Atletismo: Tudo sobre a final da Liga Diamante de 2021
Menu & Busca
Atletismo: Tudo sobre a final da Liga Diamante de 2021

Atletismo: Tudo sobre a final da Liga Diamante de 2021

Home > Notícias > Esporte > Atletismo: Tudo sobre a final da Liga Diamante de 2021

Realizado em Zürich, a última etapa é realizada em dois dias e reúne os principais atletas do mundo

Os dois dias de Liga Diamante 2021 prometem muitos recordes e desafios para o atletismo.
Os dois dias de Liga Diamante 2021 prometem muitos recordes e desafios para o atletismo. | Foto: Reprodução.

Após 12 etapas ao longo do ano, a 12ª edição da Liga Diamante, o principal circuito do atletismo internacional, chega na sua decisão, com a presença dos melhores atletas do mundo na modalidade. O evento, que é chamado de Weltklasse Zürich, é realizado na Suíça e disputado em dois dias (quarta e quinta-feira, dias 8 e 9 de setembro, respectivamente). O Brasil será representado por Alison dos Santos, que buscará o título nos 400m com barreiras. 

O que ocorreu nos dois dias da Liga Diamenta de 2021 de atletismo

1º dia

Ryan Crouser se destacou no primeiro dia de competição.
Ryan Crouser se destacou no primeiro dia de competição. | Foto: Reprodução.

No primeiro dia de competições, sete provas foram disputadas, todas no centro da cidade de Zürich. O maior nome do dia foi a presença do americano Ryan Crouser, atual bicampeão olímpico. Ele é detentor do recorde mundial da prova, com 23.37m, batido na seletiva americana para os Jogos Olímpicos de Tóquio em junho. Os outros competidores foram o também americano Joe Kovacs, o neozelandês Thomas Walsh, o sérvio Armin Sinancevic, o italiano Zane Weir e o croata Filip Mihaljevic. E o resultado foi o lógico: vitória de Crouser com 22.67m, conquistando o seu primeiro título do torneio de atletismo.

A primeira campeã saiu na prova dos 5000m feminino, com a burundesa Francine Niyonsaba. Ela derrotou as quenianas Hellen Obiri e Margaret Kipkemboi com o tempo de 14:28.98 minutos. No arremesso de peso feminino, Maggie Ewen, dos Estados Unidos, venceu a disputa com a marca de 19.41m, a melhor da temporada. Já no salto em altura feminino, uma prova espetacular coroou a vitória da russa Mariya Lasitskene sobre a jovem ucraniana Yaroslava Mahuchikh, de 19 anos, ao atingir a altura de 2.05m. Ela também é a atual campeã olímpica e agora se tornou pentacampeã da Liga Diamante.

Nos saltos em distância, vitória de países europeus. No masculino, o sueco Thobias Montler venceu o americano Steffin McCarter saltando 8.17m. Já no feminino, a sérvia Ivana Španović, 4ª colocada em Tóquio, derrotou as suas concorrentes com a marca de 6.96m. Por fim, o etíope Berihu Aregawi, de apenas 20 anos, saiu vitorioso na prova de 5000m masculino, com o tempo de 12:58.65 minutos.

2º dia

Alison dos Santos busca uma oportunidade dentro da competição de atletismo.
Alison dos Santos busca uma oportunidade dentro da competição de atletismo. | Foto: Reprodução.

Diferente do 1º dia, o segundo dia do torneio terá incríveis 25 provas, todas acontecendo no Estádio Letzigrund, casa de clubes de futebol como o FC Zürich e o Grasshopper Club. O único brasileiro na disputa será Alison dos Santos, que tentará buscar o título nos 400m com barreiras aos 21 anos. Ele contará com a concorrência do britânico Chris McAlister, do holandês Ramsey Angela, do estoniano Rasmus Mägi, do turco Yasmani Copello, do alemão Costantin Preis, do virginense Kyron McMaster e do campeão olímpico Karsten Warholm, da Noruega, detentor do recorde mundial de 45.94s.

Outros medalhistas em Tóquio estarão presentes na final da Liga Diamante. Destaque para Armand Duplantis (recordista mundial no salto com vara com 6.18m), Elaine Thompson (dona do 2º melhor tempo da história com 10.54s) e Sifan Hassan (vencedora de três medalhas nas Olimpíadas: ouro nos 5000 e 10.000m e bronze nos 1500m).

*Nós, do projeto Esporte em Pauta, estamos realizando uma parceria com o Fala! Universidades. Se quiser ter acesso a mais conteúdos sobre os mais variados esportes, procure nossa página no Instagram (@esporte_em_pauta) e no Twitter (@EsportePauta).

____________________________________________________

Por Victor Fardin – Fala! PUC-SP

Tags mais acessadas