5 versões funk de músicas pop
Menu & Busca
5 versões funk de músicas pop

5 versões funk de músicas pop

Home > Entretenimento > Música > 5 versões funk de músicas pop

Você sabia que diversas músicas pop inspiraram versões funk? De Michael Jackson a Dua Lipa, passando por Madonna, Lady Gaga e outros artistas, as músicas pop têm dominado o público nacional e internacionalmente. Nascido na década de 1950 como uma música popular — como o próprio nome sugere —, o gênero traz composições mais curtas, geralmente apresentando uma melodia envolvente e dançante, com letras ritmadas e refrões que “grudam” na cabeça.

Versões Funk de músicas pop
Confira músicas pop que ganharam versões funk. | Foto: Reprodução/ NIT

É praticamente impossível que você escute Beat It, de Michael Jackson, sem se render ao refrão:

"Just beat it (beat it), beat it (beat it)

No one wants to be defeated 

Showin’ how funky and strong your fight

It doesn’t matter who’s wrong or right

Just beat it (beat it)

Just beat it (beat it)

Just beat it (beat it)

Just beat it (beat it) (uh)”

michael Jackson - músicas pop - versões funk
Michael Jackson cantando. | Foto: Reprodução/ Getty Images

Lançada em 1982, Beat It ainda faz muito sucesso, porém, é possível que você também se lembre mais de músicas pop atuais, como Watermelon Sugar, de Harry Styles, lançada em 2019:

“Breathe me in, breathe me out

I don’t know if I could ever go without

I’m just thinking out loud

I don’t know if I could ever go without

Watermelon sugar high

Watermelon sugar high

Watermelon sugar high

Watermelon sugar high

Watermelon sugar"

watermelon sugar - harry styles - músicas pop
Harry Styles na capa do álbum ‘Fine Line’, lançado em 2019, onde a música ‘Watermelon Sugar’ está presente. | Foto: Reprodução/ Instagram

A lista de músicas pop famosas é gigantesca e sempre aparecem novas canções que vão conquistar os ouvidos e o coração do público, porém, um gênero quase tão antigo quanto a música pop tem ganhado cada vez mais espaço no cenário musical, o funk.

Também nascido na década de 1950, o funk uniu os ritmos, jazz e soul music para criar um novo estilo, totalmente diferente e mais dançante. James Brown foi um dos seus precursores, porém, o funk que conhecemos hoje no Brasil, que é chamado de funk carioca só ganhou força e popularidade nos anos 1980.

Esse gênero também segue a fórmula das músicas pop, com letras curtas, refrãos “chiclete” e fáceis de decorar, além de batidas dançantes. Muitas das músicas de funk famosas são originais, mas também há algumas versões funk que foram claramente inspiradas em canções pop. Ficou curioso? Acompanhe a seleção abaixo!

Músicas Pop que ganharam versões funk

1) Vidro Fumê – MC TH

A versão é um sample explícito da música “Californication”, da banda Red Hot Chili Peppers, que se tornou extremamente famosa em  2016.

Enquanto “Californication” fala sobre o sonho hollywoodiano de quem quer se adaptar a esse universo com cirurgias plásticas, drogas, culturas estrangeiras se rendendo a civilização ocidental, em “Vidro fumê”, há uma exaltação sobre ter vários “contatinhos”, ou seja, muitas mulheres disponíveis para encontros. Ambas as músicas fizeram e ainda fazem sucesso.

Inclusive, durante a passagem da Banda Red Hot Chili Peppers pelo Brasil no Rock in Rio de 2017, o público cantou a letra de “Vidro Fumê” quando “Californication” começou a tocar. A situação um tanto quanto inusitada deixou o cantor carioca muito surpreso.

Em uma entrevista para o site Bahia Notícias, ele considerou a possibilidade de fazer uma parceria com a banda norte-americana.  “Quando soube, meu coração acelerou na hora. A galera, no meio do show de uma banda considerada de rock, canta uma música de funk que fez sucesso nacionalmente. Fiquei muito feliz. Já imaginou um feat entre a gente?”. 

Acontece que quando a banda descobriu a existência da música depois do show no Rock in Rio não gostaram nada da versão feita por MC TH e acionaram a justiça para derrubar a música de plataformas como Spotify e Youtube.

2) Ela me falou que quer rave – MC Levin é uma das versões funk inspiradas no pop

Quantas vezes você já ouviu essa letra “Ela me falou que quer rave, bebida / Quer bala pra ficar na brisa, na brisa”? Ou o refrão “Vê se pode, vê se pode / Eu encostar no camarote, só tem combo de Askov / Vê se pode, vê se pode / Eu encostar no camarote, ela querer tomar um lote / Não era Balalaika, era logo Passport”? A música de MC Levin, lançada no final de 2021, fez um sucesso gigantesco.

Porém, você sabia que o hit conta com o sample da música ‘Pumped Up Kicks’ da banda Foster The People? Escute e veja as semelhanças.

“Pumped Up Kicks” se tornou uma canção um tanto polêmica, pois descreve o tiroteio em uma escola, levando muitas pessoas a pensarem que era inspirada na história do massacre de Columbine, que aconteceu em abril de 1999, nos Estados Unidos.

A letra parece partir da perspectiva dos atiradores de Columbine, Eric Harris e Dylan Klebold, onde há um detalhamento dos motivos para atirar em seus colegas e seus planos de ataque. Em várias rádios norte-americanas a música foi banida justamente por causa do teor contido nela.

3) Oh na na na – Bonde R300

Falando sobre as amigas de sua ex-namorada que, ao que parece, agora estão interessadas em ficar com ele, o Bonde R300 ainda faz muito sucesso com a música “Oh na na na”, lançada em 2019, mas você sabia que o início da canção, com a melodia tocada em piano não é original dos funkeiros? Ela foi retirada da música “Watch Out” do rapper 2 Chainz.

4) Tô pro crime – MC Duduzinho

MC Duduzinho foi bastante arriscado e trouxe ninguém menos que Taylor Swift para a música “Tô pro crime”. Sampleando Red, uma das músicas mais famosas da cantora norte-americana, o funkeiro fala de diferentes mulheres e como elas dançam o ritmo da batida. 

Já em “Red”, Taylor fala sobre um amor ‘apaixonante como o pecado’, mas que terminou cedo demais. As letras são muito diferentes, mas é interessante como se mesclam seus ritmos.

5) A firma tá a mil – MC Neguinho do Kaxeta é mais uma das versões funk

MC Neguinho do Kaxeta lançou em 2013 a música “A firma tá a mil”, que é inspirada em uma música pop famosa de David Guetta e Sia, “Titanium”.

O funk já começa com um trecho de Titanium, tornando-se impossível não associar uma à outra, porém, o restante da batida fica diferente por causa da aceleração que o funk pede. 

Bônus: Bum bum tam tam – MC Fioti

A última da lista não é inspirada em música pop, mas se tornou um dos funks mais reproduzidos na última década no Youtube. O clipe oficial de “Bum bum tam tam” conta com mais de um bilhão de visualizações e tem embalado milhares de bailes funk desde 2017.

A música foi inspirada na partitura para flauta de ninguém menos que Johan Sebastian Bach, um compositor alemão muito famoso.

O funk atravessou tantas fronteiras com o passar dos anos que até mesmo uma canção clássica pôde servir de inspiração para uma música com mais de 100 bpm. O sucesso foi tão grande que acabou inspirando a melodia de divulgação das vacinas contra a Covid-19, com clipe gravado no Instituto Butantã. Confira.

É inegável que o funk conquistou o mundo, sobretudo quando artistas brasileiros se apresentam fora do país, possibilitando que essas batidas, tão comuns para nós, se tornem apreciadas por quem não fala português.

______________________________________
Por Camila Alexandrino – Fala! Cásper

Tags mais acessadas