Saiba por que os shampoos veganos são ideais para cabelos secos e oleosos
Menu & Busca
Saiba por que os shampoos veganos são ideais para cabelos secos e oleosos

Saiba por que os shampoos veganos são ideais para cabelos secos e oleosos

Home > Lifestyle > Saiba por que os shampoos veganos são ideais para cabelos secos e oleosos

O mundo dos cosméticos veganos tem se expandido cada vez mais. Ainda assim, muitas pessoas têm uma certa resistência em trocar os produtos tradicionais por veganos. Talvez, por acharem que não tão eficientes. Mas, na verdade, os cosméticos veganos não perdem em nada para os tradicionais. Engana-se quem pensa que só se encontram bons ativos para a formulação de cosméticos no mundo animal, o shampoo vegano é muito atrativo hoje em dia, por exemplo.

Atualmente, existem muitas marcas e investimentos neste nicho de cosméticos veganos. Cada vez mais, descobrem-se alternativas no mundo vegetal. A natureza nos oferece diversos ativos milagrosos para incluir na rotina e as marcas veganas são ótimas opções para conciliar o autocuidado com a preservação ambiental.

Um item indispensável no chuveiro é o shampoo e, com certeza, esse é um dos cosméticos que as pessoas têm mais resistência em adquirir um vegano. Muita gente acredita que o produto não vai limpar o cabelo direito ou vai deixar muito ressecado. Mas não é bem assim. Os shampoos veganos são ideais para qualquer tipo de cabelo e podem trazer diversos benefícios para os fios e couro cabeludo. Saiba tudo que os shampoos veganos podem te proporcionar e qual escolher para o seu tipo de cabelo.

shampoo vegano
Os shampoos veganos podem trazer diversos benefícios para todos os tipos de cabelo. | Foto: Montagem/Reprodução.

Shampoo vegano x Shampoo tradicional

Antes de tudo, é importante entender as principais diferenças dos shampoos veganos para os tradicionais. Os veganos são aqueles que não fazem teste em animais e nem usam nenhum ingrediente de origem animal. Já os tradicionais são totalmente ao contrário: costumam fazer testes e ter componentes de origem animal. Segundo a PETA, um shampoo pode conter mais de 20 ingredientes de origem animal, entre eles, podemos citar a glicerina, o pantenol, os aminoácidos, a vitamina B, o colágeno e o mel.

Assim, a maioria dos shampoos veganos costumam ter ingredientes de origem vegetal, sendo mais naturais e menos nocivos à saúde.

Shampoo líquido x Shampoo em barra veganos

Entre os shampoos veganos, não só existem opções para todos os tipos de cabelo, como também existem opções de texturas e formatos para diferentes gostos. Os shampoos veganos têm versões líquidas, que se assemelham mais aos tradicionais em questão de textura e os shampoos veganos em barra, que se assemelham ao formato de um sabonete e também trazem vantagens ecológicas, uma vez que possuem uma maior durabilidade e embalagens mais simples.

As versões em barra são ótimas opções para quem quer economizar na compra dos shampoos e quer diminuir consideravelmente a produção de lixo. No entanto, seu formato foge ao tradicional e muitas pessoas têm dificuldade de se adaptar. Assim, para essas pessoas, o shampoo líquido pode ser uma boa opção para deixar de lado o tradicional e diminuir a crueldade animal. Entenda as vantagens e desvantagens de cada um e conheça opções de alguns produtos para decidir qual se encaixa melhor à sua rotina.

Shampoo vegano líquido

Os shampoos veganos na versão líquida oferecem praticidade e boa adaptação para quem quer começar a trocar os cosméticos convencionais pelos veganos. Apesar de gerar mais lixo do que os shampoos em barra, devido à embalagem maior e menor durabilidade, os shampoos veganos líquidos costumam ter embalagens recicláveis.

Assim, com essa troca simples, já é possível fazer uma pequena diferença no mundo. Além disso, existem shampoos líquidos e veganos para todos os tipos de cabelo. Confira um guia para escolher o ideal para as características do seu cabelo.

Shampoo vegano líquido para cabelos oleosos

Muitas pessoas com cabelos oleosos demonstram receio de aderir aos shampoos veganos, pensando que eles podem não limpar bem. Mas, na verdade, não é só o detergente dos shampoos convencionais que faz essa tarefa, vários ingredientes de origem vegetal ajudam a controlar a oleosidade.

Inclusive, existem óleos vegetais e essenciais conhecidos como seborreguladores. Então, na hora de escolher o shampoo vegano, dar uma olhada na composição do produto e encontrar alguns desses óleos pode ser um sinal que o produto vai cumprir bem a função.

3 óleos para ajudar no controle da oleosidade

  1. Óleo vegetal de Jojoba: é um óleo extraído da jojoba, uma planta nativa da América do Norte. É composto por ceramida, ácido mirístico e vitaminas A, B1, B2 e E. Nesse sentido, o ativo proporciona hidratação e umectação, já que a ceramida traz um aumento da capacidade de retenção de água. Além disso, o óleo de jojoba é um dos mais famosos por controlar a oleosidade do couro cabeludo, isso ocorre porque é composto por ésteres de cera, que se aproxima muito do sebo produzido pelo próprio corpo humano. Assim, seu uso ajuda a equilibrar a produção de sebo, fazendo com que não haja nem deficiência nem exagero.
  2. Óleo vegetal e essencial de alecrim: é um óleo extraído do alecrim, planta aromática que tem origem no Mediterrâneo. Rico em diversas propriedades, o óleo de alecrim possui versão vegetal e essencial e auxilia no controle de diversos problemas do couro cabeludo, como esse de oleosidade, dermatite seborreica, caspa, entre outros. Algumas de suas propriedades são: estimular o fluxo sanguíneo e promover ação anti-inflamatória, antifúngica e antibacteriana.
  3. Óleo essencial de Melaleuca: também conhecido como óleo de tea tree, o óleo de melaleuca é extraído da árvore do chá (tea tree), que floresce em áreas de pântano e, atualmente, é cultivada na Europa, Ásia e América do Sul. O ativo proporciona ação anti-inflamatória e antifúngica, sendo útil no tratamento de caspa, psoríase e dermatite seborreica.

Óleo Vegetal x Óleo essencial – diferenças

Uma das principais diferenças entre os dois tipos de óleo é em relação à forma como são extraídos. Normalmente, os óleos essenciais são extraídos de caules, folhas, flores e raízes de plantas. Enquanto isso, os óleos vegetais são retirados de sementes e frutos.

Também existem diferenças na forma de uso, os óleos vegetais podem ser usados normalmente até na culinária. Já os essenciais são extremamente concentrados e não podem ser utilizados de forma pura, podendo ser tóxicos e causar diversos efeitos colaterais. Geralmente, eles são diluídos em pequenas concentrações nos óleos vegetais para serem usados.

Indicação: 3 shampoos líquidos veganos para cabelos oleosos

A seguir, confira uma lista de shampoos para cabelos oleosos. Todos eles, você encontra na Slow Beauty.

  1. Shampoo de Menta Purificante, da marca LCS – com base vegetal e óleo essencial de menta, esta é uma opção que promove ação adstringente, refrescante e antisséptica.
  2. Shampoo Controle de oleosidade Ananás e Flor de Ipê, da marca Santapele – preparado à base de raspas da árvore de Juá e rico em vitamina C, esse shampoo oferece controle de oleosidade, fortalecimento dos fios e combate à queda.
  3. Shampoo Orgânico de Limpeza Profunda, da marca Urtekram – com o ph equilibrado e rico em Matchá, o shampoo da Urtekram ajuda no controle da oleosidade, removendo as impurezas do couro cabeludo de forma suave.

Indicação: 3 shampoos líquidos veganos para cabelos mistos

Os cabelos mistos são aqueles que possuem couro cabeludo oleoso e pontas dos fios secas. Para isso, é importante ter o cuidado de escolher shampoos que façam uma boa limpeza, mas sem ressecar os fios.

  1. Shampoo para raiz oleosa e ponta seca, da marca C/Alma – com ativos naturais, essa é opção de shampoo que limpa o couro cabeludo enquanto nutre e hidrata toda a fibra capilar.
  2. Shampoo Litsea e Cubeba, da marca Vyveda – rico em litsea cubeba e castanha-do-brasil, este shampoo lava e hidrata o cabelo, promovendo uma ação refrescante.
  3. Shampoo Maçã Verde, da marca LCS – este é um shampoo perfeito para quem sofre com pontas secas e couro cabeludo oleoso. Com o pH equilibrado, ele purifica a raiz sem danificar a haste capilar.

Indicação: shampoo líquido vegano para cabelos secos

  1. Shampoo Seco da Raiz às Pontas, da marca C/Alma – possui fragrância frutada e promove hidratação e restauração da fibra capilar, revitalizando a aparência dos cabelos.
  2. Shampoo Pêssego, da marca LCS – o produto é produzido com matéria-prima de qualidade, possui pH balanceado e não possui sais que prejudicam a saúde da haste capilar.
  3. Shampoo de Óleo de Coco Virgem, da marca Arbo de Vivo – com ingredientes como óleo de coco, extrato de ginseng e aloe vera, o shampoo é formulado pensando em higienizar e tratar os fios.

Shampoo em barra vegano

Para quem quiser protagonizar uma mudança de rotina maior ainda, os shampoos em barra veganos são a opção ideal. Em um formato que lembra um sabonete, possuem bem menos água que as formulações tradicionais e rendem muito mais.

Além disso, diminui-se muito os gastos com embalagens, já que os shampoos em barra costumam ser vendidos em celofane vegetal biodegradável ou caixinhas de papel kraft. O formato ainda é uma novidade que, aos poucos, vem crescendo. Por isso, separamos uma opção para cada tipo de cabelo.

Shampoo em barra vegano para cabelos oleosos

Shampoo Sólido Anti Resíduos, da marca Ahaloe – com óleo de algodão e babaçu e extratos de chá verde, gengibre e hortelã pimenta, esse produto impede a entrada de impurezas na estrutura interna dos fios e nos poros do couro cabeludo.

Shampoo em barra vegano para cabelos mistos

Shampoo Sólido Mururu, Abacate e Limão Siciliano, da marca Ares de Mato – formulado com manteiga de murumuru e óleo de abacate, este shampoo proporciona brilho, maciez, hidratação e proteção dos fios.

Shampoo em barra vegano para cabelos secos

Shampoo em Barra Nutritivo, da marca B.O.B – com argila branca, manteiga de cupuaçu e óleos essenciais de ylang ylang e gerânio. Este shampoo une hidratação e limpeza, promovendo fios macios, sedosos e brilhoso.

E aí, já decidiu qual o shampoo vegano se enquadra melhor à sua rotina? Vale lembrar que todos esses cosméticos você encontra na Slow Beauty!

_______________________
Por Giovana Rodrigues – Redação Fala!

Tags mais acessadas