sexta-feira, 14 junho, 24
HomeLifestyleNo e low poo: tudo sobre as técnicas de cuidados capilares

No e low poo: tudo sobre as técnicas de cuidados capilares

No e low poo são técnicas de cuidados capilares inspiradas no livro da cabeleireira inglesa Lorraine Massey, O Manual da Garota Cacheada. Apesar do título da obra, porém, as técnicas propostas por Massey podem beneficiar não apenas os fios ondulados, cacheados ou crespos. A proposta baseia-se em uma higienização mais suave, a fim de agredir menos as madeixas.

No poo, low poo
As técnicas low poo e no poo são a nova tendência em cuidados com o cabelo. | Foto: Freepik/Montagem.

O que é o no e low poo?

​O low poo, por exemplo, propõe o uso de shampoos sem sulfatos fortes. Segundo a técnica, o uso contínuo dessa substância pode contribuir para o ressecamento dos fios e para o surgimento do frizz indesejado.

Contudo, apenas esse sulfato forte pode retirar dos fios produtos como parafina e petrolatos, presentes em muitos condicionadores e máscaras de tratamento – motivo pelo qual, além de shampoo sem sulfato, é necessário, para aderir ao low poo, evitar o uso desses componentes. Os produtos sem esses ingredientes na composição são chamados de “liberados”.

O no poo, por sua vez, evita o uso de shampoo – mesmo os sem sulfato – e propõe que, para a higienização, sejam usados os chamados co-wash (conditioner washing), ou seja, condicionadores de limpeza. A massagem do couro cabeludo com um creme “liberado” propiciaria uma limpeza mais suave que beneficiaria a saúde dos fios.

Os produtos “liberados” podem ser encontrados em farmácias, supermercados e lojas especializadas em cosméticos, com diversas propostas e preços. A maioria deles tem algum aviso na embalagem avisando que são permitidos nas técnicas. Marcas como Lola Cosmetics são referências na área. Algumas Youtubers, como a tricologista Carol Kyoko, também disponibilizam vídeos de resenhas sobre itens liberados e explicam os conceitos por trás das propostas do low e no poo.

E você, já testou as técnicas? Sentiu algum benefício na saúde dos fios? Se não, pega essas dicas e aproveita!

__________________________________
Por Gabriela Brahim Correa – Fala! Universidade Cruzeiro do Sul

ARTIGOS RECOMENDADOS