Cadastre-se e tenha acesso a conteúdos exclusivos!
Quero me cadastrar!
Menu & Busca
Resenha: Han Solo – Uma História Star Wars

Resenha: Han Solo – Uma História Star Wars

Lucas Ignacio – Fala!Cásper

O que todos achavam que não iria funcionar, funcionou muito bem!

O filme da origem do Han Solo conseguiu superar as expectativas de todos e entregar um spin-off espetacular de um personagem muito popular do cinema. Com uma história de ação, e muitas surpresas ao longo do caminho, o filme foi dirigido por Ron Howard, o mesmo diretor de “Uma Mente Brilhante” e “O Código Da Vinci”.

Nascido em Corellia, um planeta considerado um esgoto por todos, Han (Alden Ehrenreich) está envolvido no submundo criminoso dominado por Lady Proxima desde os 10 anos; e de fato continuou envolvido por 10 anos, até que uma oportunidade surge e Han faz de tudo para fugir com Q’ira (Emília Clarke), sua namorada.

Contratempos acontecem durante a fuga e Q’ira acaba sendo levada. Han consegue sair do planeta, prometendo voltar para resgatá-la, e então ele vai atrás de dinheiro e uma nave para cumprir sua promessa. No meio do caminho, Han encontra Chewbacca (Joonas Suotamo), e os dois se ajudam quando estão em uma situação complicada antes mesmo de se conhecerem. Lando Calrissian (Donald Glover) também é um grande personagem no filme, sendo capaz de conseguir roubar a cena graças a incrível interpretação do ator.

[read more=”Leia Mais” less=””]

Boas surpresas são elementos constantes nos filmes, pelo fato de contar a história de personagens que muitos já conhecem os seus destinos, e assim o filme consegue entreter quem assiste.

Muito foi dito sobre Ehrenreich, que não se parecia ou imitava Harrison Ford, e que provavelmente ele faria um péssimo Han Solo por precisar de professor de teatro o ajudando em cada cena. Mas no fim, ele conseguiu provar e contrario fazer um ótimo trabalho como Han Solo. O mesmo vale para a interpretação de Glover em um Lando mais jovem, que é o personagem que mais consegue se destacar no filme graças incrível interpretação do ator.

Um ponto muito bom do filme é ele focar na historia do Han Solo e de todos ao seu redor, e não precisar de lutas com sabres de luz e mencionar Jedis ou a força no filme. Isso é o que faz com que o filme tenha sua própria imagem e não precisar depender de elementos que a maioria dos fãs adoram.

O filme deverá ter uma abertura de US$ 170 milhões nos EUA, conseguindo passar a bilheteria do outro spin-off de Star Wars, o “Rogue One” que fez US$ 155 milhões em sua abertura, a chance de “Han Solo” ter uma continuação é bem possível.

O filme também conta com Woody Harrelson, Thandie Newton, Paul Bettany e Jon Favreau em seu elenco.

O filme estreou no dia 24 de março de 2018 e com certeza vale a pena dar uma chance para esse filme e ver a Millennium Falcon sendo pilotada por Han Solo pela primeira.

[/read]

Confira também:

– Resenha: 13 Reasons Why – 2ª Temporada

Resenha: Vingadores – Guerra Infinita

0 Comentários

Tags mais acessadas