DarkSide Books: 5 indicações de livros da editora brasileira
Menu & Busca
DarkSide Books: 5 indicações de livros da editora brasileira

DarkSide Books: 5 indicações de livros da editora brasileira

Home > Entretenimento > Cultura > DarkSide Books: 5 indicações de livros da editora brasileira

A DarkSide Books é uma editora brasileira especializada nos gêneros de ficção científica, terror, fantasia e quadrinhos, sendo a primeira do país a se dedicar exclusivamente a esses nichos. Com livros sobre casos de serial killers, assassinatos famosos e terror, a marca conquistou o público pelo seu compromisso com os temas.

Se interessou pelo conteúdo? Confira aqui 5 indicações!

Darkside Books
A Darkside Books disponibiliza diversas opções de livros para o seu nicho. | Foto: Montagem/ Instagram

1) Lady Killers – um livro da DarkSide Books que foge do clichê

Quando pensamos em assassinos em série, pensamos em homens. Mais precisamente, em homens matando mulheres inocentes, vítimas de um apetite atroz por sangue e uma vontade irrefreável de carnificina. Mas as mulheres podem ser tão letais quanto os homens e deixar um rastro de corpos por onde passam ― então o que acontece quando as pessoas são confrontadas com uma assassina em série? Quando as ideias de “sexo frágil” se quebram e fitamos os desconcertantes olhos de uma mulher com sangue seco sob as unhas?

Prepare-se para realizar mais uma investigação criminal ao lado da DarkSide® Books e sua divisão Crime Scene®. Esqueça tudo aquilo que você achava que sabia sobre assassinos letais ― perto de Mary Ann Cotton e Elizabeth Báthory, para citar apenas algumas, Jack, o Estripador ainda era um aprendiz. Inspirado na coluna homônima da escritora Tori Telfer no site Jezebel com, Lady Killers: Assassinas em Série é um dossiê de histórias sobre assassinas em série e seus crimes ao longo dos últimos séculos, e o material perfeito para você mergulhar fundo em suas mentes. Com um texto informativo e espirituoso, a autora recapitula a vida de catorze mulheres com apetite para destruição, suas atrocidades e o legado de dor deixado por cada uma delas. 

2) BTK Profile

Ao longo de três décadas, um monstro aterrorizou os moradores de Wichita, Kansas. O livro BTK Profile, da DarkSide Books, conta a história de um assassino em série que amarrava, torturava e matava mulheres, homens e crianças, iludiu a polícia por anos a fio enquanto se vangloriava de suas terríveis façanhas para a mídia. A nação ficou chocada quando os crimes de BTK ― a sigla para os termos em inglês bind, torture, kill, que eram sua assinatura criminosa ― foram enfim associados a Dennis Rader, um vizinho amigável, marido devoto e respeitado presidente da congregação de uma igreja local.

O jornal Wichita Eagle fez a cobertura do assassino em série desde seu primeiro ataque, em janeiro de 1974. Desde então, o jornal, a polícia e o assassino desenvolveram um intricado relacionamento. Foi por meio do Eagle que BTK enviou sua primeira mensagem, em 1974. Foi para o Eagle que, alguns anos depois, o desesperado chefe de polícia de Wichita pediu ajuda para criar uma armadilha para o assassino. Foi em uma carta para o Eagle que BTK anunciou seu reaparecimento, em 2004. E foi por meio dos classificados do jornal que o chefe da investigação levou BTK a cometer um erro que resultou em sua captura, em 2005.

3) Ted Bundy: Um estranho ao meu lado

Quando Ann Rule conheceu Ted Bundy em um centro de atendimento de prevenção ao suicídio, ela não fazia ideia de que aquele rapaz simpático e inteligente ― que sentava ao lado dela e de quem até chegou a receber um cartão de Natal ― se tornaria um dos serial killers mais proeminentes da história. Ted Bundy confessou ter matado ao menos 36 mulheres nos Estados Unidos durante os anos 1970. Para estudiosos do caso, a contagem final é ainda maior.

Ele pode até ter salvado vidas pelo centro de prevenção, mas ceifou outras dezenas quando ninguém estava olhando. Inúmeras famílias ficaram sem respostas, e ele foi executado em 1989 na cadeira elétrica. Mas estas informações todo mundo conhece. Chegou a hora de saber mais. Ted Bundy: Um Estranho ao Meu Lado é o livro de true crime mais aguardado pelos darksiders e chega como um clássico na coleção Crime Scene®, da DarkSide® Books. Ann Rule ― que teve uma extensa carreira publicando livros e reportagens sobre casos criminais ―, divide uma experiência que ninguém, em sã consciência, gostaria de ter: a proximidade com um serial killer e a descoberta de sua verdadeira face. Em Ted Bundy: Um Estranho ao Meu Lado, mergulhamos nas memórias de Rule através de um viés inusitado e assustador.

4) Casos de família: Arquivos Richthofen e Arquivos Nardoni

O assassinato do casal Richthofen e de Isabella Nardoni foram reunidos em um só livro e trazem novos detalhes observados por quem estava nos bastidores. A criminóloga Ilana Casoy, em Casos de família: Arquivos Richthofen e Arquivos Nardoni, abre pela primeira vez seus cadernos de anotações utilizados durante a pesquisa na Polícia Civil, Científica e Ministério Público dos dois crimes, tudo isso com a qualidade quase psicopata de edição, uma marca registrada de todos os títulos da DarkSide® Books.

A pedido da editora, Ilana Casoy mergulhou em suas anotações particulares para mais uma luxuosa reedição de suas obras, incluindo os inéditos fac-símiles de seus cadernos secretos.

5) Serial Killers: Anatomia do mal – mais uma obra macabra da DarkSide Books

O que move – e o que pode deter – assassinos em série como Ed Gein, o psicopata americano que inspirou os mais célebres maníacos do cinema, como Norman Bates (Psicose, de Alfred Hitchcok), Leatherface (O Massacre da Serra Elétrica, de Tobe Hooper) e Hannibal Lecter (O Silêncio dos Inocentes, de Jonathan Demme)? Como explicar a compulsão por matar e o prazer de causar dor, sem qualquer arrependimento? De onde vem tanta fúria? As respostas estão no livro da editora DarkSide® Books: Serial Killers: anatomia do mal, dossiê definitivo sobre o universo sombrio dos psicopatas mais perversos da história.

Escrito por Harold Schechter – que pesquisa o tema há mais de três décadas e já publicou, inclusive, a biografia de Ed Gein, Deviant (1998) -, o livro é referência fundamental a todos os que se interessam pelo universo da investigação e da criminologia. Pontuado por curiosidades macabras, dados científicos e fatos pouco conhecidos sobre a trajetória dos principais criminosos em série dos Estados Unidos, SERIAL KILLERS: ANATOMIA DO MAL abrange desde a criação do termo serial killer no início do século XX (conforme exibido na série MINDHUNTER, da Netflix) até o fascínio exercido por matadores seriais na cultura pop (cinema, música e literatura).

Com clareza, ritmo e muita informação, Harold Schechter traça perfis psicológicos impressionantes de criminosos que desafiaram a polícia, viraram notícia e continuam a nos assombrar nas telas da TV e do cinema.

Essas foram as principais indicações! Curtiu o conteúdo? Compartilha com os amigos que adoram um assunto mais dark!

__________________________________________________
Por Bianca Tavares Viana – Fala! Faculdade Maurício de Nassau – PE

Tags mais acessadas