Vôlei: Início do Europeu e do Sul-Americano masculino
Menu & Busca
Vôlei: Início do Europeu e do Sul-Americano masculino

Vôlei: Início do Europeu e do Sul-Americano masculino

Home > Notícias > Esporte > Vôlei: Início do Europeu e do Sul-Americano masculino

Ambos os torneios marcam o começo do novo ciclo olímpico das principais potências do voleibol

A seleção brasileira de vôlei masculino fará sua estreia no Sul-Americano.
A seleção brasileira de vôlei masculino fará sua estreia no Sul-Americano. | Foto: Reprodução.

Nesta quarta-feira (1), o ciclo olímpico dos Jogos de Paris 2024 começará para o vôlei masculino, com duas importantes competições. A partir das 13:00, o Campeonato Europeu terá início com os duelos entre Finlândia x Macedônia do Norte e Estônia x Letônia. O torneio contará com 24 países participantes entre os dias 1 e 19 de setembro. Os jogos serão realizados nas cidades de Gdańsk, Katowice e Kraków (Polônia), Ostrava (República Tcheca), Tampere (Finlândia) e Tallinn (Estônia).

Mais tarde, às 19:00, Brasil e Peru se enfrentam no primeiro jogo do Sul-Americano de Vôlei masculino. A competição durará até domingo (5) e terá todos os seus confrontos disputados em Brasília.

Europeu de Vôlei masculino

A equipe polonesa começou de forma promissora o Europeu.
A equipe polonesa começou de forma promissora o Europeu. | Foto: Reprodução.

Dentre os 24 participantes, o Campeonato Europeu de Vôlei masculino terá quatro equipes que estiveram presentes nos Jogos Olímpicos de Tóquio: França, Itália, Polônia e Rússia. Os poloneses chegam focados para buscar o título jogando em casa, ainda mais diante da precoce eliminação para a França nas quartas de final das Olimpíadas. Falando neles, o torneio irá marcar a estreia de Bernardinho sob o comando dos atuais campeões olímpicos, já pensando no bicampeonato em 2024.

Prata no Japão, a Rússia é outra equipe muito qualificada com chances de título na competição, assim como a Itália, Sérvia e Eslovênia. Os principais atletas do continente estarão presentes no Europeu, como os russos Maxim Mikhailov, Ivan Iakovlev e Egor Kliuka, os franceses Earvin Ngapeth e Jénia Grebennikov, os poloneses Michał Kubiak, Wilfredo Leon e Bartosz Kurek, os italianos Alessandro Michieletto e Ivan Zaytsev, o sérvio Uroš Kovačević e o holandês Nimir Abdel-Aziz.

O Campeonato Europeu de Vôlei Feminino começou no dia 18 de agosto e já está na fase de quartas de final. A Turquia derrotou a Polônia por 3×0 e espera o vencedor entre França e Sérvia para saber o seu adversário na semifinal. Outras equipes que também já se classificaram foram a Holanda, que venceu a Suécia por 3×0, e a Itália, que derrotou a forte Rússia por 3×0. A fase final do torneio será disputada em Belgrado, na Sérvia.

Sul-Americano de Vôlei

A equipe de vôlei masculino da Argentina poderá enfrentar o Brasil no Sul-Americano.
A equipe de vôlei masculino da Argentina poderá enfrentar o Brasil no Sul-Americano. | Foto: Reprodução.

Na capital federal, o Brasil vai estrear contra o Peru às 19:00, em busca de conquistar o seu 33º título do Sul-Americano de Vôlei masculino. Após a desistência da Venezuela, o torneio será disputado por apenas quatro países: Argentina, Chile, Colômbia e Peru. Muito provavelmente, no domingo (5), os brasileiros e argentinos irão se enfrentar em uma espécie de “final” da competição. O técnico Renan Dal Zotto resolveu começar uma renovação na Seleção Brasileira, já pensando no andamento do ciclo olímpico para Paris em 2024.

As novidades são o oposto Aboubacar, os ponteiros João Rafael, Vaccari e Adriano, os centrais Flávio e Cledenilson e o líbero Maique. Da mesma forma, a Argentina também levou alguns jovens jogadores para o Sul-Americano, aliado com alguns nomes experientes como o oposto Bruno Lima e o central Martín Ramos. A grande missão dos argentinos é vencer o torneio em cima do Brasil, já que em seu único título, lá em 1964, os brasileiros não disputaram a competição. Lembrando que a seleção canarinho nunca perdeu uma partida sequer no Sul-Americano.

No feminino, o campeonato Sul-Americano será disputado entre os dias 15 e 19 de setembro em Barrancabermeja, na Colômbia. O treinador José Roberto Guimarães também convocou algumas novidades na Seleção Brasileira, como a ponteira Kasiely Clemente, a oposta Lorenne, a central Mayany e as líberos Nyeme e Natinha.

*Nós, do projeto Esporte em Pauta, estamos realizando uma parceria com o Fala! Universidades. Se quiser ter acesso a mais conteúdos sobre os mais variados esportes, procure nossa página no Instagram (@esporte_em_pauta) e no Twitter (@EsportePauta).

______________________________________________________

Por Victor Fardin – Fala! PUC-SP

Tags mais acessadas