Menu & Busca
Rock in Rio: Confira tudo o que rolou no festival

Rock in Rio: Confira tudo o que rolou no festival


A última edição do Rock in Rio, um dos maiores festivais de música do mundo, começou na sexta-feira passada (27/09) e terminou só neste domingo (06/10), no Parque Olímpico da Barra, no Rio de Janeiro.

E com muitos shows, som alto, curtição, estreias e até polêmicas, fizemos uma lista do que rolou de melhor em cada dia. Confira! 

ROCK IN RIO: 10 ATRAÇÕES MAIS PESQUISADAS PELOS BRASILEIROS NA WEB

27/09 – Dia de Pop Eletrônico e Rap

Bebe Rexha.
Bebe Rexha. | Foto: Reprodução.

O festival começou com um dia bem coeso na programação. Abrindo o Palco Mundo, o DJ brasileiro Alok aqueceu o público com uma energia contagiante em seus hits internacionais e mensagens motivacionais.

Logo em seguida, a cantora norte-americana, Bebe Rexha, foi uma surpresa e grande destaque na noite. A cantora além de ter uma confiança e desempenho incríveis para o seu primeiro grande show solo, chamou um fã que estava na grade para dançar com ela o hit “Say my Name”.

Não parando por aí, Bebe chamou mais três fãs para o palco na música “Take me Home”.

O terceiro show do Palco Mundo foi reservado para a britânica Ellie Goulding, que apareceu de última hora para substituir a rapper americana Cardi B.

Ellie se esforçou, pulou de um lado para o outro e balançou muito a cabeça, mas o show só engatou no final com os hits “Burn” e “Love me Like you Do”. Por fim, o rapper canadense, Drake, finalizou o dia deixando muita gente descontente com o show.

O cantor decidiu vetar a sua transmissão uma hora antes de subir ao palco, se explicando com a desculpa de que o tempo com chuva o atrapalharia.

Sem fotógrafos profissionais para tirar as fotos, com uma iluminação escura e várias músicas cantadas pela metade, o show só conseguiu alegrar os fãs que estavam bem perto do palco, deixando boa parte do público decepcionado com a apresentação. O astro ainda fez um discurso lembrando sobre a Amazônia e disse que fez o melhor show de sua carreira em solo brasileiro.

Já o Palco Sunset teve artistas como Lellê, Karol Conka, Gloria Groove, Linn da Quebrada, Mano Brown, Bootsy Collins e finalizou com o britânico Seal fazendo um show mais maduro e bem empolgante, chamando a convidada Xenia França ao final.

28/09 – Dia de Rock 

Foo Fighters.
Foo Fighters. | Foto: Reprodução.

O segundo dia do festival foi rock. O Palco Mundo abriu com CPM22 e Raimundos dividindo os holofotes e depois veio com Tenacious D, a banda do cantor, ator e comediante Jack Black.

A banda fez um verdadeiro espetáculo com brigas encenadas, o palco pegando fogo, várias referências ao filme Tenacious D: uma Dupla Infernal (o filme da banda) e, uma das surpresas da noite, o jovem Júnior Bass Groovador, que faz covers de músicas de rock na versão forró para o YouTube.

Groovador quase roubou o show com sua versão de “Smells Like Teen Spirit”, um cover do Nirvana com forró que viralizou na internet, e aparecendo novamente ao final do espetáculo na música “Fuck her Gently”. Jack Black ainda encerrou o show fazendo uma leve propaganda do segundo filme de Jumanji, que estreia em dezembro deste ano.

O terceiro show principal foi da banda Weezer, que teve dificuldades em animar o público, mas ainda conseguiu uma apresentação excelente e abrangente.

A banda além de tocar vários hits dos seus primeiros álbuns como “My name is Jonas”, também se dedicou a outros covers como “Africa”, da banda Toto, “Take on Me”, da banda a-Ha e “Lithium” do Nirvana e, o vocalista Rivers Cuomo até se arriscou a falar em português em grande parte do show, como “E ai, cariocas. Beleza?” e “O Brasil é [email protected].

Para encerrar o dia, o show mais aguardado foi o da banda Foo Fighters, com um repertório que durou pouco mais de duas horas e teve até pedido de casamento durante a apresentação.

Antes mesmo até de subirem ao palco, o clima já estava a favor da banda, com covers celebrando a banda anterior do vocalista Dave Grohl, o Nirvana. Além de sua própria coleção de músicas, o grupo também fez covers de Queen com “Under Pressure” e “Love of My Life”.

O Palco Sunset teve atrações de Ego Kill Talent, Detonautas e Pavilhão 9, Titãs, Ana Cañas, Edi Rock, Erika Martins e encerrando a cena com Whitesnake, que fez um belo aquecimento para o publico que estava esperando os últimos shows do palco principal. 

ROCK IN RIO 2019: DICAS DE LOOKS PARA ARRASAR!

29/09 – Dia de Pop, Rock e Axé

Bon Jovi.
Bon Jovi. | Foto: Reprodução.

Para encerrar o primeiro final de semana do festival, temos um dia diversificado na programação que começou com Ivete Sangalo tocando bateria, cantando seus hits e até funk.

Logo em seguida, a banda Goo Goo Dolls transitou pelo pop e rock alternativo enquanto tocava músicas de sucesso da década de 90 até finalizar com o mega hit “Iris”.

A terceira atração do dia foi a de Dave Matthews Band, que deram mais atenção ao seu último álbum “Come Tomorrow”, mas não esquecendo hits dos seus oito discos anteriores.

Chegando no final do dia, a banda Bon Jovi conquistou o publico de vez com seu carisma e muitos hits de décadas passadas. O cantor, Jon Bon Jovi, ainda repetiu os feitos de edições passadas, como no Rock in Rio de 2013 e 2017, chamando uma fã para subir ao palco e dançar com ele na música “Bed of Roses”, não parando por aí, ele chamou outra fã e trocou carinho e selinho com ela.

No final, a plateia ainda ganhou “Always” como a surpresa da banda, que nem tinha planejado esta música no setlist.

O Palco Sunset foi quase dominado por mulheres com Elza Soares, As Bahias e a cozinha Mineira, Kell Smith, Jessica Ellen, Iza, Alcione, Mahmundi, a banda Plutão já foi um Planeta e encerrando com a britânica Jessie J, que investiu em um show de vocais e cantando hits como “Bang Bang”, “Domino” e “Price Tag”.  

03/10 – Dia de Rock e Pop orgânico 

Red Hot Chili Peppers.
Red Hot Chili Peppers. | Foto: Reprodução.  

Começando o segundo final de semana com Capital Inicial no Palco Mundo fazendo discurso político e cantando sucessos dos anos 80 até o inicio de 2000.

Em seguida, Nile Rodgers fez um show super dançante com a banda Chic, levando uma mistura de R&B e Soul Music para os ouvidos do público.

O terceiro show foi da banda Panic! At the Disco, que trouxe um emo repaginado com o hit “I write Sins not Tragedies” e, um pop/rock orgânico com violinos, violoncelos e trompetes, a banda ainda fez um cover de Queen com “Bohemian Rhapsody” e terminou com “High Hopes”.

Terminando o dia, a banda californiana Red Hot Chili Peppers veio na sua nona vez ao país e decidiu tocar músicas mais intimistas para os fãs, excluindo hits como “Under the Bridge” e “Otherside”, inserindo “Aeroplane” e mantendo musicas como “Dani California” e “By the Way”.

O palco Sunset deu lugar a bastante gente como Francisco, El Hombre, Monsieur Perine, Emicida, Ibeyi Pará Pop, Hip Hop Hurricane com nova orquestra, Rael, Agir, Baco Exu do Blues e Rincon Sapiência, o que acarretou em muito reggae.

04/10 – Dia de Metal 

Iron Maiden
Iron Maiden. | Foto: Reprodução.

A sexta-feira de rock pesado começou com a banda mineira Sepultura no Palco Mundo, que se manteve com as músicas do disco “Roots” como foco e fez uma homenagem a Andre Matos, cantor de Angra e Shaman, que morreu neste ano de 2019.

Em sequência, em sua 11º passagem no Brasil, a banda alemã Halloween subiu ao palco para substituir o Megadeth no festival e tocar clássicos como “I’m alive”.  

Com uma troca de horário na programação, o próximo a subir no Palco foi a banda veterana Iron Maiden, com uma apresentação cheia de efeitos visuais e hits históricos, com direito ao vocalista Bruce Dickinson simulando brigas de videogames.

Encerrando o dia, a banda alemã, Scorpions, que entre uma música e outra, tocaram “Cidade Maravilhosa”.  

No Palco Sunset, as atrações foram a banda Nervosa, Torture Squad & Claustrofobia, Chuck Billy, Anthrax e encerrando com Slayer, que está com sua turnê de despedida.

5/10 – Dia de Funk e Pop

P!nk
P!nk. | Foto: Reprodução.

No sábado, o Palco mundo foi aberto por Anitta, que gerou polêmicas envolvendo o uso exagerado de playback durante o show.

Em seguida, a cantora H.E.R subiu ao palco e conquistou a plateia com suas músicas R&B e um cover de “Mas que Nada” de Jorge Ben Jor.

A terceira apresentação foi para o grupo musical Black Eyed Peas, que começou com o cantor Will.I.Am saltando da tirolesa, trazendo sucessos dos anos 2000 e chamando a Anitta novamente para cantar “Don’t Lie” e “eXplosion”.

A atração que finalizou o dia foi a P!nk, que com certeza entrou para a história do festival na sua primeira vez no país com um espetáculo de tirar o fôlego (menos pra ela) cheio de danças, hits, acrobacias e voando (literalmente!) em cima do público.

Durante a apresentação, a cantora até passou o microfone para um dos fãs na grade que pediu o namorado em casamento.

Já no Palco Sunset, o evento começou com uma orquestra de funk com Ludmilla, Fernanda Abreu, Buchecha, Projota, Giulia Be, Vitão, Anavitória, Saulo e terminando com o cantor norte-americano Charlie Puth, com um setlist cheio de hits de enorme sucesso como “Attention” e “See you Again”

ROCK IN RIO 2019: CONFIRA O LINE-UP COMPLETO DE TODOS OS SHOWS

06/10 – Dia de encerramento

Muse
Muse. | Foto: Reprodução.

O último dia do festival começou com Paralamas do Sucesso no Palco Mundo e, logo em seguida, Nickelback já entrou e relembrou canções famosas do passado como “Photograph”.

Em seguida, a banda norte-americana, Imagine Dragons, já conquistou todo mundo quando começou a apresentação com “Believer”. O cantor Dan Reynolds esbanjou simpatia e felicidade ao decorrer do show, fazendo comentários de que tinha sentido falta daqui e fazendo discursos contra a depressão e as lutas LGBT e transgênero ao carregar suas bandeiras. 

Terminando de vez esta edição do Rock in Rio, o trio inglês Muse encerrou sua terceira apresentação no evento e quinta vez no Brasil com um show grandioso e uma estética tecnológica com muito LED bem visual.

No Palco Sunset, as atrações foram Melim, Carolina Deslandes, O Terno, Capitão Fantástico, Lulu Santos, Silva e fechando com King Crimson

_______________________________________
Por Niara Viana de Brito – Fala! PUC

Quer se tornar um colaborar e escrever para o fala?
Saiba como

0 Comentários

Tags mais acessadas