'365 Dni': 'Me Chame Pelo Seu Nome' é opção para quem gostou do filme
Menu & Busca
‘365 Dni’: ‘Me Chame Pelo Seu Nome’ é opção para quem gostou do filme

‘365 Dni’: ‘Me Chame Pelo Seu Nome’ é opção para quem gostou do filme

Home > Entretenimento > Cinema e Séries > ‘365 Dni’: ‘Me Chame Pelo Seu Nome’ é opção para quem gostou do filme

O filme 365 Dni é um dos maiores sucessos da Netflix. Apesar de não ser originário da plataforma, o reconhecimento internacional veio com a sua adesão ao catálogo. Desde então, a popularidade do filme não parou de crescer, assim como suas polêmicas.

Com isso, críticos e internautas acusaram o longa de romantizar o abuso sexual e o próprio sequestro. Além disso, até uma petição on-line passou a circular nas redes, pedindo a exclusão do polonês da Netflix. No entanto, os executivos do streaming alertaram que isso não ocorreria, já que não produziram o filme, mas só adquiriram sua licença.

Com relação ao seu enredo, o erótico polonês traz o amor complicado entre Laura Biel (Anna-Maria Sieklucka) e Massimo Torricelli (Michele Morrone). Assim, no filme, o mafioso sequestra a jovem e dá a ela 365 dias para se apaixonar por ele. Antes mesmo do prazo, Laura se apaixona por Massimo e os dois começam a viver uma vida cheia de perigos e noites quentes.

Como o erótico se tornou uma sensação na Internet, o site Screen Rant selecionou algumas produções similares a ele. Diante disso, conheça o filme Me Chame Pelo Seu Nome e veja suas semelhanças com o polonês.

365 Dni
Filmes 365 Dni e Me Chame Pelo Seu Nome. | Foto: Montagem/Reprodução.

365 Dni: Me Chame Pelo Seu Nome é opção para quem gostou do filme

Apesar de Me Chame Pelo Seu Nome ser um drama, o filme também entra no gênero romance. Assim, na Itália de 1983, o jovem Elio Perlman (Timothée Chalamet) vive uma vida normal. Mas, com a chegada do assistente acadêmico de pesquisa de seu pai, tudo pode mudar.

Dessa forma, os dois se apaixonam perdidamente e iniciam um relação amorosa escondida. Em meio à dura realidade do amor proibido, Elio e Oliver (Armie Hammer) vivem em um tempo menos progressista e têm que enfrentar as consequências da época.

Na produção polonesa, o amor proibido também entra em cena, mas os personagens e as circunstâncias são praticamente opostas. Mesmo que Laura e Massimo vivam um amor intenso adiante, essa não é a primeira intenção da jovem. Após ser sequestrada, a protagonista não pensa em viver a vida ao lado de seu sequestrador, mas, sim, voltar para sua realidade, mesmo sendo infeliz.

Assim como 365 Dni, Me Chame Pelo Seu Nome teve boa avaliação pelo público. Conforme o Rotten Tomatoes – site especialista em cinema -, sua aprovação é de 94%.

Por outro lado, ao contrário do erótico polonês, a produção ganha destaque por ter um formato de narrativa erótica diferente. De acordo com os espectadores, é um “conto sensual e transcendente do primeiro amor”.

Portanto, se você gostou de 365 Dni, Me Chame Pelo Seu Nome é uma indicação mais do que válida. Entretanto, separe a caixa de lencinhos, porque emoção não vai faltar.

______________________________________
Por Isabela Cagliari – Redação Fala!

Tags mais acessadas