5 curiosidades sobre o vinho que você precisa conhecer
Menu & Busca
5 curiosidades sobre o vinho que você precisa conhecer

5 curiosidades sobre o vinho que você precisa conhecer

Home > Entretenimento > Cultura > 5 curiosidades sobre o vinho que você precisa conhecer

O amor da humanidade pela bebida produzida no processo de fermentação da uva não é nada recente. Não se sabe exatamente onde, quando e como a história do vinho teve início. Na verdade, o mais provável é que ele tenha se dado em momentos diferentes, em vários lugares do mundo.

Hoje, o vinho é considerado uma das bebidas mais importantes para a raça humana, pois está efetivamente presente no dia a dia e na história de diferentes países. Assim, ele foi e ainda é capaz de carregar costumes e tradições por todo o globo. A seguir, veja 5 curiosidades sobre o vinho para aumentar ainda mais seu desejo por essa bebida dos deuses. 

5 curiosidades sobre o vinho

1- A primeira pessoa a descobrir a fermentação da uva foi uma mulher

Por mais incerta que seja a descoberta do vinho para a história, existe uma velha fábula persa que tenta explicar o caso. A história em questão fala de uma princesa banida pelo seu rei que, desesperada pelo ocorrido, resolveu suicidar-se. Ela então, ao dirigir-se para a despensa do palácio, encontrou uma jarra, assinalada como veneno, que continha restos de uva que teoricamente estavam estragados, contudo, só tinham fermentado.

Após ingerir o liquido crendo que iria se matar, a mulher percebeu que seu humor melhorou muito – “passou da água para o vinho”, se podemos dizer – que, ao mostrar para o rei sua descoberta, reconquistou seu lugar. E assim, se deu, para os persas, a descoberta de um elixir poderoso, o vinho! Tudo graças a uma mulher.

vinho descoberta
Mulher bebendo vinho, afresco do palácio Chehel Sotun, Isfahan (séc. XVII). | Foto: Reprodução.

2- Uma das adegas de vinho mais antigas do mundo fica no Titanic

Como todos sabem, na noite de 14 de abril de 1942, o HMS Titanic, até então o maior e mais luxuoso navio de passageiros já construído, colidiu com um iceberg que, ao rasgar seu casco, fez com que o navio afundasse algumas horas depois. Acreditasse ainda que, mesmo com o naufrágio e todo o estrago à estrutura do navio ao longo dos anos, todas as garrafas da sua adega continuam intactas, porém, inacessíveis para uma melhor conservação.

3- Existem algumas regras para uma boa e correta degustação de vinhos

A bebida em si já carrega seu charme próprio, o que poucas pessoas sabem é que existem algumas recomendações para que sua degustação seja ainda mais favorável. Ao utilizar uma taça, o correto é segurá-la pelos dedos através da própria haste ou pela base. O importante é que a mão não envolva o bojo e nem entre em contato com o vinho, isso pode acabar interferindo na temperatura e, qualquer substância presente na mão (hidratante, perfume, etc.) pode então interferir no sabor e aroma da bebida.

como segurar a taça de vinho
Forma correta de se segurar a taça de vinho. | Foto: Reprodução.

4- Podem existir os mais variados aromas da matéria-prima que os origina

Mesmo sendo resultado de uma fermentação alcoólica à base de uvas, é possível distinguir aromas como os de frutas, flores, ervas e especiarias, muitas vezes, até na mesma taça e ao mesmo tempo. O que nos proporciona essa incrível sensação é a via olfatória que, ao ser diariamente estimulada, nos ajuda a ter uma incrível experiência sensorial. Os aromas são variados pois eles surgem por diferentes origens.

Os aromas primários são os mais provenientes da própria uva e são assim relacionados com seu tipo de solo, clima, relevo, forma de cultivo e sua maturação. Os aromas secundários são aqueles formados durante as fermentações que, devido à ação das leveduras, o vinho acaba ficando mais rico em compostos químicos, remetendo a manteiga, pão tostado e queijos. Já os aromas terciários se desenvolvem ao longo do tempo por meio de duas fontes, as barricas de carvalho e/ou o envelhecimento das garrafas. São essas características únicas que fazem o vinho ser uma bebida ainda mais magnífica e complexa.

aromas do vinho
Homem sente os aromas do vinho que está degustando. | Foto: Reprodução.

5- Vinhos tintos bebidos moderadamente oferecem benéficos para a saúde

Diversos estudos apontam que beber uma a duas taças de vinho tinto por dia pode minimizar e/ou até prevenir diversas complicações de saúde. O vinho, ao conter flavonoides (uma substância antioxidante que protege as células contra o envelhecimento), acaba defendendo o coração de doenças cardiovasculares e equilibra a pressão arterial.

Ele também minimiza os efeitos do cigarro no organismo, reduz a formação de cálculos renais e previne gripes e resfriados. Além disso, outra substância presente no vinho tinto, conhecida como resveratrol, ainda é capaz de produzir efeitos neuroprotetores capazes de prevenir doenças como o mal de Alzheimer e a demência.

____________________________
Por Amanda Drager – Fala! Cásper

Tags mais acessadas