Olimpíadas 2021: Pontuação e regras do karatê nos Jogos Olímpicos
Menu & Busca
Olimpíadas 2021: Pontuação e regras do karatê nos Jogos Olímpicos

Olimpíadas 2021: Pontuação e regras do karatê nos Jogos Olímpicos

Home > Notícias > Esporte > Olimpíadas 2021: Pontuação e regras do karatê nos Jogos Olímpicos

As Olimpíadas 2021 estão em sua reta final, contudo ainda há modalidades para estrearem, como o karatê. Esse esporte, muito popular no Japão, terá sua primeira luta olímpica dia 05 de agosto. O karatê, assim como o judô, está dominado por atletas de todo o mundo.

O karatê é uma das novas modalidades das Olimpíadas 2021 e terá novas regras e sistema de pontuação.
O karatê é uma das novas modalidades das Olimpíadas 2021 e terá novas regras e sistema de pontuação. | Foto: Reprodução.

As regras e o sistema de pontuação do karatê, no entanto, será um pouco diferente do que conhecemos. Com uma avaliação própria, o comitê olímpico tomou a liberdade de alterar detalhes do código do World Karate Federation (WKF), para que os atletas experimentassem algo novo.

Dito isso, conheça as regras e pontuação do karatê nas Olimpíadas 2021 em Tóquio.

KARATÊ NAS OLIMPÍADAS 2021: CONHEÇA AS REGRAS E O SISTEMA DE PONTUAÇÃO DO ESPORTE

O karatê é uma arte marcial que se baseia em movimentos de soco, chute, cotoveladas, entre outros golpes. Seu único objetivo é a autodefesa. Criado na ilha de Okinawa, no Japão, no século XVIII, pelo Sensei Ginchin Funakoshi, considerado por muitos o “Pai do Karatê”. Funakoshi criou a modalidade shotokan após o governo japonês proibiu o uso de armas. Foi liberado, contudo, o uso do próprio corpo para a autodefesa e, a partir desse momento, a luta se tornou uma opção.

Ao longo dos anos, no entanto, diversos mestres criaram suas próprias técnicas e modalidades. Além disso, acordou-se que o karatê era uma luta para se defender, mas jamais machucar ou ferir alguém propositalmente. Karatê significa mãos vazias.

Em 1902, o Sensei Funakoshi realizou a primeira demonstração da arte marcial. Sua popularidade, entretanto, só ocorreu em 1921, quando a primeira demonstração nacional ocorreu, no evento Exibição Atlética Nacional de Tóquio. Em 1970 foi fundada a União Mundial das Organizações de Karatê (WUKO), que atualmente se chama Federação Mundial de Karatê. Neste período, foram criadas regras para as competições de karatê, que se popularizaram por todo o mundo.

Regras básicas do karatê

O karatê é uma arte marcial que se divide em três modalidades. Elas são as etapas do aprendizado que esse esporte possui e é muito importante conhecer todas. São elas: kirron, o estudo dos fundamentos básicos, como ataque e defesa; kata, um tipo de ensaio, baseado em todos os movimentos básicos aprendidos no kirron; e kumite, que é a luta em si. 

É necessário reforçar que no karatê o corpo é o único instrumento, contudo, há golpes que são proibidos nessa arte marcial. As técnicas, por sua vez, são compostas pelos seguintes movimentos: dachi waza (bases), uke waza (defesa), katame waza (imobilizações), ate e atemi waza (contusões). Além disso, há subconjuntos como tsuki waza e uchi waza (socos diretos e indiretos) e nage waza (projeções), que se divide em outras três técnicas, kari waza (rasteiras), kuruma waza (giros) e sutemi waza (sacrifícios).

Para lutar, todos esses movimentos são combinados, criando uma espécie de coreografia. Por esse motivo, a kata é muito importante para o karatê. É por meio dela que você aprende como coreografar a luta e pôr em prática quando necessário.

As regras, no entanto, se aplicam para as regiões em que esses golpes serão dados. Além disso, cada golpe de karatê possui uma pontuação, até mesmo pontuações de penalização. Em uma competição, é necessário realizar um número de pontos maior do que seu adversário. A WFK afirma que devem ser 8 pontos a mais para que o karateca vença a competição. Se houver empate, contudo, há outra forma de definir um vencedor, que é o tempo de luta. Cada categoria dura, em média, de 2 a 3 minutos.

Pontuação

Cada golpe realizado em uma luta equivale a uma quantidade determinada de pontos. Vence a competição quem terminar a luta com o maior número de pontos, o que não significa que seja o competidor que realizou o maior número de golpes, mas, sim, aquele que desferiu os golpes que valiam mais.

Os pontos por golpe são:

  • Yuko: são os socos que atingem o tronco ou rosto do oponente e equivalem a 1 ponto;
  • Waza-ari: é o chute que atinge o tronco de seu oponente e equivale a 2 pontos;
  • Ippon: o chute que atinge a cabeça do oponente ou qualquer tipo de soco que acerte o oponente após uma rasteira ou outro golpe que o derrube. Esses golpes equivalem a 3 pontos.

O competidor, no entanto, que desferir golpes em locais que não são permitidos ou utilizar golpes que não são permitidos será penalizado. A pena para esses erros não é a desclassificação, mas um saldo negativo de pontos. Os pontos retirados serão determinados pelos jurados da competição. As faltas possíveis são:

  • Falta de combatividade;
  • Utilização de técnicas proibidas, como cabeçadas, cotoveladas e joelhadas;
  • Golpes de mão aberta contra o rosto do oponente;
  • Chaves de braço ou estrangulamentos;
  • Técnicas de luta agarrada, como clinchar ou agarrar o kimono do oponente, sem a intenção de aplicar uma queda ou pontuar;
  • Qualquer outro movimento que possa colocar em risco a integridade física do adversário, inclusive o uso de força excessiva;
  • Golpes em zonas proibidas do corpo do oponente: braços, pernas, juntas e peito do pé;
  • Atitudes antidesportivas;
  • Provocar o adversário;
  • Simular ou exagerar uma lesão;
  • Não obedecer aos comandos do árbitro.

Kata e Kumite

As regras e o sistema de pontuação são utilizados em competições de kumite. A competição de kata, no entanto, possui outros critérios de avaliação. Nessas competições, o karateca deve desempenhar a melhor coreografia da arte marcial. Os pontos são definidos pelas técnicas utilizadas, a qualidade dos movimentos, a precisão da coreografia e a sua velocidade.

As competições de kata, por outro lado, determinam que os karatecas escolham uma das modalidades determinadas pela WFK. Atletas devem desempenhar a melhor coreografia, porém, a final é decidida por um esquema mata-mata, em que 5 jurados avaliam as performances dos atletas.

REGRAS E PONTUAÇÃO DO KARATÊ NAS OLIMPÍADAS 2021

Nas Olimpíadas 2021, o karatê seguirá as regras pré-definidas pela WFK. O comitê olímpico, no entanto, realizou algumas modificações nesse sistema, estabelecendo limites em sua competição. O sistema de faixas, por exemplo, não será levado em consideração nos Jogos Olímpicos. Os atletas competem em modalidades de peso, de 61 a 75kg nas categorias femininas e masculinas.

Além disso, serão duas modalidades de karatê nas Olimpíadas 2021 em Tóquio, a kata e o kumite. Ambas modalidades terão os mesmos critérios em relação a regras e pontuação que o de competições mundiais. No kumite, contudo, foi estabelecido um tempo limite de competição, sendo que os homens podem lutar até 3 minutos e as mulheres, até 2 minutos. Esse limite, porém, não existe nas regras oficiais, que estabelecem esse tempo para ambos os gêneros.

No caso da kata, os atletas não serão julgados em mata-mata, mas individualmente. Cada karateca irá se apresentar e ganhará aquele que pontuou melhor.

As provas de karatê nas Olimpíadas 2021 começam dia 05 de agosto, quinta-feira, às 5h no horário de Brasília. Para saber quais outras modalidades acontecerão no dia, confira aqui!

________________________________________
Por Luiza Nascimento – Redação Fala!

Tags mais acessadas