ranking da Fifa, e com dois bonitos gols, de Barella e Insigne, conseguiu vencer por 2×1. Na semifinal, a seleção de Roberto Mancini entrou como favorita contra a Espanha e abriu o placar aos 15 minutos da segunda etapa, com Chiesa, mas sofreu o empate aos 35 minutos, quando Morata marcou. Nas penalidades, Locatelli e Olmo erraram as primeiras cobranças, Donnarumma defendeu a de Morata e Jorginho, com muita tranquilidade, converteu e colocou a Itália na grande final.

A Inglaterra na Eurocopa

Já a campanha da Inglaterra na Euro, começou bem abaixo do previsto, na primeira partida contra a Croácia, uma vitória simples por 1×0, com um gol de Raheem Sterling aos 12 minutos da segunda etapa. Na segunda partida, o placar não saiu do 0x0 contra a Escócia, em um jogo de muitas chances perdidas pela seleção inglesa.

eurocopa copa américa final
A dupla da seleção inglesa vem muito bem. | Foto: Reprodução.

Na última rodada da fase de grupos, mais uma vitória simples por 1×0, agora contra a República Checa, com mais um gol de Sterling. Já nas oitavas de final, enfrentou a tetracampeã do mundo Alemanha e, com dois gols no fim do segundo tempo, conseguiu a classificação, os gols foram marcados por Sterling e Harry Kane, que desencantou nesse jogo.

Nas quartas de final, enfrentou a surpresa Ucrânia de Andryi Shevchenko e, com muita facilidade, venceu a partida por 4×0, com dois gols de Harry Kane, um gol do zagueiro Maguire e um gol de Henderson, capitão do Liverpool. Na semifinal, enfrentou a Dinamarca e saiu atrás do placar com um belo gol de falta de Damsgaard, mas 9 minutos depois, Kjaer marcou contra e a Inglaterra empatou. Na prorrogação, com um pênalti muito polêmico, que foi defendido por Schmeichel, mas o próprio Kane marcou no rebote e colocou a seleção inglesa na sua primeira final desde 1966.

Nesta grande final, a Itália defende uma invencibilidade histórica contra a Inglaterra em jogos oficiais de competição, em 8 jogos, venceu 6 partidas e empatou duas. Mas deixando o retrospecto de lado, é a primeira vez que as duas seleções se enfrentarão em um jogo decisivo, então quem é o favorito: a Itália, de Insigne e Roberto Mancini, ou a Inglaterra, de Kane e Southgate?

_________________________
Por Leonardo Pignatari – Fala! Esporte em Pauta

Tags mais acessadas