Trey Mancini: o homem que venceu o câncer e está de volta ao beisebol
Menu & Busca
Trey Mancini: o homem que venceu o câncer e está de volta ao beisebol

Trey Mancini: o homem que venceu o câncer e está de volta ao beisebol

Home > Notícias > Esporte > Trey Mancini: o homem que venceu o câncer e está de volta ao beisebol

Neste domingo, começou o Spring Training para os trinta times da Major League Baseball. Os jogos de pré-temporada servem para os principais jogadores voltarem a pegar ritmo de jogo, mas, principalmente, uma grande oportunidade para os jovens atletas das franquias mostrarem o seu talento e buscarem uma vaga no elenco final. Porém, nenhum jogo ou resultado deste fim de semana foi tão importante quanto a aparição do jogador de primeira base do Baltimore Orioles, Trey Mancini.

Trey Mancini
Trey Mancini, atleta do Baltimore Orioles. | Foto: Sports Illustrated.

Trey Mancini

Após uma temporada muito boa em 2019, colocar-se no topo das estatísticas com alguns dos melhores jogadores da MLB, o atleta natural de Winter Heaven, na Flórida, apresentou-se para o Spring Training de 2020 com altas expectativas para o ano que se iniciaria.

Mas, no dia 7 de março, aliviado com instalações do Orioles para passar por uma cirurgia não relacionada ao beisebol. Cinco dias depois, foi revelado que o procedimento que Mancini passou foi para a retirada de um tumor maligno de seu cólon. Em abril, o próprio jogador contou que se tratava de um câncer de cólon em estágio 3 e que iria iniciar o tratamento de quimioterapia, que duraria aproximadamente seis meses.

Carreira

Trey Mancini iniciou sua carreira no beisebol na Winter Heaven High School, e ao terminar o colegial, foi indicado para uma bolsa para jogar na Universidade de Notre Dame, uma das mais tradicionais dos Estados Unidos. Em seu terceiro ano de faculdade, rebateu sete Home Runs e impulsionou 54 corridas em 57 partidas disputadas pelo Fighting Irish. No Draft de 2013, o First Baseman chamou a atenção de Baltimore e foi selecionado na oitava rodada.

beisebol
Trey Mancini jogando por Notre Dame. | Foto: Atletismo Notre Dame.

Após passar três anos jogando nas Ligas Menores, Mancini foi finalmente chamado para o elenco do Orioles na Major League Baseball, no dia 18 de setembro de 2016. Sua partida de estreia foi contra o Boston Red Sox, e logo no seu primeiro Hit, já entrou para a história da equipe de Baltimore. Jogando como rebatedor designado, anotou um Home Run em seu segundo At Bat da carreira na MLB, e se tornou o quarto jogador na história dos Orioles a rebater um Home Run em seu primeiro Hit com o uniforme laranja e branco.

Não satisfeito, anotou mais dois Home Runs nos dois jogos seguintes, e se tornou o terceiro jogador na história da Major League Baseball a bater um homer em cada um de seus primeiros três jogos na carreira. Em 2017, com mais um ano consistente, terminou em terceiro na votação para o Calouro do Ano na Liga Americana, e em 2018, terminou uma temporada rebatendo 242, 24 Home Runs e 58 corridas impulsionadas.

Trey Mancini tornou-se uma referência ao elenco de Baltimore, e rapidamente transformou-se em um dos favoritos da torcida. A descoberta da doença pegou todos os apaixonados pelo esporte de surpresa, e gerou muita tensão e tristeza ao redor da liga. Porém, após meses de tratamento e incertezas, o camisa 16 do Orioles venceu mais um duelo em sua vida, e finalmente está totalmente curado do câncer.

Retorno após o câncer

No último dia 28, na partida de abertura do Spring Training de 2021, Trey Mancini voltou a jogar uma partida de beisebol após praticamente um ano parado. Contra o Pittsburgh Pirates, logo em seu primeiro At Bat, conseguiu uma rebatida simples e chegou à primeira base, sendo ovacionado por todos no estádio, tanto torcedores quanto seus companheiros de equipe e adversários. Mostrando-se muito emocionado, gesticulou agradecendo a todos.

Foi incrível. Quase caí nas lágrimas, eu não vou mentir. Quando estava lá e todos estavam me aplaudindo de pé e eu vi os jogadores do Pirates, meus companheiros, os caras no banco, nas arquibancadas, aplaudindo, significou muito para mim. Foi muito, muito legal e, com certeza, um dos maiores momentos da minha carreira no beisebol.

Disse Trey Mancini após a partida.
baseball
Mancini sendo ovacionado em sua partida de volta. | Foto: Yahoo.

Qual o papel do esporte, se não proporcionar grandes momentos e contar belas histórias? A história de superação e determinação de Trey Mancini é mais um grande momento que o esporte oferece e, sem dúvida, um motivo de inspiração para quem luta diariamente contra esta terrível doença.


*Nós, do projeto Esporte em Pauta, estamos realizando uma parceria com o Fala!; se quiser ter acesso a mais conteúdos sobre os mais variados esportes, procure nossa página no Instagram (@esporte_em_pauta) e no Twitter (@EsportePauta).

​_____________________________
Por Filipe Saochuk – Fala! PUC

Tags mais acessadas