Além de '365 Dni', veja 3 produções que geraram polêmica na Netflix
Menu & Busca
Além de ‘365 Dni’, veja 3 produções que geraram polêmica na Netflix

Além de ‘365 Dni’, veja 3 produções que geraram polêmica na Netflix

Home > Entretenimento > Cinema e Séries > Além de ‘365 Dni’, veja 3 produções que geraram polêmica na Netflix

Apesar de 365 Dni ser um sucesso, o erótico polonês recebeu muitas críticas – tanto por espectadores quanto por especialistas em cinema. Sendo assim, o filme foi acusado de romantizar o abuso sexual e o sequestro.

De acordo com Duff, cantora que foi sequestrada e sofreu estupro, a produção embeleza essas “realidades brutais”. Além disso, para ela, a distribuição do polonês pela Netflix foi “insensível e perigosa”.

365 Days glamoriza a realidade brutal do tráfico sexual, do sequestro e do estupro. Essa não deve ser a ideia de entretenimento de ninguém, nem deve ser descrita como tal, ou ser comercializada dessa maneira.

Me entristece que a Netflix ofereça uma plataforma para esse ‘cinema’, que erotiza o sequestro e distorce a violência sexual e o tráfico como um filme ‘sexy’.

Finalizou.

No entanto, o longa não foi o primeiro a gerar polêmica na gigante do streaming. Outras produções também deram o que falar na Internet e assinantes fizeram uma petição, exigindo suas remoções do catálogo. Assim, confira 3 delas a seguir.

365 dni
Produções que geraram polêmica na Netflix. | Foto: Montagem/Reprodução.

Além de 365 Dni, veja 3 produções que geraram polêmica na Netflix

Assim como 365 Dni, outras produções disponíveis na Netflix incomodaram os assinantes. Com isso, geraram questionamentos e polêmicas nas redes sociais. Pensando nisso, veja três que se destacaram por seu conteúdo polêmico.

Cuties

Cuties, ou Mignonnes no original, deu o que falar assim que estreou na Netflix, em setembro. O filme francês não foi bem aceito, e os assinantes acusaram o serviço de streaming de “sexualizar meninas“. A repercussão negativa se deu especialmente no Twitter, com a hashtag #cancelnetflix.

A Primeira Tentação de Cristo

O especial de Natal do Porta dos Fundos deu o que falar no ano passado. Afinal, na produção, Jesus é gay. Em meio à retratação, a Netflix e o time do Porta dos Fundos sofreram ataques.

De acordo com o MetroUK, mais de dois milhões de pessoas assinaram uma petição que pedia a sua remoção do streaming. Ademais, a polêmica foi tamanha que a decisão foi parar na justiça. Assim, grupos religiosos pediram a censura do especial, uma vez que era “desrespeitoso”.

Insatiable

Por fim, Insatiable contou com mais de 200 mil assinaturas pedindo seu cancelamento. A série traz uma adolescente que decide se vigar daqueles que a maltrataram enquanto era gorda. Dessa forma, entrou para a lista de produções gordofóbicas da Netflix.

____________________________________
Por Isabela Cagliari – Redação Fala!

Tags mais acessadas