Acompanhe a situação do coronavírus nas universidades de São Paulo
Menu & Busca
Acompanhe a situação do coronavírus nas universidades de São Paulo

Acompanhe a situação do coronavírus nas universidades de São Paulo

Home > Universidades > Acompanhe a situação do coronavírus nas universidades de São Paulo

O surto do coronavírus (COVID-19), declarado como pandemia global na última quarta-feira pela Organização Mundial da Saúde, já está afetando as aulas de várias universidades em São Paulo. Acompanhe aqui em tempo real as medidas adotadas pelas universidades do estado:

São Paulo

Mackenzie

Aulas suspensas até 22 de março

A presidência do Instituto Presbiteriano Mackenzie emitiu uma nota comunicando que as aulas serão suspensas de 13 a 22 de março de 2020.

A decisão inclui a Universidade Presbiteriana Mackenzie e seus campi Higienópolis, Alphaville e Campinas, bem como a Faculdade Presbiteriana Mackenzie, no Rio de Janeiro, e o Colégio Presbiteriano Mackenzie, em São Paulo, Tamboré e Palmas, TO.

Publicidade

As unidades em Brasília (DF) já tiveram suas atividades suspensas em virtude do Decreto do Governo do Distrito Federal, de 11 de março de 2020. 

Universidade de São Paulo – USP

Aulas presenciais suspensas a partir do dia 17 de março

A USP publicou uma série de medidas que passam a valer a partir de 17 de março (terça-feira), entre elas a suspensão das aulas presenciais de graduação, (exceto as atividades de internato dos alunos dos cursos da área da Saúde), pós-graduação e de extensão, atividades culturais e de extensão abertas ao público em geral, eventos científicos, eventos comemorativos, incluindo Colação de Grau, e visitas aos Museus mantidos pela Universidade.

Continuam sendo mantidas, por enquanto, as atividades de pesquisa (inclusive com a participação dos bolsistas de Iniciação Científica). As atividades administrativas também estão mantidas, com as devidas adaptações para atender a essa situação emergencial.

Publicidade

USP cria comitê para monitorar coronavírus nos campi

A USP criou o Comitê Permanente USP Covid-19, para acompanhar a evolução da presença do vírus entre alunos, professores e servidores técnicos e administrativos da Universidade em todos os campi da USP, bem como realizar atualizações periódicas das recomendações da autoridade sanitária.

O Comitê é formado por profissionais de saúde do Hospital Universitário (HU), por representantes da Unidade de Vigilância em Saúde do Butantã e da Coordenadoria de Vigilância em Saúde e é presidido pelo superintendente de Saúde da USP e do HU, Paulo Ramos Margarido.

ESPM

ESPM suspende as aulas até dia 20/03

Em comunicado, a ESPM decidiu suspender todas as aulas presenciais a partir do dia 12 até o dia 20 de março. Nesse intervalo, alunos deverão realizar atividades acadêmicas a partir de suas casas.

Leia a nota, assinada por Dalton Pastore, presidente da ESPM, e enviada por email aos alunos:

Até agora temos conseguido manter nossos campi em São Paulo, Rio, Porto Alegre e Florianópolis livres de casos confirmados de Coronavírus.
Temos tomado, desde o início, diversas medidas de prevenção, as quais vimos atualizando e reforçando a cada dia.
Mas, ao que tudo parece, o nível de contaminação tende a se acelerar nos próximos dias. E isso aumenta nossa preocupação com a saúde de nossos estudantes, professores e funcionários.

Assim, o comitê de prevenção, decidiu:
a) interromper todas as aulas presenciais a partir de hoje (12/3) até a sexta-feira, dia 20 /3, retornando, a princípio e havendo as necessárias condições de segurança, no dia 23/3
b) a partir de segunda-feira, dia 16/3, todos os estudantes da ESPM passarão a receber orientações sobre atividades acadêmicas diretamente de seus professores, a serem desenvolvidas através do Canvas; medida esta que objetiva minimizar prejuízos ao programa acadêmico
c) Professores irão trabalhar a partir de suas casas
d) todos os campi da ESPM estarão abertos durante a semana, atendidos por funcionários plantonistas em regime de escala e número reduzido
e) os cursos de pós-graduação e extensão serão conduzidos a partir da próxima segunda-feira (16/3) por transmissão on-line. Todos os detalhes desta operação serão descritos em comunicado específico, a ser divulgado no final da tarde de hoje
f) Aulas através de EaD (graduação e pós), já planejadas, serão mantidas normalmente.

ESPM suspende eventos e proíbe aglomerações com mais de 50 pessoas.

A ESPM declarou suspensos todos os eventos com mais de 50 pessoas — como palestras e seminários — como medida de prevenção contra o coronavírus. Nenhum caso foi confirmado na faculdade.

Além disso, a faculdade criou um Comitê de Prevenção que atende pelo Whatsapp no número 11 94323-8460, para tirar dúvidas sobre o assunto, e esclarecer confirmações ou suspeitas de casos. Além disso, todas as decisões e medidas tomadas pela diretoria da instituição serão enviadas por email aos alunos.

PUC

A Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) informou no dia 11 que dois estudantes testaram positivo para o novo coronavírus. Os dois alunos são do período noturno, do campus Monte Alegre, e não frequentam a universidade desde o dia 4 de março. A instituição disse que eles vêm sendo acompanhados e monitorados pela Vigilância Sanitária em Saúde de São Paulo.

Os dois alunos tiveram contato com colegas da faculdade, que também estão sendo monitorados. Até agora, nenhum dos colegas apresentou sintomas das doenças.

Segundo estudantes de Jornalismo da PUC, os dois casos confirmados de coronavírus na universidade causaram algumas faltas pela manhã desta quinta-feira(12), mas nada muito expressivo. A maioria dos alunos estava presente nas aulas, e não apresentavam estar em pânico. Na noite de ontem (11), algumas turmas decidiram aderir à falta coletiva e os professores não fizeram chamada.

EXCLUSIVO: UNIVERSITÁRIOS CONTAM O CLIMA DA PUC-SP APÓS 2 CASOS DE CORONAVÍRUS

Embora exista um abaixo assinado com mais de 1600 assinaturas pedindo a suspensão das aulas, muitos alunos não concordam com a medida, por achá-la desnecessária no momento.

A Reitoria da Universidade encaminhou um e-mail a todos os alunos, informando que continuará funcionando normalmente, seguindo a orientação da Vigilância Sanitária.

O mesmo comunicado foi publicado nas redes sociais da universidade e dos CAs, incluindo também dicas de prevenção.

Email encaminhado pela Reitoria da PUC.

Cásper Líbero

As aulas da Cásper foram suspensas do dia 12 até o dia 20 de março, em todos os cursos. Os alunos deverão realizar tarefas remotamente, sob orientação dos professores. Além dos esforços da Direção, há um Comitê acompanhando a situação e estudando medidas futuras.

INSPER

As aulas da graduação foram suspensas no dia 12/03 e na sexta, dia 13/03.

Campinas

Unicamp

Unicamp anuncia suspensão das atividades por conta do coronavírus

A Universidade Estadual de Campinas( UNICAMP) informou que terá todas as suas aulas suspensas de 13 a 29 de março, como medida preventiva contra a pandemia do coronavírus. A suspensão inclui os campi de Campinas (SP), Piracicaba (SP) e Limeira (SP).

Apenas as atividades essenciais e de saúde serão mantidas. Apesar da medida, a Unicamp afirma que não há casos suspeitos de coronavírus na instituição.

Tags mais acessadas