Como fazer um portfólio com seus trabalhos da faculdade?
Menu & Busca
Como fazer um portfólio com seus trabalhos da faculdade?

Como fazer um portfólio com seus trabalhos da faculdade?

Home > Universidades > Como fazer um portfólio com seus trabalhos da faculdade?

Saiba o que é o portfólio e como montá-lo para reunir seus trabalhos da faculdade

A fase acadêmica nos traz um universo de conhecimento e oportunidades, sobretudo no mercado de trabalho, contudo, experiências que vão ao encontro do curso são pontos a favor para a construção da carreira.

Sabemos que adquirir prática enquanto se aprende o teórico durante o período da faculdade é fundamental para alavancar a expertise no ramo acadêmico e profissional. Mas como organizar, filtrar e engajar um projeto, trabalho ou artigo? E o melhor, poder apresentar aos docentes, apresentar um uma vaga de emprego? Ou até mesmo trabalhar de forma independente criar uma carteira sólida de clientes? Sim, o portfólio também pode te ajudar a cada vez mais reter e captar clientes ao seu produto ou serviço.

Existem métodos que podem endossar a divulgação e promoção das suas atividades e o portfólio poderá ser uma ótima ferramenta no seu dia a dia. Confira mais sobre isso!

O que é um portfólio?

Trata-se de uma coletânea de materiais autorais realizada pelo discente e que deve ser feita com antecedência, visto que o processo não só do portfólio, mas do material em si demandam tempo de produção e conclusão do projetos. Aqui uma dica primordial: caso haja citações de autores ou estudo científicos, sempre credite a fonte e respectivas referências bibliográficas.

portfólio
Saiba como fazer um portfólio com seus trabalhos da faculdade. | Foto: Reprodução.

Como montar um portfólio?  

Agora que você sabe o conceito e entende a importância de um portfólio, deve estar se perguntando: “Qual a melhor maneira para se montar um documento de fácil visualização?”. Acompanhe, abaixo, dicas valiosas para deixar seu material mais arrojado e próximo aos seus objetivos:  

Selecione os melhores trabalhos

Os melhores projetos são aqueles que possuem oportunidades e constância em sua execução. Ao invés de ideias mirabolantes, trazem realidade e reflexão ao tema proposto.

Sabe a regra do “antes a qualidade, do que a quantidade”? Pois bem, é válido mostrar um portfólio com uma gama de experimentações. Os trabalhos não precisam ser impecáveis ou extremamente técnicos. Nenhuma instituição espera receber um artista pronto, além disso, você irá se aperfeiçoar durante seus estudos. Escreva textos, tome nota dos processos, registre como você sai de uma ideia e chega a uma realização. Outra dica: ninguém entra na universidade sabendo, você estará lá para se desenvolver e aprimorar técnicas.  

Crie um storytelling

O termo storytelling significa “a habilidade de contar histórias utilizando enredo elaborado, narrativa que faça ‘prender a atenção’ do ouvinte/leitor/espectador”. E na construção de um portfólio, não poderia ser diferente; você precisa organizar sua produção de forma a contar uma história, garantindo que ele não só o apresente como represente quem você é enquanto profissional, sua trajetória, desafios e o que te desperta executar todas as atividades. Eles fazem parte da sua trajetória profissional e refletem sua capacidade de lidar com situações complexas.  

Aposte em um visual descomplicado e cuidado com qualidade e estética  

No universo digital, não existe nada mais complexo do que os múltiplos cliques ao acessar um portal, redes sociais e limitações quanto à visualização dessas informações. Evite excessos e apresentações rebuscadas. Seu principal objetivo é que os interessados conheçam sua produção ao longo da carreira da forma mais agradável possível.

É importante atentar-se aos formatos, sobretudo em plataformas digitais. Preocupe-se com a visualização em tablets, smartphones e navegador web pelo computador e se assegure em utilizar elementos visuais que sejam realmente relevantes para mensagem que você quer passar. 

Crie uma ordem cronológica (de preferência, do mais recente ao mais antigo)  

Reflita sobre o que está produzindo e crie uma linha de importância de seus projetos. Isso pode ajudá-lo a ter insights na hora de selecionar trabalhos e, até mesmo, a decidir a melhor ferramenta para usar ao montar seu portfólio.

Tenha em mente mantê-lo sempre atualizado, assim, facilmente os interessados poderão ter acesso ao seu projeto mais recente e abre diversas possibilidades em sua trajetória acadêmica e um diferencial, por estar ativo no mercado.  

O portfólio não é apenas sobre o conteúdo, projeto ou trabalho, mas também sobre você

Por fim, o portfólio está relacionado à sua persona, ou seja, deve refletir os seus valores e propósito como profissional e futuro especialista. Todas as suas habilidades serão analisadas.  

Conforme exposto anteriormente, a academia é uma fase de  desenvolvimento e ser você mesmo é primordial. Por isso, utilize os recursos que você tem e ferramentas que se sente mais seguro ao manuseá-las. Entenda que um material sintético alinhado aos reais desafios e experiências vividas por quem está elaborando, desperta a curiosidade em conhecer mais a ideia central do projeto. Assim, toda informação deve ser legível, precisa e coerente no portfólio.

____________________
Por Érica Silva – Fala! Anhembi

Tags mais acessadas