Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
Resenha: Deadpool 2

Resenha: Deadpool 2

Por Lucas Ignacio – Fala!Cásper

Um filme família, para maiores de 16 anos

Depois do grande sucesso de “Deadpool” em 2016, o mercenário tagarela dá sequencia as suas aventuras em “Deadpool 2” mantendo o mesmo nível de violência, um humor negro cheio de referências e piadas com o próprio estúdio que fez o filme, com a DC, com os personagens e com o Canadá.  O filme foi dirigido por David Leitch, o mesmo diretor de “Atômica”.

  

Wade Wilson (Ryan Reynolds) depois de dois anos trabalhando como o mercenário Deadpool acaba encontrando um garoto mutante instável chamado Russel Collins (Julian Dennison) e enquanto isso, Cable (Josh Brolin), um mutante metade robô, cuja família, foi assassinada por Russel no futuro, viaja de volta no tempo para matar o menino antes que ele se torne um assassino. Deadpool precisa aprender a ser um super-herói de verdade e impedir Cable de matar o Russel, para fazer tal coisa, ele monta sua própria equipe: “X-Force” para conseguir cumprir seu objetivo.

[read more=”Leia Mais” less=””]

Quem gostou do 1º Filme provavelmente vai adorar essa sequencia também, mesmo ele tendo uma maturidade maior que a do primeiro. Com Deadpool sempre conseguindo ter mais destaque, com a quebra da quarta parede estando mais sofisticada em alguns pontos e toda a linguagem que ele usa consigo mesmo e com o universo ao seu redor. Mas existem coisas no filme, como todas as cenas entre Wade e Vanessa (Morena Baccarin) que não cabem muito – pelo fato de se distanciarem muito do que filme propõe em todas as outras cenas. Trata-se de uma comédia, afinal de contas, e essa foi uma parte que eles não conseguiram fazer funcionar 100%.

Pontos altos do filme são os personagens novos como Cable, Dominó (Zazie Beetz) e os outros membros do “X-Force”. Josh Brolin consegue fazer uma ótima interpretação de Cable, mostrando o mutante bruto e ranzinza com seus ideais muito claros; Zazie Beetz interpreta Dominó muito bem também, ela é a que mais consegue se destacar entre os membros do “X-Force” e criar uma rivalidade com “Deadpool”. Temos os Membros do “X-Force”: Bedlam (Terry Crews), Zeitgeist (Bill Skarsgård), Shatterstar (Lewis Tan), Peter (Rob Delaney) e Vanisher (Brad Pitt) – sim!, Brad Pitt está em “Deadpool 2”-, eles conseguem ter um pouco de destaque no filme. As poucas cenas com esse time são de tirar o folego, e mesmo que eles não tenham muito destaque, já existe a possibilidade de um filme só deles. Outra personagem nova é a Yukio (Shioli Kutsuna), uma nova membra dos X-Men, mas que também não ganha muito destaque.

Também temos participações de personagens do 1º filme como Weasel (T.J. Miller), Al Cega (Leslie Uggams), Colossus (Stefan Kapicic), Míssil Adolescente Megassônico (Brianna Hildebrand) e Dopinder (Karan Soni).

O filme chegou aos cinemas no dia 17 de Maio de 2018 e passou a marca de US$ 500 milhões na bilheteria mundial em menos de duas semanas de exibição, não estando muito longe do primeiro Deadpool, que saiu dos cinemas com US$ 783 milhões na bilheteria mundial.

Deadpool 2 ainda está nos cinemas, e com certeza vale o ingresso, principalmente agora que menores de 16 anos podem assistir ao filme se estiverem acompanhados pelos pais ou seus responsáveis.

[/read]

Confira também:

Resenha: Han Solo – Uma História Star Wars

0 Comentários

Tags mais acessadas