Atlhetico Paranaense 0 x 1 Corinthians: O Alívio Corinthiano
Menu & Busca
Atlhetico Paranaense 0 x 1 Corinthians: O Alívio Corinthiano

Atlhetico Paranaense 0 x 1 Corinthians: O Alívio Corinthiano

Home > Notícias > Esporte > Atlhetico Paranaense 0 x 1 Corinthians: O Alívio Corinthiano

Um alívio corinthiano. Na noite de quarta-feira, Corinthians teve uma vitória sofrida contra o Athletico Paranaense, depois de 5 jogos sem ganhar. Na Arena da Baixada, em Curitiba, o time da casa foi melhor, porém foi surpreendido pela sorte corinthiana, que mesmo jogando abaixo, saiu com os 3 prontos para São Paulo, saindo da temível zone do rebaixamento. O jogo contou também com a estreia do técnico Vagner Mancini pelo lado alvinegro, onde estava treinando o Atlético Goianiense e foi contratado no final de semana após a rodada de domingo. 

Antes da partida começar, Vagner Mancini teve somente um treino para conhecer seu novo elenco, seu principal objetivo inicial no clube era retomar a confiança dos jogadores e da torcida, colocando o tão aclamado pela torcida, o jovem Xavier, que vinha de boas partidas como titular. Porém, seu antigo técnico Coelho não contou mais com seu volante, deixando no banco de reservas. Walter substituiu Cássio, que foi expulso contra o Ceará, por conta de um confronto ao árbitro no final da partida.

 Análise – Atlhetico Paranaense 0 x 1 Corinthians

No primeiro tempo, um jogo sonolento, não tendo muitas chances de gol. Matheus Vital também começou entre os 11 primeiros, teve uma chance no começo da partida cara a cara com o goleiro, porém perdeu a chance. O Athletico atacou mais no tempo, tendo várias chances e mais a posse de bola, mas vinha sido travada pelo bom posicionamento da defesa corinthiana e pelas boas defesas de Walter.

No segundo tempo, posse completa do time da casa, tendo 62% da posse de bola no total, com 15 chutes e 9 ao gol. A equipe paranaense dominou a partida, porém Walter estava inspirado nesta noite de quarta-feira, defendendo 4 defesas difíceis, sendo que uma delas era somente ele e o atacante, que se esticou todo para fazer uma magnífica defesa.

Na metade do tempo, o zagueiro uruguaio Bruno Mendez, que estava fazendo uma boa partida, foi expulso após uma atitude infantil em cima do jogador do Athletico, Renato Kayzer, dando uma cotovelada no jogador. Com um a menos e aos 49 minutos da partida, Xavier, com sua maior determinação e raça, brigou pela bola e achou Everaldo, que tinha entrado no lugar de Leo Natel, fazendo o gol da vitória sofrida.

Não foi uma vitória merecida, mas o Corinthians fez o que não tinha feito no campeonato inteiro: lutar pela bola. A torcida estava furiosa com os jogadores e diretoria e, com essa vitória, foram dormir mais aliviados por se afastar um pouco da situação lamentável que o clube passava no torneio. 

Na entrevista pós-jogo, o técnico Vagner Mancini falou como quer trabalhar sua equipe na temporada, mas principalmente voltar ao que era ser o Corinthians, um time com vontade e determinação até o final, defendendo bem e aproveitando as brechas do adversário. O técnico também afirmou que era oportunidade de ouro trabalhar no Corinthians e, assim, vai lutar até o final.

Próximo jogo, Corinthians irá enfrentar, na Neo Química Arena, o último campeão brasileiro e vice-líder, Flamengo, que está voltando a ter sua confiança e vem de várias vitorias, porém, na última partida, empatou contra o Bragantino em casa pelo desgaste de seus jogadores.

Corinthians
Corinthians teve melhor desempenho em jogo contra o Atlhetico Paranaense. | Foto: Reprodução.

Nota dos jogadores

  • Walter [GOL]: 9,0: O melhor da partida, defendeu bem as redes e impedindo que o adversário fizesse gol. Se não fosse por ele, a história seria diferente.
  • Fagner [LAD]: 6,0: Sua melhor partida nesses últimos jogos, atacou e defendeu bem. Perdeu um gol fácil de cabeça, mas aproveitou suas chances.
  • Bruno Méndez [ZAG]: 1,0: Estava jogando bem até ser expulso infantilmente, prejudicou o time e a maneira de jogar. 
  • Gil [ZAG]: 5,0: Se redimiu do outro jogo, fazendo uma partida média, tomou uns dribles na área que podia ter dado o gol rival.
  • Lucas Piton [LAE]: 5,0: Não apareceu muito em campo, mas jogou médio.
  • Xavier [VOL]: 7,0: Jogou bem o garoto, tendo vários desarmes certos, passes bons e demonstrando raça em campo fazendo uma assistência importante.
  • Éderson [VOL]: 5,0: Complicava-se com a bola às vezes, mas não prejudicou o time.
  • Camacho [VOL]: 6,0: Entrou no lugar de Ederson e jogou melhor, deixando o time mais rápido e fluido.
  • Ramiro [VOL]: 5,0: Tentou, mas não apareceu muito em campo, tentando jogar pelos lados, sem resultado. 
  • Cazares [MEI]: 6,5: Entrou muito bem, fazendo bons passes e cruzamentos certos.
  • Mateus Vital [MEI]: 5,0: Teve sua chance no começo, mas desperdiçou. Porém, não foi uma partida para o meia, e como o zagueiro do seu time foi expulso, foi substituído por Marllon. 
  • Marllon [ZAG]: 5,5: Depois de meses fora do clube e longe dos planos do Cruzeiro, Marllon voltou a vestir o manto e jogou seguro, mesmo com um a menos, fechando bem os espaços vazios da área.
  • Léo Natel [ATA]: 5,0: Não teve sua estrela em campo, não aparecendo muito, mas jogando bem pelos lados do campo.
  • Everaldo [ATA]: 7,0: Muito criticado pela torcida, fez o gol por debaixo das pernas do goleiro, dando um alívio para a torcida, mas não entrou bem em campo dando chutes fora da curva e passes errados. O gol salvou sua atuação. 
  • Jô [ATA]: 5,0: A bola não chegava aos seus pês, porém não mostrou futebol desde sua volta, se afastando um pouco do que era em 2017.
  • Boselli [ATA]: 6,0: Mesma coisa que seu companheiro, mas brigou pela bola, voltando para marcar e procurando espaços para receber o passe.
  • Vagner Mancino [TEC]: 6,0:  Mudou as peças bem durante a partida, procurando mover sua equipe para puxar o contra-ataque acertando na escolha de colocar Xavier no começo do jogo.

________________________________
Por Fernando Sid – Fala! Mack

Tags mais acessadas