Conto: Essa é a sua história de amor
Menu & Busca
Conto: Essa é a sua história de amor

Conto: Essa é a sua história de amor

Home > Lifestyle > Conto: Essa é a sua história de amor

Eu sei que você encomendou um conto de fadas com cavalos brancos, príncipes encantados e diálogos emocionantes. Você queria aquela pessoa ali, plantada na sua janela, dirigida por John Hughes com um rádio de pilha na mão? Não, talvez você queira um punho levantado, glorioso, por ter conquistado o seu coração adormecido. Ou ainda um tonto, que se prestasse ao ridículo de descer as escadas de um ginásio cantando desafinado e escancarado todo esse amor avassalador que sente por você.

Você queria cartas do além-vida. Você queria um diário com as páginas lotadas, registrando toda a força de um amor que resiste contra as marés frias, os pontapés e reviravoltas da vida.

Admita de uma vez: você sonhou acordada com o galã fascinado por jazz, que bateria na sua porta para um sapateado ao pôr do sol e te levaria a conquistar todos os seus sonhos.

(Não me diga que você queria três caras incríveis loucos por ti. E no fim, qual deles é o pai da sua filha?!)

Acontece que você já tem a sua história de amor.

histórias de amor
Histórias de amor. | Foto: Isadora Weigand.

Esse sentimento latente que pulsa dentro de você durante a crise de gargalhadas com o seu melhor amigo. O carinho que queima nas suas bochechas quando suas amigas insistem em te relembrar que aquele cara não é o bastante para você, mesmo que ele seja alto, bonito e tenha um violão.

O prato quente de comida caseira que sua melhor amiga te serve na casa dela, enquanto ainda tenta te convencer que o time do veganismo é, e sempre será, o grande hexa que o Brasil ainda pode ganhar.

Todas as vezes que os seus irmãos te tiraram dos eixos quando você estava se levando a sério demais.

Quando amigos de tão pouco tempo estabelecem contigo conexões tão fortes, que é impossível lembrar de uma vida em que eles não estavam presentes, no seu pensamento e no seu coração.

Crescer do lado de seres humanos incríveis. Subir degrau por degrau na missão cada vez mais difícil de tentar ser alguém melhor todos os dias, por causa de cada um deles.

Querer que o mundo pare para admirar a beleza e a luz que cada uma dessas mentes pensantes (e que mentes!) carrega. Amar incondicionalmente as discussões, provocações, brigas e desentendimentos. Sentir transbordar o peito de uma luz tão brilhante e reconfortante, só porque pessoas tão especiais te querem bem e, por isso, querer o bem delas também.

Essa é a sua história de amor.

Não tenha medo de se entregar. O ritmo dessa dança é mais simples do que parece. Vamos, descomplique. Troque o jantar com vinho à luz de velas pela cerveja gelada na calçada e a música brega tocando na caixa de som. Mantenha a chuva de fundo, só substitua o beijo meia boca e cafona no centro da tela por coreografias (des)coordenadas e completamente fascinantes.

(Porque os príncipes encantados desse conto de fadas são realmente fascinantes).

E o desejo de ganhar o coração de uma só pessoa de repente é tão brando, perto da onda avassaladora e quase sufocante de sentir todas as mais acalentadoras almas pulsando do seu lado: gritando, festejando, sorrindo, sentindo, existindo. Com você.

Essa é a sua história de amor. Começo, meio, fim. Embarque nesse romance. Sinta as borboletas no estômago enquanto se deixa levar pelas páginas e mais páginas de um amor que parece só crescer, e para sempre vai despertar o melhor que existe em cada um de nós.

Você não está sozinho. Olhe ao redor. Deixe que o amor que pulsa nas suas veias e invade o seu coração se espalhe por todos aqueles que te querem bem. Ria alto. Dance. Pule. Festeje. Comemore sempre, porque, por algum motivo maluco, essa gente te escolheu pra fazer parte dessa história.

Namore todos aqueles que são apaixonados por ti, e que nunca abririam mão de uma vida ao seu lado.

Nem sempre é simples. Nem sempre é fácil.

Mas sempre vai valer a pena.

____________________________
Por Luíza Lima Fernandes

Tags mais acessadas