Home / Colunas / Como Posso Ajudar? – Conheça a página que te ajuda a se engajar em projetos sociais

Como Posso Ajudar? – Conheça a página que te ajuda a se engajar em projetos sociais

Em paralelo a globalização e os grandes avanços tecnológicos, estamos nos deparando cada vez mais com o aumento da desigualdade social, com os graves problemas de saúde e com a falta de condições para quem enfrenta a crise financeira sem muitos recursos.

É pensando nisso, e em todos os problemas que este assunto possa envolver, que a página “Como Posso Ajudar?” veio ao mundo, trazendo indicações de projetos voluntários para as pessoas se engajarem.

Confira a nossa entrevista com o criador do projeto, Rafael Baraldi, e saiba mais sobre essa iniciativa:

FALA!: Rafa, obrigado pelo seu tempo! O projeto foi idealizado apenas por você? Ou tem mais alguém por trás?

Rafa: Eu tive a ideia há um tempão atrás, nos primeiros anos de faculdade, mas só consegui começar mesmo depois que eu passei por uma cirurgia na coluna e fiquei naquela vibe de querer realizar os projetos que a gente tem, sabe? A partir daí comecei a falar com alguns amigos, e em cada episódio tem algumas pessoas que ajudaram, na edição, na produção, mas sem dúvidas muita gente colaborou para que acontecesse de fato. Inclusive meus pais, que filmaram a maioria dos episódios.

13254162_1717120788576056_3953484274958661274_n

FALA!: Qual é o objetivo central deste projeto?

Rafa: A ideia do “Como posso ajudar?” é mostrar para a galera que a gente não precisa ir pro outro lado do mundo ou ser milionário para poder fazer a diferença, e com isso inspirar as pessoas a terem fé de que é possível fazer o bem de diversas formas.

Tem muitas pessoas precisando da gente na nossa própria cidade, você pode ser palhaço em hospitais, ser voluntário em instituições que ajudam crianças, visitar casas de repouso, enfim.. Tem muitas maneiras de ajudar o próximo, como é o caso do Fernando (Fernando Aguzzoli), que a gente entrevistou. Ele largou a faculdade e o trabalho para cuidar da avó que estava com Alzheimer – pode parecer uma atitude simples para algumas pessoas, mas a diferença que ele fez na vida da avó dele sem dúvidas é muito legal e motivadora para todos aqueles que têm parentes ou amigos com esta doença.

13164310_1716436355311166_6653200090673945331_n

FALA!: Você acredita que nos dias atuais as pessoas estão mais engajadas em projetos sociais para “colocar no currículo” ou para ajudar de forma legítima uma causa ?

Rafa: Eu acredito de coração que a maioria das pessoas tem um sentimento legítimo, uma vontade de se sentir útil pra humanidade, de saber que não veio ao mundo só pra ganhar dinheiro etc… O que eu acho demais! Mas acho que existe uma pequena parte de pessoas que faz trabalhos sociais só para o currículo. De qualquer maneira, fazer o bem é tão transformador que até essas pessoas no final acabam sendo transformadas de verdade.

 

FALA!: De todos os projetos que você já divulgou, tem um que mais te tocou?

Rafa: Eu gosto de todas as histórias, e foi muito emocionante fazer o episódio sobre a água. É sobre um menino canadense que com 6 anos de idade ouviu que na África muitas crianças morriam de sede por não terem acesso à água limpa, e então ele começou a juntar dinheiro com os amigos e vizinhos para financiar um poço artesiano na África.

Hoje em dia a ONG (Ryan´s Well Foundation) que surgiu depois desse episódio já proporcionou o acesso a água limpa para quase um milhão de pessoas. É uma história muito legal, porque mostra como a empatia de uma criança foi capaz de transformar muitas vidas! Sem dúvidas eu adorei entrevistar o Ryan ( O menino canadense ) e conhecer toda a história dele e da ONG.

FALA!: E como você achou tanta gente interessante assim?

Rafa: Cada episódio tem sua própria história, mas antes de começar a gravar as entrevistas eu meio que fiz um “caça-genteboa” – sempre que ouvia alguma história legal, ou quando eu conhecia alguém, eu anotava e pesquisava. Já aconteceu até de eu conhecer uma das entrevistadas numa entrevista de estágio.

FALA!: O projeto “Como Posso Ajudar?” pretende ir além de projetos sociais?

Rafa: Atualmente a ideia é comunicarmos todas essas boas histórias, e ajudar de fato essas causas que são tão legais a crescerem e a ajudarem cada vez mais pessoas. Mas toda boa ideia é muito bem vinda!

FALA!: Qual dica você daria para quem pretende se engajar em alguma causa solidária?

Rafa: Eu aprendi com o “Como posso ajudar?” que a melhor dica para alguém que quer se engajar em um projeto social é dar o primeiro passo, independente das dificuldades que você possa encontrar. Quando você começar a fazer algo que realmente acredita, tudo vai ser diferente e as coisas fluirão da melhor maneira.

Por: Redação Fala! Universidades

Confira também

DSCN1046

10 fatos que comprovam a supremacia puquiana no JUCA 2017

Mesmo tendo ficado em penúltimo colocado na classificação geral, a PUC mostrou que sabe fazer ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>