Home / Universidades / Cásper / Cásper realiza sarau e incentiva a arte

Cásper realiza sarau e incentiva a arte

Por Mattheus Goto – Fala! Cásper

 

Organizado e pensado pela Coordenadoria de Cultura Geral, está sendo realizado durante a Semana Integrada de Comunicação o “Sarau 2017 – O Momento de Usar a Boca de Outros Jeitos“, primeira exposição de diversas obras de arte da faculdade. Entre sentimentos, grafites, desenhos e fotografias, alunos, ex-alunos e professores também tiveram a oportunidade de declamar poemas autorais ou de autores inspiradores. O intuito é de aumentar o espaço para os amantes das artes, incentivar o afloramento dos talentos e aliviar a rigidez acadêmica.

Foto: Julia Dal’Ava

 

Em murais, os casperianos esbanjam aptidão visual com fotografias atentas a um mundo que ninguém vê, imagens abstratas cheias de história e desenhos com cores vívidas. Alguns artistas puderam explicar um pouco suas obras, desde os deslizamentos de Mariana, em Minas Gerais, até intercâmbios malsucedidos nos Estados Unidos.

Foto: Julia Dal’Ava

 

Dando sequência, foram distribuídos livros renomados, com poemas e haikais, com o intuito de dar mais uma base para o poeta dentro de cada um. As pessoas se reuniram em uma roda, enquanto um dos alunos tocava violão, e declamaram poemas que compartilham da verdade individual. Entre nomes conhecidos, foram mencionados Carlos Drummond de Andrade, Clarice Lispector e Cecília Meireles e, entre nomes casperianos que provavelmente serão conhecidos, poemas autorais apresentados previamente por um “não escrevo muito, mas quis demonstrar este sentimento” ou um “sou tímida”.

Foto: Julia Dal’Ava

 

Assim, a lousa da sala virou o Abrigo dos Poetas e os sentimentos do papel se tornaram realidade. Qualquer pessoa que quiser expor sua obra está à vontade para pendurá-la na lousa ou nos murais, que permanecerão montados e na guarda dos poetas por toda a semana.

Os poetas que já participaram da experiência afirmam que o resultado foi de um verdadeiro sentimento de apoio, acolhimento e abrigo de um para o outro. Os poetas não pragmáticos, porque todos somos poetas, dizem que foi uma ótima atividade para conhecer o mundo lírico para quem não tem muito contato com ele. De tal forma que todos, incluindo os professores, entram em consenso com o fato de que o evento deveria ocorrer mais vezes por ano.

Foto: Julia Dal’Ava

 

Esse cenário tão agradável para libertar-se, desabafar e desestressar chegou ao fim com gosto de “quero mais”, ao som do violão e das rimas eternas na mente.

Confira mais fotos do sarau casperiano, por Julia Dal’Ava:

 

Confira também:

– Casper Líbero realiza campanha de doação de sangue

– Cantando na Chuva – confira nossa resenha sobre o musical

 

Confira também

39° Semana de Jornalismo PUC-SP abordará o tema “Jornalismo na América Latina”

Por Leticia Assis – Fala! PUC   A 39° Semana de Jornalismo, organizada pela Pontifícia ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *