Ginástica Artística: O Campeonato Mundial vai começar no Japão!
Menu & Busca
Ginástica Artística: O Campeonato Mundial vai começar no Japão!

Ginástica Artística: O Campeonato Mundial vai começar no Japão!

Home > Notícias > Esporte > Ginástica Artística: O Campeonato Mundial vai começar no Japão!

Com a presença de três brasileiros, o torneio é o primeiro desse nível a ser disputado após o início da pandemia da Covid-19

Ouro no Salto e prata no Individual Geral nas Olimpíadas, a carioca Rebeca Andrade estará presente no Campeonato Mundial de Ginástica Artística.
Ouro no Salto e prata no Individual Geral nas Olimpíadas, a carioca Rebeca Andrade estará presente no Campeonato Mundial de Ginástica Artística. | Foto: Divulgação/Getty Images.

Sediado em Kitakyushu, no sul do Japão, o 50º Campeonato Mundial de Ginástica Artística vai ter início nesta segunda-feira (18), reunindo alguns dos principais ginastas do planeta. O Brasil terá três atletas representando as suas cores: os cariocas Caio Souza e Rebeca Andrade e o paulista Arthur Nory. Até quarta-feira, serão disputadas as classificatórias dos aparelhos, tanto no masculino quanto no feminino, tendo as finais sendo realizadas de quinta a domingo (com transmissão dos canais SporTV).

Campeonato Mundial de Ginástica Artística: Confira uma prévia da disputa

Feminino

A russa Angelina Melnikova, a principal favorita no Individual Geral feminino.
A russa Angelina Melnikova, a principal favorita no Individual Geral feminino. | Foto: Reprodução/Tumbral.

Com a ausência da campeã olímpica Sunisa Lee, da lendária Simone Biles e da não disputa do Solo por parte da Rebeca, a russa Angelina Melnikova, bronze em Tóquio, aparece como a principal favorita no individual geral, onde já foi 3ª colocada no último Campeonato Mundial. Sua conterrânea, Vladislava Urazova, de apenas 17 anos, também é uma das cotadas na disputa pelo pódio, inclusive na final individual na trave. 

Outras ginastas para ficar de olho são as americanas Kayla DiCello (campeã mundial júnior no salto em 2019) e Leanne Wong (ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima aos 15 anos), e a chinesa Li Shija, bronze na trave no Campeonato Mundial de Stuttgart. A japonesa Murakami Mai, que irá competir diante de sua torcida, treinou apenas os exercícios de solo e trave, ficando fora assim da disputa pelo individual geral. 

Rebeca Andrade, assim como nas Olimpíadas, chega como favorita na disputa do salto, nesse que será o seu segundo Campeonato Mundial. A experiente Becky Downie, do Reino Unido, desponta como principal candidata nas barras assimétricas, após ser a atual prata no torneio e nos últimos Jogos Europeus. Na trave, a chinesa Wei Xiaoyuan e a americana Konnor McClain aparecem como boas apostas no aparelho, mesmo sendo ginastas de pouca experiência. Por fim, a disputa pelo solo deve ficar entre Angelina Melnikova e Murakami Mai.

Masculino

O veterano Kohei Uchimura indo para talvez o seu último Campeonato Mundial de Ginástisca Artística.
O veterano Kohei Uchimura indo para talvez o seu último Campeonato Mundial de Ginástisca Artística. | Foto: Divulgação/Getty Images.

Bicampeão olímpico no individual geral em 2012 e 2016, Kohei Uchimura desembarca em Kitakyushu, sua cidade natal, para aquela que talvez seja a sua última oportunidade de disputar um Campeonato Mundial de Ginástica Artística. Após o fracasso em Tóquio, o japonês busca dar a volta por cima na barra fixa e alcançar mais uma medalha internacional, essa que seria sua 22ª conquista no torneio.

Para manter a tradição japonesa, Daiki Hashimoto, ouro na barra fixa e no individual geral, é um dos principais nomes da competição, assim como os chineses Zhang Boheng e Shi Cong e o americano Yul Moldauer, esse último bronze no solo no Campeonato Mundial de 2017 em Montréal. Caio Souza, apesar de competir em todos os aparelhos, terá mais chances de medalha no salto, onde irá rivalizar com os coreanos Shin Jae-hwan (ouro em Tóquio) e Yang Hak-seon (ouro em Londres) e o ucraniano Igor Radivilov.

Já Arthur Nory vem com a bagagem de ser o atual campeão mundial na barra fixa, e terá pela frente os japoneses Uchimura e Hashimoto como seus principais adversários. No solo, o filipino Carlos Yulo também busca defender o seu título da competição, enfrentando principalmente Zhang Boheng e Yul Moldauer. Sem Arthur Zanetti, o turco İbrahim Colak terá Marco Lodadio, da Itália, e Lan Xingyu, da China, como seus rivais na busca pelo bicampeonato nas argolas. Enquanto isso, no cavalo com alças, o talentoso Rhys McClenagham chega como favorito, ao lado do americano Alec Yoder e do japonês Kaya Kazuma. Por fim, o ouro nas barras paralelas deve ficar entre Kazuma e o experiente ucraniano Petro Pakhnyuk.

*Nós, do projeto Esporte em Pauta, estamos realizando uma parceria com o Fala! Universidades. Se quiser ter acesso a mais conteúdos sobre os mais variados esportes, procure nossa página no Instagram (@esporte_em_pauta) e no Twitter (@EsportePauta).

________________________________________________________

Por Victor Fardin – Fala! PUC-SP

Tags mais acessadas