Beisebol: Ke’Bryan Hayes, o novo jogador do Pittsburgh Pirates
Menu & Busca
Beisebol: Ke’Bryan Hayes, o novo jogador do Pittsburgh Pirates

Beisebol: Ke’Bryan Hayes, o novo jogador do Pittsburgh Pirates

Home > Notícias > Esporte > Beisebol: Ke’Bryan Hayes, o novo jogador do Pittsburgh Pirates

Conheça Ke’Bryan Hayes, o principal candidato ao Calouro do Ano na NL e novo ‘rosto’ da franquia Pittsburgh Pirates

No ano de 1979, o Pittsburgh Pirates conquistou a quarta World Series de sua história, contra o Baltimore Orioles, e tinha como destaque o jogador de primeira base, Willie Stargell, considerado um dos melhores rebatedores da história do beisebol. Alguns anos antes, os ‘Buccos’ tinham em seu elenco um dos maiores jogadores de todos os tempos e, até hoje, um dos maiores ídolos da cidade do oeste da Pensilvânia: Roberto Clemente, que sofreu um trágico acidente aéreo e acabou falecendo com apenas 38 anos, em 1972.

Ke’Bryan Hayes
Ke’Bryan Hayes, atleta do Pittsburgh Pirates. | Foto: Pittsburgh Sports-Gazette.

Porém, aquele título no final da década de 70, foi justamente o último momento de glória da tradicional equipe de Pittsburgh. Desde então, os Pirates venceram apenas um jogo de pós-temporada, no Wild Card de 2013, contra o Cincinnati Reds, e vivem em baixa há décadas. Naquele ano, terminou em segundo na NL Central, com um recorde de 94 vitórias.

Aquele elenco contava com as duas possíveis últimas estrelas da franquia, o Left Fielder Starling Marte e o Center Fielder Andrew McCutchen. Porém, acabaram eliminados no Division Series contra o St. Louis Cardinals, e nos anos seguintes, o criticado ex-General Maneger da franquia, Neal Huntington, trocou os seus dois principais jogadores. O último grande time dos Pirates acabou sendo completamente desmanchado. Desde então, o torcedor dos Buccs não tem um grande jogador para ‘chamar de seu’… ou será que tem? 

Ke’Bryan Hayes

Ke’Bryan Hayes, natural da cidade de Tomball, no Texas, é um jogador de terceira base de 24 anos. Jogou pela Concordia Lutheran High School, no ensino médio, e recebeu uma bolsa de estudos para integrar a Universidade do Tennessee, quando, em 2015, no seu último ano de faculdade, teve um grande desempenho. Com .436 de média em rebatidas, três Home Runs, 27 corridas impulsionadas e 12 bases roubadas, colocou-se entre os principais prospectos do MLB Draft daquele ano, e chamou a atenção de uma franquia em particular: o Pittsburgh Pirates.

Com a 32ª escolha geral do Draft de 2015, os Pirates selecionaram Ke’Bryan Hayes. Naquele ano, jogou pelo Gulf Coast League Pirates e pelo West Virginia Black Bears, combinando para .308 de média de rebatidas e 20 corridas impulsionadas em 56 jogos. Em 2016, vestiu o uniforme do West Virginia Power, onde foi eleito para o All Star da Liga Atlântico Sul, e anotou seis Home Runs, além de impulsionar 37 corridas em 65 jogos. No ano seguinte, voltou a impressionar e foi selecionado para o Florida State All Star, jogando pelo Bradenton Marauders.

beisebol
Hayes jogando um All Star de Minor League. | Foto: Rum Bunter.

Em 2018, jogou pela filial dos Pirates na Double A (uma das ligas de desenvolvimento da MLB), o Altoona Curve, onde foi mais uma vez nomeado para o All Star de sua liga, ao rebater sete Home Runs e impulsionar 47 corridas em 117 jogos. No ano retrasado jogou novamente pelo West Virginia Black Bears e também pelo Indianapolis Indians, da Triple A. Após mais uma temporada de destaque, foi chamado para o elenco de 40 jogadores dos Pirates.

Estreia no Pittsburgh Pirates

No dia primeiro de setembro de 2020, Ke’Bryan Hayes estreou na MLB com a camisa de Pittsburgh, e quase que instantaneamente caiu nas graças da torcida. Deixou sua marca justamente contra um dos grandes rivais de sua equipe, o Chicago Cubs, ao rebater um Home Run logo na sua primeira partida.

Em apenas 24 jogos na última temporada, Hayes obteve uma impressionante média de rebatidas de .376, anotou cinco Home Runs e ainda impulsionou 11 corridas para os Pirates, rapidamente conquistando o posto de “futuro rosto da franquia” e causando uma empolgação que há muito tempo não se via na torcida de Pittsburgh, que sofre há décadas com um time de beisebol ruim.

Pittsburgh Pirates
Hayes em seu jogo de estreia na MLB contra os Cubs. | Foto: The Athletic.

O camisa 13 não apenas ganhou atenção dos fãs de sua equipe, mas passou a chamar a atenção de toda a Major League Baseball. O jovem Third Baseman está listado como 10° melhor prospecto geral da MLB e desponta como favorito nas casas de apostas americanas a vencer o prêmio de Calouro do Ano na Liga Nacional, o qual ele ainda é elegível no ano de 2021.

No Spring Training deste ano, Hayes vem fazendo jus à toda expectativa criada e possui uma impressionante média de rebatidas de .500, com 7 Hits em 14 At Bats, três corridas anotadas e duas impulsionadas.

Se um dia Ke’Bryan Hayes chegará ao mesmo nível de Roberto Clemente ou Willie Stargell, é impossível prever e até injusto de se comparar. Porém, em um time em reconstrução como os Pirates, recheado de jovens talentos e que promete finalmente ser forte daqui alguns anos, a jovem estrela já se tornou o principal nome do beisebol em Pittsburgh, e que, com certeza, terá seu nome comentado e lembrado, por muitos anos, tornando-se aquele grande atleta que os Pirates já não tinham há um bom tempo.


*Nós, do projeto Esporte em Pauta, estamos realizando uma parceria com o Fala!; se quiser ter acesso a mais conteúdos sobre os mais variados esportes, procure nossa página no Instagram (@esporte_em_pauta) e no Twitter (@EsportePauta).

_________________________
Por Filipe Saochuk – Fala! PUC

Tags mais acessadas