10 curiosidades sobre o Qatar, país que sediará a Copa do Mundo 2022
Menu & Busca
10 curiosidades sobre o Qatar, país que sediará a Copa do Mundo 2022

10 curiosidades sobre o Qatar, país que sediará a Copa do Mundo 2022

Home > Entretenimento > Cultura > 10 curiosidades sobre o Qatar, país que sediará a Copa do Mundo 2022

Qatar, sede da Copa do Mundo 2022, é um pequeno país do Oriente Médio, considerado o mais rico do mundo por renda per capita, e isso ocorre graças ao petróleo e ao gás natural que movimenta a economia do país. O Qatar é localizado na península arábica, com uma área de 11.610 km2, ou seja, com 10 estádios do tamanho do Maracanã, seria possível ocupar todo o espaço territorial do país. A população é de mais de 2 milhões (2.743.901) de habitantes,  sendo  75% dela estrangeira, esse fato  ocorre devido a alta  demanda de trabalho no pais, e a falta de  mão de obra. Assim muitos trabalhadores chegam de outros países com a família  e acabam virando residentes  no Qatar. 

A maioria dos estrangeiros é de países árabes vizinhos, como Índia e Filipinas, ocupando os trabalhos na construção civil, de garçons e atendentes de caixas em supermercados, assim como atendentes de lojas em geral. Doha é a capital do país, e é lá que ficam os prédios mais futuristas do Qatar. A religião predominante no país é o islamismo, em qualquer lugar do Qatar é possível encontrar mesquitas para orações, até mesmo nos shoppings.

 Agora que você já conhece um pouquinho do Qatar, vamos para as 10 curiosidades que você precisa saber sobre esse país.

Qatar
The Pearl (A pérola). | Foto: Jeciane Fernandes

10 curiosidades sobre o Qatar

Qatar
Centro financeiro de Doha. | Foto: Jeciane Fernandes

1. Roupas curtas e decotadas são proibidas em locais públicos 

Pode até parecer bobagem para alguns, mas a verdade é que uma roupa no Qatar pode te levar a prisão. Por se tratar de um país mulçumano, as regras de como se vestir são bem rígidas, não pense que você vai poder andar pelas ruas livremente com um short curto, ou um cropped, nada disso! Se você sair de casa assim, certamente será parado por algum policial ou algum religioso mulçumano, e imediatamente impedido de dar um passo à frente, eles te exigirão que volte pra casa (hotel), até que  se vista adequadamente, cobrindo os ombros, ou qualquer tipo de decote, assim como também, usando  roupas que sejam no mínimo, na altura dos joelhos. 

No Qatar, não é necessário que estrangeiros usem os tradicionais trajes mulçumanos( burca- vestimenta conservadora feminina, candura-vestimenta conservadora masculina), porém, é preciso muita cautela na hora de se vestir e ir “turistar” na cidade, para que o seu passeio não seja barrado.

2. Para morar no Qatar você é obrigado a fazer testes, como o de HIV

Atualmente existem 48 países que de alguma forma restringem a viagem em relação ao HIV, entre eles está o Qatar. Para virar residente neste país, você é obrigado a fazer exame de sangue, para teste de HIV, hepatites, e também é submetido a um raio-X dos pulmões, para diagnóstico de tuberculose ou doenças pulmonares contagiosas. O país usa esse tipo de restrição para prevenir a transmissão  dessas doenças.

3. É proibido morar (ou se hospedar) com alguém do sexo oposto, caso não seja casado

A menos que seja familiar, é proibido morar na mesma casa com pessoas de sexo oposto. No país, a formicação é crime, por isso, mesmo que duas pessoas de sexo oposto namorem, só é permitido morar junto, se forem casadas, muitas pessoas que recebem contrato de trabalho no Qatar, acabam casando antes de mudar para o país, pois a pena para quem pratica o ato, pode ser várias chibatadas, por isso é melhor prevenir e não dá bobeira.

4. São proibida as vendas de bebidas alcoólicas, carne de porco e seus derivados em supermercados, assim como também, o consumo destes em locais públicos do Qatar

Se você gosta de uns bons drinks e um saboroso bacon, não fique triste! Pois a bebida e o suíno não foram totalmente banidos do país. Nos hotéis você pode consumir livremente os seus drinks favoritos, mas vai ter que gastar uma nota por eles, as bebidas costumam ser bem caras, isso ocorre para evitar o consumo excessivo. Já o suíno, pode ser facilmente encontrado em um mercado feito para estrangeiros, onde é proibida a entrada de mulçumanos, porém, você precisa ser credenciado, e não é só isso, somente residentes têm esse direito, pois a empresa que o contratou é responsável pelo credenciamento do contratado.

5. Para frequentar baladas e consumir bebidas alcoólicas precisa ser maior de 21 anos de idade

No país, a maior idade é considerada a partir dos 21 anos, diferente do Brasil que é a partir dos 18. Sendo assim, as baladas que acontecem somente em hotéis, são restritas para adultos maiores de 21, como também o consumo de bebidas.

6. Mulheres e homens não podem frequentar alguns locais juntos no Qatar

Se aqui no Brasil é comum às vezes o marido esperar a mulher no salão de beleza, no Qatar, é proibido, e isso acontece também para mulheres, que são proibidas de entrar em barbearias. Locais com sala de espera, como de hospitais, também existem separações para homens e mulheres, assim um não pode entrar no local restrito do sexo oposto.

7. Afeto em público é proibido

Coisas simples como abraçar carinhosamente, trocar caricias e beijos em público, é crime no país, e o código penal do Qatar é bem rigoroso, pois a pena pode ser encarceramento e chibatadas.

8. O final de semana começa na sexta-feira

Por conta das tradições da religião muçulmana, o final de semana no Qatar começa na sexta-feira, sendo assim, o domingo fica sendo o primeiro dia da semana. Em relação ao fuso, o Qatar está a 6 horas a frente do horário de Brasília.

9. É crime ignorar o Ramadã

O Ramadã é um evento tradicional da cultura islâmica, que acontece anualmente durante um mês, a data sempre muda, pois é baseado no calendário lunar, seguido pelo Islã. Neste período os mulçumanos  abstém-se  de prazeres,  fazem jejum durante todo o dia, dedicam-se a orações e a caridades, nessa época os hotéis fecham seus  bares e restaurantes, e todos estabelecimentos de comida fecham durante dia, abrindo somente a noite, quando os mulçumanos podem fazer banquetes e saírem do jejum. Se você ignorar o ramadã, e for pego comendo, ou até mesmo bebendo água em local público, você pode ser preso por desrespeito ao Ramadã, que é sagrado para os muçulmanos.

10. Por lei, não se pode fotografar sem autorização 

Sair para “turistar” e não tirar fotos pode ser um pesadelo para muitos. Pois bem, no Qatar, esse pesadelo é real, por lei, não se pode fotografar sem autorização. Fazer uma simples selfie e não observar o que está atrás de você, pode te trazer sérios problemas, pois se na foto aparecer algum árabe conservador, ele pode confiscar seu celular e solicitar que a foto seja apagada, isso é aplicado para locais públicos também, como fotografar casas de um bairro, ruas ou restaurantes, por isso,  é sempre bom olhar em volta antes de fazer aquela foto, e  rezar para que ninguém confisque o seu celular ou máquina fotográfica.

______________________________
Por Jeciane Fernandes – Fala! Universidade Cruzeiro do Sul 

Tags mais acessadas