FURIA: 5 curiosidades sobre uma das maiores organizações de Esports
Menu & Busca
FURIA: 5 curiosidades sobre uma das maiores organizações de Esports

FURIA: 5 curiosidades sobre uma das maiores organizações de Esports

Home > Notícias > Esporte > FURIA: 5 curiosidades sobre uma das maiores organizações de Esports

A FURIA é uma organização brasileira de Esports, também chamados de ciberesportes, que são competições de jogos eletrônicos. Sendo uma das maiores do país, a marca conquistou inúmeros fãs e, além de ser referência no nicho de Esports, a FURIA também investiu no design e lifestyle a partir de peças que representassem seus seguidores. 

A seguir, confira 5 curiosidades sobre a FURIA.

Time de Counter-Strike da FURIA em palco do PGL Stockholm Major 2021
Time de Counter-Strike da FURIA em palco do PGL Stockholm Major 2021. | Foto: Reprodução.

5 curiosidades sobre a FURIA

1) Do papel para o mundo

Grato pela sua formação em uma Universidade pública federal, Jaime Pádua relata em um texto de seu Medium sobre o processo de desenvolvimento da FURIA. Por meio do curso de Criação de  Startups na USP em 2017, Jaime já havia desenvolvido as principais características da organização, entre elas: relacionamento direto com os fãs, oportunidade para jovens talentos e profissionalismo e ética.

Com a antiga rotina de Assessor de Investimentos em Uberlândia, Jaime queria estudar para trabalhar no Banco Central. Especificamente, ele desejava ser do COAF( Conselho de Controle de Atividades Financeiras) para usar seu conhecimento em prol do combate aos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Contudo, tudo mudou quando um amigo de escritório lhe fez a seguinte pergunta: “Jaime, nós gostamos tanto de jogos eletrônicos, por que não encontramos uma forma de investir nisso?” -Escreve Jaime em seu Medium.

Passados longínquos 4 anos, a pantera segue conquistando corações na comunidade de Esports e até mesmo quem não é torcedor respeita e admira. 

2) A Pantera

Em seu site oficial na aba “Quem Somos”, o texto descreve a importância da pantera como símbolo da organização. Para a FURIA, a pantera representa a chegada de um novo predador dentro dos Esports, mas não um predador qualquer, trata-se de um felino imponente e que é 100% brasileiro.

Em seu fenômeno mais marcante, ainda estampa a cor preta, uma cor representativa de um símbolo de luta e de resistência. Não à toa que a organização sempre se posiciona sobre temas com determinada relevância social e esse é um dos fatores que gera orgulho em novos e antigos fãs para carregar a pantera negra no peito.

3) #DIADEFURIA

É curioso imaginar como uma simples hashtag já consegue mobilizar toda a comunidade de Esports em um dia. Se você está no Twitter ou em qualquer outro lugar e acompanha algo relacionado ao mundo do esporte eletrônico, há um certo clima de Copa do Mundo nos dias em que a FURIA joga.

O #DIADEFURIA é um fenômeno, basta rolar a Timeline e pronto, já é possível se deparar com diversos furiosos usando camisas, bandeiras e até mesmo fotos de perfis personalizadas com a pantera. Isso é um fator evidente da força da comunidade de jogos eletrônicos no Brasil e realmente, vale a pena acompanhar um #DIADEFURIA.

4) Documentário Road To Legends na RedBull Tv

Devido ao seu sucesso e sua trajetória incrível, a pantera conquistou um documentário na RedBull TV sobre o PGL Stockholm Major 2021, o campeonato mundial do jogo Counter-Strike: Global Offensive no ano de 2021. A produção mostra todo o trabalho dos jogadores, comissão técnica e staff da FURIA durante a disputa do torneio. Com duração de  39:15 minutos, o documentário registra o resultado de um trabalho árduo ao longo de 5 anos : A honra de se estabelecer entre os 8 melhores times do mundo no Counter-Strike. 

5) Modalidades

Atualmente a pantera disputa em 4 modalidades dentro do universo do esporte eletrônico, conhecida popularmente pela sua atuação no Counter-Strike, a pantera também possui times nos jogos: FreeFire, League Of Legends e Valorant.

Com o intuito de engajar sua base de fãs, a FURIA possui um calendário que pode ser consultado por qualquer furioso em seu site. Assim, nenhum apaixonado pela pantera perde um #DIADEFURIA.

__________________________
Por Luã Silva Souza – Fala! UFRJ 

Tags mais acessadas