Menu & Busca
Cosplayer diz ter sido espancado e torturado por seguranças na BGS

Cosplayer diz ter sido espancado e torturado por seguranças na BGS


Famoso por fazer diversos cosplays do vilão Coringa, Michael diz ter sido torturado por seguranças na Brasil Game Show, maior evento de game da América Latina.

cosplay de coringa
Cosplayer diz ter sido espancado e torturado por seguranças na BGS. | Foto: Reprodução.

Brasil Game Show

Dia 9 de outubro, começou a Brasil Game Show, maior feira de games da América Latina, no Expo Center Norte.

Michael Giordano Martins Pinheiros, de 34 anos, conhecido por fazer cosplay do vilão Coringa e aparecer nos comerciais da BGS, foi à feira no último final de semana (13), vestido com seu cosplay de Coringa enfermeira do filme O Cavaleiro das Trevas.

coringa cosplay
Michael Giordano vestido com seu cosplay de Coringa enfermeira. |Créditos na foto.

Cosplayer diz ter sido espancado e torturado por seguranças

Após duas horas no evento, Michael disse que queria retocar a maquiagem no carro, que estava no estacionamento, e então confirmou com o segurança se poderia retornar ao evento depois. 

Ao retornar, o cosplayer passou pela revista, mas seu QR Code não permitiu o acesso ao evento, pois já havia sido utilizado. Com intenção de ajudá-lo, a funcionária chama o organizador, para quem Michael explica o ocorrido. 

Logo depois, dois homens se aproximam e falam que Michael não iria entrar na feira. Em seguida, segundo a vítima, após pedir para os homens não se “meterem” na confusão, eles lhe dão um soco, um mata leão e o arrastam por um corredor de cerca de seis metros de extensão, que levava ao vestiário dos agentes.

Na sala, Michael afirma ter sido torturado por pelo menos 40 minutos por 12 pessoas.

espancado e torturado
Michael Giordano Martins Pinheiros afirma ter sido espancado por seguranças na BGS. | Foto: Reprodução.

A tortura

Segundo a vítima, entre os métodos de tortura havia socos e chutes, ameaças de estupro, queimaram cigarros em sua pele, jogaram bebida, ameaçaram urinar nele e até matá-lo. Além disso, roubaram seus acessórios de cosplay e seu dinheiro da carteira.

A tortura só parou quando um outro segurança apareceu na sala. Quando conseguiu ficar em pé, ele foi liberado e escoltado até seu carro.

cosplayer foi torturado
Em suas redes sociais, o cosplayer postou fotos da agressão. | Foto: Reprodução.
fotos da agressão
| FOTO: Reprodução.

Para a vítima, a tortura que sofreu foi devido ao cosplay de enfermeira que usava, sofrendo homofobia pelos seguranças do evento, evidenciado quando o ameaçaram de estupro porque estava usando vestido, como alega Pinheiros.

Em seu prontuário médico consta que a vítima teve perfuração no pulmão, uma costela quebrada e nove trincadas. Segundo Michael, ele ficou com dreno no pulmão durante dois dias, após respirar sangue durante a tortura.

prontuário médico
Prontuário médico da vítima. | Foto: Reprodução.

Michael Giordano ficou internado no hospital do domingo, dia da agressão, até terça-feira (15). No boletim de ocorrência consta a lesão corporal e o roubo de equipamentos de cosplay, que foi registrado no 74° DP (Parada de Taipas), nesta quarta-feira (16).

BGS não se pronunciou

A BGS foi procurada, mas ainda não se pronunciou sobre o assunto, apenas pediu o boletim de ocorrência da vítima para esclarecer os fatos. 

conversa com a BGS
A rede social da Brasil Game Show ainda não se pronunciou. | Foto: Reprodução.

Confira o vídeo publicado pela vítima clicando aqui.

_________________________________________________________
Por Amanda Ayumi Adachi – Fala! Mack

Quer se tornar um colaborar e escrever para o fala?
Saiba como

0 Comentários

Tags mais acessadas