Arquivos de poesia - Fala! Universidades
Menu & Busca
Tag

poesia

Notícias sobre poesia


Home > poesia

poema
05/11/2020

Poema – Um conto de interesse: (osore) que forma o medo assume

Eu sou uma mulher muito assustadaEu tenho medo das folhas duras que esmagam o chão, medo dos simples insetos que consertam a terra, medo do conformismo bucólico, medo de mulheres bonitas, medo de cair, medo de estar quebrada Eu sou uma mulher muito assustadae ainda ouço sussurros ao redorde pessoas que parecem confiar na minha artificialidadeSou insegura, me sinto sozinhaEu sou uma mulher muito assustadaOlhos arregalados, ossos espalhados Eu sou meu próprio desenlaceMentalmente sou viciada em histórias docesSonhos efêmeros concluídos pela busca de palavrasEu sou uma mulher muito assustadaSerendipidade de medos.

Leia Mais
19/03/2020

Poesia: Bailarina de Coração Partido

A bailarina de coração partido que vive dentro de mim Dança na frente de um urso, bebe água da pia Olha as pessoas através da fechadura da porta Ela tem um cabelo curto rosa, nervoso e louco Sussurrando para árvores Garota sem coração que não tem nenhum lugar para ficar Fora do gabinete do telefone, alguém ligou para ela Era seu irmão sem rosto Dizendo “Desculpe se peguei o lado bom das coisas”

Leia Mais
Poesia - Onipresente Liberdade
18/03/2020

Poesia – Onipresente Liberdade

Você queria sempre tudo sob seu controle Mas esqueceu que nasci mulher Tempestade e vendaval Filha dos campos abertos Sangue de revolucionária, autônoma e soberana Sou mulher Livre de qualquer submissão, livre para dizer “não”

Leia Mais
Poesia: Aviões de Papel
17/03/2020

Poesia: Aviões de Papel

Quando criança e até agora eu acreditava que se Eu rezasse o suficiente, sonhasse o suficiente Um dia magicamente minha aparência mudaria Isso foi tudo o que eu sonhei Perturbada por modelos, rostos sem coração e espelhos imutáveis Aparência para mim é uma faca afiada pronta para me matar É o assassino que me segue até minha casa, mas nunca é bem-sucedido 

Leia Mais
01/06/2019

Poema: Efêmero

Texto e foto por Lívia Marques – Fala!Cásper Acordou, tomou banho, vestiu-se e sentou-se à mesa. Tomou café, leu o jornal, levantou-se, beijou-me o rosto e foi embora.

Leia Mais
Tags mais acessadas