quarta-feira, 22 maio, 24
HomeUncategorizedWalewska Oliveira: entenda o caso da morte da atleta

Walewska Oliveira: entenda o caso da morte da atleta

A manhã da última quinta-feira (21) foi dolorosa para o Brasil, principalmente, para os fãs de esporte. Walewska Oliveira, uma das maiores jogadoras de vôlei do Brasil, nos deixou, de forma inesperada.

A ex-jogadora de vôlei e campeã olímpica, morreu aos 43 anos, em 21 de setembro de 2023, em São Paulo. A investigação segue acontecendo para apurar o que aconteceu. Contudo, a causa da morte não foi oficialmente divulgada. A polícia acredita que ela tenha caído do 17º andar do prédio onde estava hospedada.

A despedida da atleta é uma tragédia que, sem dúvidas, deixou um grande vazio no mundo do vôlei. Decerto, ela era uma atleta brilhante e uma pessoa inspiradora. Portanto, é necessário falar sobre o que aconteceu, mas sempre com respeito, pensando em Walewska como pessoa, profissional e também nos familiares.

No esporte, quem era Walewska?

Libriana, nascida em Belo Horizonte, no início de outubro (01). Walewska começou sua trajetória no mundo do esporte pela Vila Olímpica, supreendentemente, nadando.

No vôlei, ocupava a posição central, jogando pela seleção brasileira feminina em três Olimpíadas consecutivas, com início em 2000. Ela conquistou a medalha de bronze com a seleção em Sydney, na Austrália, e a medalha de ouro nas Olimpíadas de 2008, em Pequim.

A atleta também foi campeã do Grand Prix de Voleibol em 2004, 2005, 2006, 2008, 2009 e 2010. Aliás, ela é a melhor central de 2005, 2006 e 2008, pelo Grand Prix. Ainda no Grand Prix de 2008, Walewska foi a melhor bloqueadora do mundo.

O que aconteceu com Walewska Oliveira?

Afinal, o que se sabe sobre o ocorrido? Em suma:

  • Walewska estava em São Paulo para a divulgação de sua biografia “Outras redes”.
  • Ela havia participado de um evento na noite anterior à sua morte e estava programada para participar de outro evento, na manhã do dia seguinte.
  • Funcionários do prédio encontraram o corpo de Walewska, por volta das 6h da manhã da sexta-feira, dia 22 de setembro.
  • A polícia foi chamada ao local e abriu uma investigação para determinar as circunstâncias da morte.
  • Walewska estava hospedada no apartamento de um amigo, que não estava presente na hora do acidente.
  • Oficiais encontraram uma taça de vinho vazia e uma carta no apartamento. A carta não foi divulgada ao público oficialmente, mas acredita-se que o conteúdo seja de despedida. Isto é, a Polícia Civil paulista apura a suspeita de suicídio no caso.

Walewska: “uma verdadeira campeã”

A Missa de Sétimo Dia da jogadora foi celebrada na quarta-feira (27), na Paróquia Santo Antônio da Pampulha, no bairro Jaraguá (BH). Amigos, familiares e parceiro(as) compareceram para lembrar dos bons momentos ao lado de Walewska. “É um momento mais para despedir, para rezar, que ela encontre a paz… Acho que a Wal, não consigo falar tudo que representou. Momento de rezar e confortar os familiares” disse a jogadora Carol Gattaz, para o G1.

  • A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) emitiu uma nota de pesar, dizendo que Walewska era “uma das maiores jogadoras de vôlei do Brasil e do mundo”.
  • A Federação Internacional de Voleibol (FIVB) também emitiu uma nota de pesar, dizendo que Walewska era “uma verdadeira campeã”.
  • Várias jogadoras de vôlei, incluindo Sheilla Castro, Fabiana Claudino e Fernanda Garay, prestaram homenagens a Walewska nas redes sociais.

Sem dúvidas, a morte de Walewska Oliveira é impactante, já que se trata de uma perda irreparável para o esporte e para o país. Entretanto, sua memória será sempre prestigiada com carinho. Assim, precisamos lembrar de Walewska como uma das maiores jogadoras de vôlei do Brasil e do mundo.

ARTIGOS RECOMENDADOS