'365 Dni': Crítica, ficha técnica e tudo que sabemos sobre o filme
Menu & Busca
‘365 Dni’: Crítica, ficha técnica e tudo que sabemos sobre o filme

‘365 Dni’: Crítica, ficha técnica e tudo que sabemos sobre o filme

Home > Entretenimento > Cinema e Séries > ‘365 Dni’: Crítica, ficha técnica e tudo que sabemos sobre o filme

O filme erótico polonês, 365 Dni (365 Days), é um grande sucesso no Brasil e no mundo. As cenas fortes de sexo entre os protagonistas e a inusitada história de amor já levaram milhares de assinantes da Netflix a assistirem ao longa. Veja, nesta matéria, tudo sobre 365 Dni, incluindo ficha técnica, enredo e curiosidades sobre os atores e as cenas do filme.

filme 365 dni netflix
Confira tudo sobre o filme do momento: 365 Dni (365 Days), 2020. | Foto: Reprodução.

365 Dni (2020)

O filme é uma adaptação do best-seller homônimo da autora polonesa Blanka Lipinska. O livro é o primeiro de uma trilogia.

Em 365, Laura Biel (Anna Maria Sieklucka) é uma jovem executiva que vai para Sicília, aproveitar as férias, acompanhada do namorado – com quem vive um relacionamento sem graça – e de alguns amigos.

Nos primeiros dias da viagem, Laura é sequestrada pelo chefe da máfia siciliana, Massimo Torricelli (Michele Morrone). Massimo irá fazer de tudo para que Laura o ame no período de um ano.

Ficha técnica – 365 Dni

Título Original365 Dni
Duração: 114 minutos
Lançamento: 7 de junho de 2020 (Brasil)
Distribuidora: Netflix
Dirigido por: Barbara Bialowas, Tomasz Mandes
Classificação: 18 anos
Gênero: Romance, Drama
País de Origem: Polônia

Crítica

365 Dni é um exemplo de como não retratar um relacionamento nas telas.
Por Maria Clara Vaiano – Fala! Cásper

Are you lost, baby girl?” é o que deveria ter sido dito à Netflix por colocar em seu catálogo um filme em que o personagem principal  é um projeto de bad boy machista, extremamente problemático e que prega o fato de que sequestrar uma mulher é uma ótima forma de fazê-la se apaixonar por ele.

Laura e Massimo 365 Dni
Cena de 365 Dni. | Foto: Streamings Brasil.

O filme erótico romântico polonês, dirigido por Barbara Bialowas, baseado em uma série de livros da autora Blanka Lipińska, conta a história de Don Massimo Torriciele (Michele Morrone ), um grande mafioso que, após a perda do pai, procura em todo mundo a mulher que viu na hora que estava entre a morte. Quando ele acha, a rapta, dando à mulher 365 dias para se apaixonar por ele.

A vítima é Laura Biel (Anna-Maria Sieklucka ), uma mulher bem-sucedida profissionalmente e com ela mesma, que vive um relacionamento fraco, quase no fim, com Martin (Mateusz Lasowski), além de ser uma mulher de personalidade forte. Porém, essa personalidade é questionada várias vezes, quando se submete a diversas situações.

A primeira cena do filme já começa um tanto quanto estranha. O pai do protagonista, um senhor, está sentado, conversando com outros dois homens – a cena parece ter saído diretamente  de um clipe de música de algum cantor pop, que se porta como “O mafioso”.

A cena se segue e é revelado que os dois homens estavam traficando crianças e questionavam ao pai se ele não estaria interessado em comprar, o que na hora é negado pelo mesmo. Ele se levanta e caminha até o protagonista, que naquele momento usava um binóculo há poucos metros da mesa para observar uma mulher, e conta sobre o caso. 

Don Massimo – o protagonista – os xinga, porém, é repreendido pelo pai, pois aqueles caras, mesmo fazendo algo repugnante, seriam úteis para o “negócio da família”. Nos instantes seguintes, após o pai lhe dizer que ele herdaria seus negócios – uma cena à la Rei Leão – uma bala atravessa pai e filho. Ambos no chão, muito sangue e murmúrios seguidos de correria, é como a cena termina. De um jeito óbvio e tosco, que é a morte do pai.

Após o desfecho da cena, há um avanço de cinco anos na narrativa, onde as sequências de episódios são muito bem divididas entre o que Massimo faz e o que Laura faz. A passagem tinha tudo para correr bem, Massimo em um escritório de advogados, procurando justiça para a “empresa” da família e, Laura dando um show de maturidade e empoderamento quando um colega  homem tenta diminuí-la na frente do chefe.

Porém, em dado momento, Massimo levanta e ameaça a única mulher na mesa dos advogados a tornar público as suas preferências sexuais. Isso tudo acontece em menos de dezesseis minutos de filme. 

Eu poderia passar dois parágrafos dissertando sobre as atitudes problemáticas e hipócritas de Massimo, como por exemplo, na cena em que ele diz que não irá fazer nada que Laura não queira, porém, no mesmo instante, toca e acaricia o seio da personagem sem pedir e, logo depois, a empurra contra uma parede, tentando beijá-la sem a sua permissão. Ou, quando a obriga a acompanhá-lo em “viagens de negócios” e, o mais importante, quando ele a sequestra.

Até onde todos sabem, ninguém quer ser sequestrado ou se pede permissão para agir assim, contra suas promessas. Essa frase não mais faz sentido após um rapto. Não se demora muito até que a cena de sequestro aconteça, e mais pontos baixos dos filmes apareçam.

Após a noite de seu aniversário ser totalmente uma frustração, com Martin tendo atitudes que a incomodava e não lhe dando atenção, uma garrafa de sua bebida predileta aparecendo do nada, uma ida ao banheiro resultando em um encontro com um desconhecido bonito que profere as palavras: “Are you lost, babygirl?” – que serão repetidas por pelo menos quatro vezes no filme todo – , Laura sai para uma caminhada de noite, que é interrompida por um homem que a dopa.

Há um corte de cena e depois abre para um plano no qual Laura acorda em uma grande cama, trancada em um quarto. A porta é destrancada e ela começa a tentar fugir. Durante a tentativa de fuga, ela se depara com um quadro que estampa seu rosto na sala de estar e, em seguida, surge o nosso projeto de bad boy, soltando a grande frase: “Are you lost, babygirl?”

Segundos depois, descobrimos que, além de atitudes extremamente abusivas e machistas, Massimo também é obsessivo. Já que, em seguida, ele revela que a pintura de Laura está há anos em sua parede, porque ela apareceu para ele como uma miragem e, ao se deparar com ela no aeroporto, dois dias antes do sequestro, ele fez uma pesquisa minuciosa sobre a vida dela, descobrindo até mesmo que o namorado a traía.

O que me faz levantar outro ponto baixo da película: a noção de tempo. A quantidade de tempo em que Laura ficou sob os poderes de Massimo não são ditos e, como eles fazem muitas viagens, não é descrito quanto tempo passa entre uma cidade e outra, e nem qual foi a duração em cada uma.

Quando eles saem em público, um descuido de Massimo permite que Laura consiga fugir e pedir ajuda a dois guardas, que ignoram o pedido por conta da presença do mafioso no local, o que foi uma boa representação de como muitos casos de sequestros são tratados por policiais, quando o sequestrador tem certa influência.

sequestro em 365 dni
Laura e Massimo saem em público. | Foto: Blog – Portal T5.

Um dos poucos pontos altos da trama é a atuação de Sieklucka e Morrone. A personagem de Laura caiu bem na atriz polonesa, mostrando a potência da mesma e do que ela é capaz de fazer. Uma vez que a personagem transita com muita fluidez entre mulher de personalidade forte que não se deixaria submeter a homem nenhum e, em alguns momentos, submissa aos desejos de um homem, o que a descaracteriza. Isso tudo acaba causando certa confusão sobre a identidade da personagem, porém, nos faz ter simpatia por ela.

A atuação de Morrone também é boa, apesar do personagem ser bem problemático e difícil de gostar. Sua atuação consegue fazer com que Massimo seja mais suportável. Não somente pelo físico do ator e beleza, mas pela atuação e movimentos faciais. Sua face e olhar mudam de acordo com o sentimento do personagem. Além disso, outros pontos altos são a iluminação e o jogo de luzes baseada em cores azul, vermelho e roxo, que são bem utilizados, o que ajuda a criar um clima sensual e, ao mesmo tempo, tenso.

A personagem de Magdalena Lamparska (Olga) – a amiga sensata de Laura -, que a incentiva várias vezes a fugir de Massimo, apoiando-a até o final; a trilha sonora que conta com a voz e músicas de Morrone e os últimos dez minutos de filmagem – de um filme de quase duas horas com várias cenas gráficas de sexo e ação -, somente os únicos dez minutos me surpreenderam de um modo bom. A grande jogada do filme são as cenas sexuais e o físico dos atores, além do trailer quente, que chama a atenção e incentiva o consumo do mesmo.

O filme 365 Dni debutou com os seus esperados 0% de aprovação da crítica e, surpreendentemente, 31% do público – 428 votos – porém, mesmo com uma pontuação fraca, a continuação está cotada. Agora, é esperar para que sua continuação não tenha um enredo que parece ter sido feito nos 45 segundos do último tempo, com várias falhas e fraquíssimo no quesito de deixar várias questões em voga, como: tempo de permanência de Laura, como Massimo conseguiu tanta informação de Laura em poucos dias, sua relação com ela e quais são os negócios de sua máfia e como funcionam.

Além de torcer para que a autora e diretora, nesse novo filme, não romantize qualquer atitude tóxica ou abusiva, colocando-as como algo a se procurar.

Síndrome de Estocolmo

365 Days tem causado polêmica por sua apologia à Síndrome de Estocolmo. O estado, em que a vítima acaba criando afeição por seu agressor, acontece no filme, visto que Laura (Sieklucka) é sequestrada por Massimo (Morrone), e acaba apaixonando-se por ele.

Para entender melhor o que é, como surgiu e outras produções que abordam esse comportamento, confira a nossa matéria completa sobre a Síndrome de Estocolmo. Lá é possível ver também algumas opiniões de quem já assistiu o filme.

Michele Morrone, o Massimo Torricelli de 365 Dni

michele morrone massimo torricelli
O ator Michele Morrone, o Massimo de 365 Dni. | Foto: Reprodução/Montagem.

O protagonista do filme, Massimo Torricelli, é interpretado pelo ator Michele Morrone, de 29 anos. O ator já participou de muitos filmes e séries, inclusive um filme nacional, Duetto, onde contracenou com Rodrigo Lombardi, Marieta Severo e outros brasileiros. Atualmente, é possível vê-lo na série L Processo (2019), disponível na Netflix.

Divorciado da designer Rouba Saadeh, com quem tem dois filhos, Morrone também é modelo e cantor. É ele que canta algumas das músicas de 365 Dni, como o sucesso “Feel It”.

O ator e cantor teve uma forte depressão que quase colocou fim em sua carreira. Em de fevereiro desse ano, Morrone postou uma mensagem comovente em seu perfil do Instagram, na qual admitiu que há um ano e meio ele queria abandonar tudo, inclusive a carreira de ator.

Em entrevista ao site polonês Dziennik Zachodni, Morrone disse que decidiu compartilhar sua história com a depressão, “porque as pessoas que lutam contra a depressão pensam que nunca sairão dela”.

Anna Maria Sieklucka, a Laura Biel de 365 Dni

Anna Sieklucka, é uma atriz polonesa de 28 anos. Antes da fama em 365 Dni, a atriz, cuja aparência tem sido comparada à da influenciadora e também atriz, Flávia Pavanelli, fez alguns trabalhos no cinema e no teatro, dentre eles, uma participação na série médica polonesa Na dobre i na złe (Para o Bem e Para o Mal, em tradução livre).

atriz 365 days
Anna Maria Sieklucka, a Laura, de 365 Dni. | Foto: Reprodução/Montagem.

Em entrevista ao portal polonês Gala, Sieklucka disse que estava bem nervosa em sua audição para 365 Dni. Quando questionada se teve dúvidas antes de aceitar o papel, a atriz confessou que teve sim, “um momento de hesitação”.

Nesta mesma entrevista, quando questionada sobre como foi gravar as cenas fortes de sexo, a atriz relatou que foi preciso esforço para não ficar com vergonha. Mas que, com o decorrer das filmagens, foi ficando mais fácil contracenar com Michele (Massimo), e que o colega passou muita segurança para ela.

Aliás, sobre o parceiro de cena, a protagonista de 365 Dni contou qual foi a sua primeira reação ao saber que contracenaria com o ator italiano. “Foi um grande ‘uau’ porque Michele é um cara muito carismático. Eu sou mulher [risos], então, é claro que a sua aparência causou uma excitação”, explicou Sieklucka (em tradução livre).

Sobre sua vida pessoal, Anna Sieclucka falou do namorado, o diretor Lukasz Witt-Michalowski, 18 anos mais velho que ela. Sieclucka mencionou que ele apoiou a sua atuação em 365 Dni, afirmando ter orgulho da amada.

A atriz ainda falou sobre as críticas que o filme vem recebendo, dentre elas, sobre a objetificação feminina. Ela explicou o que pensa sobre isso e ainda qual é a sua visão sobre o feminismo.

Klaudia El Dursi rejeitou papel em 365 Dni por causa de uma cena

No início de 365 Dni, acontece umas das cenas mais chocantes e ousadas. Massimo está em um avião com alguns de seus homens quando, aparentemente aborrecido com problemas nos negócios, procura a aeromoça, que faz sexo oral nele.

A modelo Klaudia El Dursi foi convidada para interpretar a aeromoça, no entanto, rejeitou a oferta. Ela afirmou que, por ser mãe, não poderia imaginar seus filhos assistindo àquela cena.

Veja quais são os minutos exatos das cenas de sexo:

11:00 Cena do avião.
35:53 Cena quente no provador.
44:05 Cena no chuveiro.
47:51 Tensão no avião.
52:50 Massimo provoca Laura.
1:07:30 Cena do barco (a mais picante do filme).
1:17:30 Cena do banheiro.
1:31:41 Laura reencontra Massimo em seu quarto.

As cenas de sexo em 365 Dni são reais?

As cenas fortes de 365 Dni geraram dúvidas nos espectadores. Depois que muitos questionaram se as cenas fortes de sexo eram reais, o diretor do filme resolveu explicar como as cenas quentes foram produzidas.

Bartek Cierlica, diretor de fotografia do filme, explicou à Variety que a sua intenção era que as cenas parecessem reais. E as câmeras e os ângulos foram fundamentais para atingir esse objetivo. Salientou ainda, que os atores não se relacionaram verdadeiramente nem no filme, nem fora dele.

Criamos a atmosfera mais íntima que conseguimos para esses atores. Reduzimos a equipe de set no mínimo que conseguimos. […] Nós queríamos que o sexo fosse autêntico.

Explicou Cierlica (em tradução livre).

Além disso, o diretor afirmou que 365 Dni não é um filme pornográfico, embora alguns espectadores o tenham chamado de “pornô disfarçado”.

Nós queríamos que o espectador ouvisse os sussurros deles, a respiração pesada e nós queríamos mostrar o suor, a paixão. Seja natural, autêntico, mas não cruze a linha da pornografia.

Concluiu (em tradução livre).

Depois do diretor de fotografia responder os questionamentos sobre a veracidade das cenas de sexo no filme, foi a vez do protagonista, Michele Morrone, o Massimo Torricelli, falar com fãs que perguntaram se as cenas quentes eram reais. O ator perguntou, em live: “Parecia real?” Confira.

Final explicado de 365 Dni

Na cena final de 365 Dni, enquanto Laura e sua amiga Olga (Magdalena Lamparska) voltam da prova do vestido de noiva, Mario, um dos homens de Massimo, é informado de que os inimigos da máfia pretendem matar Laura.

Mario tenta avisar o casal, mas não consegue. Quando ele chega na casa de Massimo, parece que já é tarde demais, visto que o chefe da máfia perdeu a comunicação com Laura, depois que o carro em que ela está, entra em um túnel.

Sem dizer nenhuma palavra, Massimo apenas olha para Mario e cai ajoelhado no chão, lembrando-se dos momentos com Laura. Logo após, é possível ver que o carro onde Laura estava não saiu do túnel e, agora, há uma viatura da polícia parada na entrada dele. Dá-se a entender que a gangue rival de Massimo conseguiu matar Laura.

365 Dni vai ter continuação?

Embora nada tenha sido divulgado oficialmente, visto que 365 Dni é baseado no primeiro livro da trilogia de Blanka Lipinska, as chances dos outros livros também serem adaptados é grande. O enorme sucesso do primeiro filme poderá ser o estopim para uma sequência.

O que já sabemos sobre a sequência de 365 Dni

365 dni livro
O que podemos esperar da continuação de 365 Dni ? | Foto: Reprodução.

No segundo livro de Blanka Lipinska, Ten Dzień, descobrimos que Laura está viva. Além disso, está grávida de Massimo e a briga entre máfias continua afetando seu relacionamento com o galã.

Se Ten Dzień também for adaptados para as telas, os fãs provavelmente verão o casamento entre Laura e Massimo. Mas o final feliz ainda não terá chegado. Assim como Laura se apaixonou pelo seu sequestrador no primeiro filme, ela começará a desenvolver sentimentos pelo chefe da máfia rival, que a sequestra nessa sequência.

O livro também apresenta um gêmeo britânico para Massimo. Se 365 Dni ganhar uma sequência, é provável que o filme comece logo após os eventos finais do primeiro filme, com a notícia da gravidez de Laura.

_________________________________
Por Rafaele Oliveira – Redação Fala! e Maria Clara Vaiano – Fala! Cásper

Tags mais acessadas