Opinião: Jair Bolsonaro é acusado de crime contra a humanidade
Menu & Busca
Opinião: Jair Bolsonaro é acusado de crime contra a humanidade

Opinião: Jair Bolsonaro é acusado de crime contra a humanidade

Home > Notícias > Política > Opinião: Jair Bolsonaro é acusado de crime contra a humanidade

Na quinta-feira do dia 2 de abril, a Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD) protocolou uma denúncia no Tribunal Penal Internacional contra o Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, por crime contra a humanidade. Segundo a própria organização, o Brasil possui um chefe de Estado cuja atitudes são totalmente irresponsáveis.

Essa atitude foi motivada por prévios pronunciamentos do presidente acerca da pandemia de Covid-19, nos quais ele menospreza a importância do vírus, vai contra o discurso do Ministro da Saúde e manifesta-se contrário às práticas de isolamento impostas pelos governadores.

bolsonaro demite mandetta
Bolsonaro é acusado de crime contra a humanidade. | Foto: Reprodução.

De acordo com os advogados que protocolaram a causa, Bolsonaro está desrespeitando o artigo 267 do Código Penal brasileiro, que considera como crime causar epidemia, mediante a propagação de germes patogênicos, e pode gerar uma pena de até 15 anos de prisão – caso resulte em mortes, a pena pode ser dobrada.

O documento foi protocolado por dois advogados, um espanhol e um americano, que afirmaram em uma entrevista que:

Por ação ou omissão, Bolsonaro coloca a vida da população em risco, cometendo crimes e merecendo a atuação do Tribunal Penal Internacional para a proteção da vida de milhares de pessoas.

A partir desse fato, pode-se observar a preocupação de personagens nacionais e internacionais em relação aos atos cometidos pelo presidente brasileiro, que está sendo duramente criticado ao redor do mundo. Os advogados ainda ressaltam que:

O Presidente do Brasil faz eco com empresários inescrupulosos e se nega a adotar o padrão mundial de confinamento social, deixa de atuar na estratégia para achatar a curva de infecção e auxilia na expansão e aumento do contágio, o que fatalmente vai fazer com que o sistema de saúde no Brasil entre em colapso.

A ABJD ainda menciona no processo que o próprio Ministério Público Federal brasileiro recorreu ao Procurador-Geral da República, único órgão que poderia processar o Presidente no país, mas a ação foi arquivada.

Fatos como esse mostram uma preocupação internacional e nacional acerca das atitudes de Jair Bolsonaro, visto que elas não possuem apenas impactos dentro do nosso país.

O pico da doença no Brasil está previsto para meados de abril/maio, e se esses discursos vindos de uma figura tão importante na esfera do Estado continuarem se proliferando, os índices de mortalidade podem aumentar e o nosso sistema de saúde vigente não suportará a quantidade de enfermos, o que pode causar um colapso no país.

____________________________________
Por Anna Casiraghi – Fala! Cásper

Tags mais acessadas