Futebol Americano: O retorno de Tom Brady à New England
Menu & Busca
Futebol Americano: O retorno de Tom Brady à New England

Futebol Americano: O retorno de Tom Brady à New England

Home > Notícias > Esporte > Futebol Americano: O retorno de Tom Brady à New England

Em seu primeiro jogo contra os Patriots, Brady quebra recorde e vence sua ex-equipe 

Tom Brady contra o New England Patriots.
Tom Brady contra o New England Patriots. | Foto: Reprodução/ge.

Neste domingo (3), Tampa Bay Buccaneers e New England Patriots se enfrentaram no Gillette Stadium, na partida que marcou o grande retorno de Tom Brady à Foxborough. Em um duelo de gerações, contra o novo jovem comandante dos Patriots, Mac Jones, a experiência do heptacampeão falou mais alto e os Buccaneers saíram com a vitória em um jogo emocionante e disputado do começo ao fim.

Saiba mais sobre a partida entre Buccaneers e Patriots

Tom Brady, agora visitante em New England 

Draftado em 2000, como a escolha de número 199, o ex-quarterback de Michigan escreveu uma história que praticamente ninguém poderia imaginar. Saindo do College Football, não tinha o melhor braço, não possuía o melhor atleticismo e não era um prospecto muito conhecido naquele primeiro NFL Draft do milênio.

Entrando no lugar do machucado Drew Bledsoe, Tom Brady fez sua estreia em 21 de Setembro de 2001, contra o New York Jets, em um momento que seria marcado não apenas pela mudança em sua carreira profissional, mas pela transformação da franquia New England Patriots, ao lado daquele que se tornaria o maior treinador de todos os tempos, Bill Belichick.

Naquele mesmo ano, aquele jovem e desconhecido quarterback conduziu sua equipe ao primeiro Super Bowl de sua história. A narrativa se repetiu em 2003, 2004, 2014, 2016 e 2018. Ao todo, foram seis Super Bowls que Brady, Belichick e o Patriots conquistaram em um espaço de vinte anos, podendo ser chamada de “Maior Dinastia da História da NFL”.

Tom Brady, em seu primeiro Super Bowl.
Tom Brady, em seu primeiro Super Bowl. | Foto: Reprodução/NBC Sports.

Após um ano ruim em 2019, o relacionamento entre o camisa 12 e New England chegou ao fim, e o maior quarterback de todos os tempos estava à procura de uma nova casa. O destino? Tampa Bay, Flórida. Como novo comandante dos Buccaneers, no alto dos seus 43 anos, Brady voltou a jogar muito bem e conduziu a equipe dos Bucs ao segundo título de sua história, em 2020.

Na noite de ontem (3), Tom Brady enfrentou o New England Patriots e Bill Belichick pela primeira vez em sua carreira, naquele que pode ser chamado de duelo mais aguardado da temporada até aqui. Neste fatídico reencontro, os atuais não tiveram vida fácil contra a jovem equipe em reconstrução dos Patriots, agora com o calouro Mac Jones como seu quarterback titular.

Em uma noite chuvosa na Nova Inglaterra, as defesas ditaram o ritmo da partida desde o início, em que ambos os ataques sofreram para colocar pontos no placar. No primeiro quarto, a única pontuação saiu dos pés de Ryan Succop, que colocou os Buccaneers na liderança pelo placar de 3 a 0.

No segundo quarto, se não bastasse toda a história envolvendo este histórico confronto, Tom Brady ultrapassou Drew Brees na estatística de jardas aéreas na carreira e se tornou o quarterback com mais jardas passadas na história da National Football League. Uma homenagem foi feita no telão do Gillette Stadium e algumas palmas foram batidas, mas Brady sequer demonstrou muita importância e seguiu focado na partida.

Porém, quem começava a se encontrar, era o jovem Mac Jones. Em um bom drive, o calouro dos Patriots conectou com o Tight End Hunter Henry, que anotou o primeiro Touchdown da partida. 7 a 3 Patriots. Nos últimos segundos do primeiro tempo, Ryan Succop entrou em ação novamente e reduziu a diferença para apenas um ponto. Na disputa Brady e Belichick, o treinador levou a melhor nos dois primeiros quartos, vencendo por 7 a 6.

Mac Jones enfrentando o Tampa Bay Buccaneers.
Mac Jones enfrentando o Tampa Bay Buccaneers. | Foto: Reprodução/MassLive.com.

No final do terceiro período, a liderança mudou de lado novamente. Ronald Jones correu oito jardas para marcar o primeiro Touchdown de Tampa Bay na partida e retomar a liderança pelo placar de 13 a 7. Na virada do último período, Mac Jones começou a jogar muito bem, e conduziu sua equipe para mais uma campanha que terminou em Touchdown, desta vez, anotado pelo TE Jonnu Smith.

Os ataques esquentaram, mas apenas Field Goals foram marcados até o final do duelo. Ryan Succop acertou mais dois chutes, enquanto Nick Folk anotou seu primeiro do jogo. O placar estava 19 a 17 para Tampa Bay, e os Patriots tinham a posse de bola para tentar vencer a partida. Mac Jones levou seu ataque até o campo adversário, mas a defesa dos Buccaneers apareceu e forçou a tentativa de Field Goal. Debaixo de muita chuva, Nick Folk tentou um chute de 56 jardas, que caprichosamente acertou a trave esquerda e saiu.

Os Bucs saíram vencedores do aguardado duelo.
Tom Brady e os Bucs saíram vencedores do aguardado duelo. | Foto: reprodução/Action Network.

No confronto mais aguardado do ano, na partida que marcava o reencontro de Tom Brady, New England Patriots e Bill Belichick, quem levou a melhor foi o Quarterback de 44 anos, que desta vez, atuava como visitante em um palco que foi acostumado a vencer ao longo de toda sua carreira no futebol americano.

*Nós, do projeto Esporte em Pauta, estamos realizando uma parceria com o Fala! Universidades. Se quiser ter acesso a mais conteúdos sobre os mais variados esportes, procure nossa página no Instagram (@esporte_em_pauta) e no Twitter (@EsportePauta).

_________________________________________________

Por Filipe Saochuk – Fala! PUC-SP

Tags mais acessadas