Quais as diferenças entre a saga Os Instrumentos Mortais e suas adaptações?
Menu & Busca
Quais as diferenças entre a saga Os Instrumentos Mortais e suas adaptações?

Quais as diferenças entre a saga Os Instrumentos Mortais e suas adaptações?

Home > Entretenimento > Cinema e Séries > Quais as diferenças entre a saga Os Instrumentos Mortais e suas adaptações?

Lançada entre 2007 e 2014, a saga Os Instrumentos Mortais, escrita por Cassandra Clare, teve a oportunidade de não ganhar somente uma adaptação, tendo sido transformada tanto em filme quanto em série. Entretanto, apesar de serem chamadas “adaptações”, muitas mudanças incomodaram os fãs, que esperavam maior fidelidade aos livros.

O filme não foi tão criticado quanto a série por ser diferente. Entretanto, apesar de ser extremamente fiel à maior parte do livro, atentando-se a alguns detalhes importantes, a adaptação diverge em alguns pontos, e o Fala! Universidades decidiu reunir oito deles neste artigo.

Diferenças entre Os Instrumentos Mortais e Cidade dos Ossos

Aparência dos personagens

O primeiro ponto a destacar é a aparência dos personagens. A personagem principal, Clary, foi descrita como uma adolescente com muitas sardas, de cabelo ruivo alaranjado e olhos verdes. No filme, Lily Collins, atriz que a interpreta, possui cabelos castanho avermelhados e olhos castanhos. 

Os Instrumentos Mortais clary
Clary nas versões da série Os Instrumentos Mortais. | Foto: Reprodução.

Já Jace, que vem a ser o par romântico de Clary, foi descrito como loiro de olhos dourados, de aparência delicada, enquanto o ator que o representa, Jamie Campbell Bower, possui cabelo castanho claro e olhos azuis.

Os Instrumentos Mortais
Jace na saga e no filme de Os Instrumentos Mortais. | Foto: Reprodução.

Mas o personagem que mais chocou os fãs da saga foi Valentim. Nos livros, o antagonista era um homem de peito largo e braços grossos e musculosos, considerado bonito e de boa aparência, com olhos negros e cabelos tão claros que eram quase brancos. Na adaptação, tornou-se um homem magro, de cabelos pretos com tranças.

cidade dos ossos
Valentim no livro e no filme. | Foto: Reprodução.

Quanto aos outros personagens, as descrições foram bem próximas às reais características dos atores. Já as diferenças de enredo, foram bem perceptíveis para quem havia lido os livros. 

Sequestro de Simon em Os Instrumentos Mortais

Nos livros, Simon, o melhor amigo de Clary, foi sequestrado por acidente por um clã de vampiros em uma festa após beber uma bebida e se transformar em um rato, tendo que ser salvo por Jace e Clary, que invadiram o lar dos vampiros ajudados por Raphael (que logo descobriram ser um vampiro). Para se salvar, Simon acaba por morder um dos vampiros e se transforma em um novato: um jovem vampiro.

No filme, os vampiros propositalmente adicionam uma substância na bebida de Simon, que o faz desmaiar e logo o sequestram. Assim, Clary, Jace e os irmãos Lightwood invadem o Hotel Dumort, lar dos vampiros, para resgatá-lo. Muitas cenas após o resgate, Simon aparece com uma marca de mordida no pescoço. Entretanto, nada disso é amplamente explorado no filme.

Portais

Na saga, portais não podem ser feitos por caçadores de sombra, precisando ser criados e configurados por feiticeiros. Por este motivo, a maioria dos portais gerados era temporário, existindo somente alguns portais permanentes pelo mundo. No apartamento de Dorothea, vizinha de Clary, existia um. Vale destacar que os portais poderiam ser utilizados por qualquer caçador de sombra, não precisando de treinamento algum.

No filme, existia um portal no Instituto, que foi construído naquele local por este motivo, inclusive, de acordo com Jace, e não poderiam ser utilizados sem um longo treinamento antes, pois se não usado corretamente, a pessoa correria o risco de ficar presa no limbo.

Dorothea

Nos livros, Clary descobre que sua vizinha, Dorothea, havia sido possuída por um demônio. Quando Simon percebe, ele atira com o arco e flecha na claraboia do corredor e consegue matá-la.

No filme, a possessão já foi suspeitada logo no começo por Jace, que toca uma música de Bach no piano para confirmar se Dorothea realmente era um demônio. Após Dorothea realmente se mostrar como possuída, o grupo de caçadores de sombras é atacado, com Alec ficando gravemente ferido, e só consegue sair vivo após Simon atacar a mulher com uma pá e Jace acabar de matá-la com uma lâmina serafim.

Habilidades

Por conta dos experimentos de Valentim, Clary possui habilidades extraordinárias como caçadora de sombras, que só são reveladas no segundo livro, Cidade das Cinzas

Enquanto isso, na adaptação, Clary descobre isso mesmo antes da metade do filme, utilizando delas para encontrar o Cálice Mortal e para salvar a todos no Instituto, após uma invasão demoníaca.

Hodge

Nos livros, após Clary confrontar Hodge, o diretor do Instituto, por entregar Jace e o Cálice Mortal a Valentim, o homem tenta matá-la, sendo impedido por Luke, um lobisomem que trata Clary como uma filha.

No filme, a tentativa de assassinato não ocorre.

Renwick

No final do livro, ocorre uma luta que envolve Jace, Luke e seus seguidores, Valentim, Pangborn e Blackwell (dois integrantes do Círculo de Valentim) e os guerreiros Renegados criados pelo antagonista, em Renwick, um hospital abandonado utilizado por Valentim e seus homens como esconderijo.

Irmãos em Os Instrumentos Mortais

Nos livros, Jace foi convencido por Valentim em Renwick de que o homem era, na verdade, Michael Wayland, seu pai, com quem tinha memórias de infância e pensava ter morrido, e logo se alia a Valentim. 

Pouco depois, Clary chega ao local e, com isso, Valentim conta aos jovens que eles eram irmãos, mas o garoto se recusou a acreditar. Até que Luke se juntou ao local e contou fatos do passado aos dois, o que fez Jace pensar que era verdadeiramente irmão de Clary. A trama foi tão bem desenvolvida que fez com que os leitores também acreditassem que os dois adolescentes eram irmãos.

No filme, Hodge revelou, em conversa com Valentim no Instituto, que a intenção do antagonista de mentir para Clary e Jace que eles eram irmãos partiria seus corações. Assim, os espectadores já ficaram cientes do que ocorreria.

_____________________________
Por Camille de Queiroz Lima – Fala! Anhembi

Tags mais acessadas