A importância da Libras e como aprendê-la gratuitamente
Menu & Busca
A importância da Libras e como aprendê-la gratuitamente

A importância da Libras e como aprendê-la gratuitamente

Home > Entretenimento > Cultura > A importância da Libras e como aprendê-la gratuitamente

A deficiência auditiva apresenta uma das grandes problemáticas mundanas, que seria a exclusão social e a banalização dessa deficiência nos meios midiáticos e trabalhistas; isto é, a surdez – em seus vários níveis – impede o desenvolvimento de atividades que, muitas vezes, seriam comuns para ouvintes, como um bom trabalho, um bom aprendizado e, até mesmo, boas amizades. 

Um estudo realizado pelo Instituto Locomotiva e a Semana da Acessibilidade Surda revelou que, de uma média geral de 210 milhões de habitantes no Brasil, cerca de 10,7 milhões possuem algum tipo de deficiência auditiva – uma parte desses brasileiros são surdos oralizados, que conseguem falar o português normalmente. Todavia, a atenção dada a essa quantidade enorme de pessoas ainda é pouca, como ressaltada pelas autoras do texto Políticas Públicas para Surdos: Os Pontos Legais e Críticos na Acessibilidade, Keli Krause e Alessandra Franzen Klein. 

[…] a comunidade surda, tem sua língua oficializada pela lei 10.436/02, e que seus usuários vivem uma comunicação visual, o que torna essa comunidade linguística, viver uma cultura que lhe é própria, pela forma como significa o mundo, a partir do ver, no entanto, com a ausência de uma efetiva acessibilidade, a cultura surda pode ser ofuscada, reprimida ou disfarçada na sociedade dita inclusiva, diante de uma maioria ouvinte, que vive e percebe o mundo dentro de uma cultura oral – auditiva.¹

Segundo elas.
Deficiência auditiva
Deficiência auditiva. | Foto: Reprodução.

Deficiência auditiva e Libras

Nesse sentido, a discussão relacionada à surdez ainda não é fomentada, assim como o Ouvintismo, sendo que esse termo compõe, justamente, a ideia de “normalizar” os surdos. Mas… como assim? Bom, vamos explicar. Os padrões que são construídos dentro da sociedade e que nos são impostos costumam marginalizar tudo aquilo que é diferente, sendo que, para a maioria dos ouvintes, a surdez é considerada uma doença e uma restrição, que precisa, automaticamente, ser tratada.

Essa visão cria o estigma social da exclusão de deficientes auditivos, posto que a sociedade, constantemente, tenta os “normalizar” – por meio da leitura labial, por exemplo. Essa “obrigação” dos surdos a se encaixarem nesses padrões se dá o nome de Ouvintismo, o qual inferioriza todo aquele que possui a deficiência auditiva.

Dessa forma, a Linguagem Brasileira de Sinais, Libras, pode não ser muito presente no cotidiano de ouvintes, mas, ainda assim, é de suma importância seu conhecimento, nem que seja ao menos do básico, uma vez que é a forma mais eficiente de se comunicar com uma pessoa surda.

Por isso, nós, do Fala! Universidades, sentimos a necessidade de dar mais visibilidade ao Programa de Libras pela Escola Virtual do Governo, que é gratuita e on-line. Por meio de leitura, testes e vídeos, podemos cursar Introdução à Libras. A carga horária é de 60 horas, e o curso dura seis semanas, apresentando seis módulos que trabalham desde os graus de surdez até os verbos e as profissões na Linguagem Brasileira de Sinais. Ao finalizar o curso com uma nota mínima de 60 pontos, é emitido um certificado que pode ser impresso e conferido no site.

Como me cadastrar no curso?

Preparamos um minitutorial sobre como se cadastrar no curso para aqueles que se interessaram.

1. Acesse o link abaixo

Ao clicar aqui, você será redirecionado à página inicial da Escola Virtual. Procure, no canto superior direito da tela, o botão “Cadastre-se”.

Curso de Libras gratuito
Curso de Libras gratuito. | Foto: Gabriella Paiva.

2. Digite seu e-mail ou CPF

Para ter acesso ao curso, é necessário se registrar, para, assim, salvar o seu avanço na língua e, posteriormente, emitir seu certificado.

Confirme o e-mail (lembre-se de checar a lixeira eletrônica).

como aprender libras
Foto: Gabriella Paiva.

3. Realize o Cadastro

Informe o necessário para concluir o cadastro, como a data de nascimento, o estado em que mora etc.

aprender libras
Foto: Gabriella Paiva.

4. Procure o Catálogo de Cursos

Se estiver acessando pelo seu smartphone, procure, no canto superior da tela, três linhas na horizontal, como ilustrado a seguir.

Caso esteja pelo computador, o botão estará visível.

Clique onde está escrito “Catálogo de Cursos”.

5. Pesquise “Libras”

A Escola Virtual dispõe uma variedade enorme de cursos, por isso, é necessário pesquisar especificamente o termo “Libras” na barra de pesquisa que aparece no site.

curso de Libras
Foto: Gabriella Paiva.

6. Efetue a Inscrição

Por fim, clique em “Inscreva-se” e siga o procedimento necessário para terminar a inscrição, respondendo a algumas perguntas – como a motivação para realizar o curso e a sua profissão.

Pronto! Você se inscreveu no curso Introdução à Libras da Escola Virtual. Ficamos felizes por sua escolha!

Artigo supervisionado pela fonoaudióloga Rayanne Araújo.

Referências: ¹ https://www.publicacoeseventos.unijui.edu.br/index.php/direitoshumanosedemocracia/article/view/9042/7745

__________________________________
Por Gabriella Paiva – Fala! UFG

Tags mais acessadas