5 lesões de jogadores que marcaram a história do futebol
Menu & Busca
5 lesões de jogadores que marcaram a história do futebol

5 lesões de jogadores que marcaram a história do futebol

Home > Notícias > Esporte > 5 lesões de jogadores que marcaram a história do futebol

Não é segredo para ninguém que a pior coisa que pode acontecer com um jogador de futebol é ele se lesionar. Isso porque algumas contusões podem afastar o atleta dos gramados por um longo período ou, até mesmo, obrigá-lo a encerrar a carreira mais cedo. Assim, alguns jogadores tiveram lesões tão graves ou que os tiraram de competições importantes que acabaram entrando para história do futebol.

5 lesões de jogadores mais famosas do futebol

1. Petr Cech

O jogador Petr Cech teve uma das piores contusões da história do futebol. | Foto: Reprodução.

Conhecido por ser o goleiro que usava capacete, Petr Cech só começou a usar a proteção por conta de uma joelhada na cabeça que quase custou a vida do jogador Tcheco. O choque ocorreu logo aos 20 segundos da partida entre Chelsea, time de Cech, e Reading pelo campeonato inglês de 2006 e causou uma fratura no crânio do goleiro, que imediatamente foi levado ao hospital e operado com urgência pelos médicos. 

Cech deu sorte porque por muito pouco não perdeu a vida e também porque pode retornar logo aos gramados ficando apenas três meses sem jogar. Quando voltou, o Tcheco teve que usar o capacete para proteger a sua cabeça, mas o mais interessante é que mesmo quando não era mais necessário, Cech ainda usava o equipamento como forma de precaução a possíveis choques com outros jogadores.

2. Ronaldo “Fenômeno”

Ronaldo Nazário, o Fenômeno.
Ronaldo Nazário, o Fenômeno. | Foto: Alessandro Sabattini/Getty Images.

12 de abril de 2000, para muitos essa seria a data do último jogo da carreira de Ronaldo “Fenômeno”. O motivo? Uma rara lesão que rompeu o tendão, os ligamentos e praticamente destruiu o joelho direito do craque brasileiro. Essa “tragédia” ocorreu quando Ronaldo tentou driblar seu marcador por volta dos 20 minutos do segundo tempo do jogo entre Internazionale e Lázio pela Supercopa da Itália de 2000.

No entanto, Ronaldo mostrou porque é o fenômeno. Foi um ano e três meses de recuperação, praticamente ninguém mais acreditava que o brasileiro voltaria a jogar em alto nível e muito menos que iria, novamente, a uma Copa do Mundo. Porém, o destino de Ronaldo era outro, era ser o que, talvez, nenhuma pessoa no planeta acreditasse: Artilheiro, campeão e grande destaque da Copa do Mundo de 2002 com a seleção brasileira. Por fim, Ronaldo lutou, se esforçou, sofreu e, mais importante, conseguiu dar a volta por cima e jogar em alto nível outra vez.

3. Mohamed Salah

Entre as lesões mais famosas do futebol está a de Mohamed Salah.
Entre as lesões mais famosas do futebol está a de Mohamed Salah. | Foto: Reprodução.

Durante a final da Champions League 2017/18 entre Liverpool e Real Madrid, Mohamed Salah lesionou o ombro, aos 30 minutos do 1º tempo, após ser derrubado pelo zagueiro merengue Sergio Ramos. Essa contusão atrapalhou tanto a equipe inglesa, que perdeu seu melhor jogador durante o jogo mais importante da temporada, quanto a seleção do Egito, que praticamente não conseguiu colocar o Salah em campo durante a Copa do Mundo de 2018. Portanto, essa lesão entrou para história do futebol porque contribuiu para a derrota do Liverpool na final da Champions League e também porque tirou a chance de Salah jogar uma Copa do Mundo.

4. Neymar Jr

Neymar se machucou no jogo entre Brasil e Colômbia, tendo que deixar a Copa do Mundo de 2014.
Neymar se machucou no jogo entre Brasil e Colômbia, tendo que deixar a Copa do Mundo de 2014. | Foto: Reprodução.

No jogo entre Brasil e Colômbia pelas quartas de final da Copa do Mundo de 2014, realizada no Brasil, o colombiano Zúñiga deu uma entrada forte em Neymar que resultou na fratura da terceira vértebra lombar do atacante brasileiro. Dessa maneira, o camisa 10 do Brasil ficou de fora do resto do mundial e por muito pouco não teve que encerrar sua carreira. Vale lembrar que a seleção brasileira venceu a Colômbia por 2×1 mas na semifinal perdeu para a Alemanha naquele fatídico 7×1.

5. Washington “Coração Valente”

A última lesão histórica do futebol da lista é a de Washington.
A última lesão histórica do futebol da lista é a de Washington. | Foto: Reprodução.

O caso de Washington não é uma lesão, mas sim um problema cardíaco que quase o fez abandonar os gramados de forma precoce. O que aconteceu foi que durante sua passagem pelo Fenerbahçe da Turquia, em 2002, o ex-centroavante descobriu que uma de suas artérias coronárias, vasos sanguíneos fundamentais para o funcionamento do coração, estava 90% entupida. Isso deixou Washington sem jogar por dois anos até que no Athletico Paranaense foi encontrada uma solução médica que possibilitaria o retorno do jogador aos campos de futebol. No ano que voltou a jogar, em 2004,  Washington se consagrou o maior artilheiro em uma única edição do campeonato brasileiro, com 34 gols e depois seguiu normalmente sua carreira, passando por clubes como Fluminense, São Paulo, Urawa Red Diamond do Japão, entre outros.

_______________________
Por Pedro Melo Gonsalves de Oliveira – Fala! Cásper

Tags mais acessadas