GP do Bahrein abriu a temporada de 2022 da Fórmula 1
Menu & Busca
GP do Bahrein abriu a temporada de 2022 da Fórmula 1

GP do Bahrein abriu a temporada de 2022 da Fórmula 1

Home > Notícias > GP do Bahrein abriu a temporada de 2022 da Fórmula 1

No dia 20 de março, o GP do Bahrein abriu a temporada de 2022 da Fórmula 1. Os ‘cabeças de gasolina’ poderão finalmente dizer algo que esperam há mais de três meses: é fim de semana de corrida na Fórmula 1. Desde o título de Max Verstappen no espetacular Grande Prêmio de Abu Dhabi do ano passado, os fãs da Fórmula 1 passavam por uma longa e dolorosa espera para voltarem a assistir uma corrida da melhor e maior categoria do automobilismo mundial… felizmente, esse espera acabou em março, com o início do calendário de 2022, nas curvas do Circuito de Sakhir, no Bahrein.

Lewis Hamilton em sua Mercedes
Lewis Hamilton em sua Mercedes. | Foto: Reprodução/Montagem.

O ano de 2022 na Fórmula 1: novos carros e calendário 

Vindo de uma das maiores temporadas da história da Fórmula 1, a expectativa daqueles que acompanham a categoria não poderia estar mais alta. Se em 2021, muita rivalidade, corridas impressionantes, vencedores improváveis e um campeão inédito proporcionaram um ano que já entrou para os livros como um dos melhores anos da categoria, 2022 possui detalhes que podem fazer desta temporada um produto ainda mais especial.

Um primeiro fator, sendo talvez o mais esperado e que é o grande responsável pela esperança de uma Fórmula 1 cada vez mais disputada e equilibrada entre as equipes, é o novo regulamento técnico e esportivo da categoria. Entenda algumas das muitas mudanças para a temporada deste ano:

Os novos carros apresentam mudanças visuais e aerodinâmicas completamente diferentes, trazendo de volta o “Efeito Solo”, que era tão comum nos carros da década de 1970 e 1980. Com o novo design dos carros, a Fórmula 1 espera que o arrasto e as turbulências sejam reduzidas e o ar fique mais limpo atrás de cada monoposto, facilitando assim, aproximações, batalhas por posição e ultrapassagens. De quebra, os carros deste ano estão um pouco menores, com rodas maiores, agora de 18 polegadas, e muito mais bonitos.

Os carros de 2022 da Fórmula 1
Os carros de 2022 da Fórmula 1. | Foto: Reprodução/Bolavip Brasil.

Agora, como se uma Fórmula 1 mais disputada e equilibrada já não fosse suficiente para gerar muita ansiedade nos fãs, os apaixonados por velocidade possuem ainda mais motivos para celebrar. Neste ano, a categoria terá o maior calendário de sua história, com um total de 23 corridas ao redor do globo… oportunidades de momentos de emoção não vão faltar.

Novo Grid e muita rivalidade

Em comparação com o Grid de 2021, este ano de 2022 da Fórmula 1 traz pilotos estreantes, pilotos mudando de equipe e pilotos que recebem uma segunda oportunidade na maior categoria do automobilismo. A Mercedes traz como dupla de Lewis Hamilton uma das maiores promessas do esporte: o inglês George Russell. Russell sai da Williams para finalmente receber a oportunidade de guiar um carro capaz de brigar por vitórias.

Lewis Hamilton e George Russell pela Mercedes
Lewis Hamilton e George Russell pela Mercedes. | Foto: Reprodução/Terra.

O jovem destaque substitui Valtteri Bottas, que assumiu um dos assentos da Alfa Romeo, e ao lado dele estará o estreante na categoria Guanyu Zhou, de apenas 22 anos, o primeiro piloto chinês da categoria e o único calouro desta temporada da Fórmula 1.

Enquanto isso, a Haas e a Williams são as outras duas equipes com mudanças entre seus pilotos e ambas decidiram apostar em nomes que estavam fora do Grid em 2021. A equipe inglesa traz para ser a dupla de Nicholas Latifi, o tailandês Alex Albon, que não correu na Fórmula 1 no ano passado. Já a equipe americana desligou o piloto russo Nikita Mazepin e apostou na volta de um velho conhecido: o dinamarquês Kevin Magnussen, que chega para o seu quinto ano na Haas.

Além das novidades, algumas coisas se mantiveram do ano passado para esse. Dentre elas, as rivalidades na pista. A expectativa é de muita faísca em batalhas entre Max Verstappen e Lewis Hamilton novamente; uma grande disputa entre os pilotos da Ferrari, Charles Leclerc e Carlos Sainz; a experiência do heptacampeão Hamilton contra a juventude e vontade de se provar de George Russell… as histórias a serem escritas são diversas e certamente serão muito divertidas.

A mudança de pessoal não se deu apenas na pista para esta temporada de 2022. Michael Masi, então diretor de provas da categoria e pivô de muita controvérsia no ano passado (inclusive na corrida decisiva que culminou na conquista de Max Verstappen), foi demitido de seu cargo. A posição agora será dividida entre o alemão Niels Wittich e o português Eduardo Freitas.

Tudo se resume a este momento…

São muitas mudanças, novidades nos carros, no quadro de pilotos, no calendário. Diversas projeções foram feitas ao longo dos últimos meses e algumas respostas começaram a aparecer nos testes de pré-temporada em Barcelona e no Bahrein. A princípio, Red Bull e Ferrari parecem rápidas e consistentes; McLaren e Mercedes sofreram e dão indícios de estarem um pouco atrás; no meio do pelotão, equilíbrio define Alpine, Aston Martin e AlphaTauri neste primeiro momento.

Ferrari foi um dos destaques da pré-temporada da F1
Ferrari foi um dos destaques da pré-temporada da F1. | Foto: Reprodução/Motorsport.com.

Porém, a partir de agora, nada disso parece ser tão relevante, pois quando as luzes se apagaram em 20 de março no Grande Prêmio do Bahrein e a temporada de 2022 da Fórmula 1 começou para valer, um livro totalmente diferente começou a ser escrito.

Lewis Hamilton conquistará o oitavo campeonato de sua brilhante carreira? Max Verstappen irá defender o título e se tornará bicampeão? Haverá novamente um campeão inédito? Bem, tais suposições servem para atiçar ainda mais as expectativas dos fãs, que após dolorosa espera, podem dizer novamente: é fim de semana de corrida na Fórmula 1!

*Nós, do projeto Esporte em Pauta, estamos realizando uma parceria com o Fala! Universidades. Se quiser ter acesso a mais conteúdos sobre os mais variados esportes, procure nossa página no Instagram (@esporte_em_pauta) e no Twitter (@EsportePauta).

__________________________________________

Por Filipe Saochuk – Fala! PUC-SP

Tags mais acessadas