Crítica: 'Um Match Surpresa', a nova produção da Netflix
Menu & Busca
Crítica: ‘Um Match Surpresa’, a nova produção da Netflix

Crítica: ‘Um Match Surpresa’, a nova produção da Netflix

Home > Entretenimento > Cinema e Séries > Crítica: ‘Um Match Surpresa’, a nova produção da Netflix

Um Match Surpresa”: Será que a nova comédia romântica natalina da Netflix realmente deu match?

Um Match Surpresa é uma produção original da Netflix. A plataforma vem investindo pesado nesse tipo de produção no fim de cada ano, sempre trazendo opções de filmes e séries para o seu catálogo.

O filme possui uma trama bem comum, em que Natalie é uma jornalista e trabalha para um site onde escreve artigos sobre seus encontros desastrosos, sendo uma celebridade nessa área. 

Até que ela dá match em um rapaz perfeito. Engraçado, lindíssimo e com muitas referências. Pontos demais para ser verdade. Com uma conexão incrível entre os dois, o único problema é que ela mora longe. Então, no Natal, ela decide viajar até a Costa Leste americana para conhecê-lo e dessa forma descobrir que foi enganada.

Ao surpreender seu “web” namorado às vésperas do Natal, Natalie descobre que Por meses ela havia mantido contato com Josh Lin, um homem visualmente diferente daquele que ela encontrou no aplicativo.

Percebendo que caiu num golpe, Natalie faz um acordo com Josh. Ambos vão fingir que são namorados até o Natal, para que a família dele fique orgulhosa. Em contrapartida, Josh irá ajudar Natalie a conquistar Tag, o carinha bonito da foto.

Confira a crítica sobre Um Match Surpresa da Netflix.
Confira a crítica sobre Um Match Surpresa da Netflix. | Foto: Reprodução.

Uma Crítica sobre Um Match Surpresa

Um Match Surpresa é uma comédia romântica que entra em conexão com detalhes clássicos de filmes de Natal. Dentre elas, a montagem da árvore de Natal, tradição de cantar músicas e tudo isso é ambientado em uma cidade americana típica. Com uma decoração temática, rica em detalhes e uma fotografia que representa bem a estética natalina, o filme consegue demonstrar a magia do Natal. Outro fator que evidencia isso, é a lição de moral que faz o público refletir sobre amor, empatia, aparências e lealdade.

Contudo, o filme atende a sua proposta, com uma trilha sonora notável, alguns diálogos que rendem risadas e a fórmula de “fábula de Natal” em meio a um romance. É o tipo de filme que mantém o público em uma zona de conforto, diverte, entretém, mas não pode ser considerado um clássico de Natal para toda a família.

No entanto, o diretor Hernán Jiménez soube passar diferentes mensagens a respeito do amor e das peculiaridades de cada pessoa. Josh é um garoto muito inseguro e com baixa autoestima, ele tem medo de mostrar para a família quem é e do que gosta. Enquanto Natalie tenta ser outra pessoa só para agradar Tag, uma pessoa que ela mal conhece e que possui opiniões totalmente diferentes da dela.

Outro ponto importante que o filme traz, é que o amor não é e nunca será perfeito, mas precisa ser, acima de tudo, honesto e sincero. Ao viver uma mentira, Natalie e Josh magoam outras pessoas só para conseguir o que querem, sem se importar com as consequências que eles vão ter depois. Eles julgam os erros um do outro, mas esquecem de olhar para os próprios erros e defeitos.

As analogias e mensagens implícitas e explícitas em Um Match Surpresa, são muitas, algumas mais originais, outras nem tanto. Mas o foco principal é mostrar o amor moderno, como nos dias de hoje a aparência virou um aspecto de grande importância quando se namora online.

Um filme clichê mais que vale a pena assistir se você gosta de comédia e romance natalino.

_______________________________________________

Por Sabrina Ferreira – Fala! Centro Universitário Brasileiro de Pernambuco

Tags mais acessadas