Vestir é um ato político
Menu & Busca
Vestir é um ato político

Vestir é um ato político

Home > Lifestyle > Vestir é um ato político

Novidade ou não, sair do básico e se reinventar a partir do guarda-roupa parece ser uma tarefa difícil. Essa afirmação também reproduz um mito de sucesso, colocando como certeza que sair da zona de conforto, pode exigir bagagem, estilo e um pouco de coragem. 

guarda-roupa
Vestir é um ato político.

Estilo

Para o dicionário, a palavra estilo sofreu alterações com o tempo. Se transformou com o passar dos anos, em algo que se difere em meio a pensamentos e atitudes igualitárias.

O contexto da palavra, está majoritariamente cercado por jovens. Ou seja, o campo da universidade, é um campo propício ao desenvolvimento de influências sobre esse pensamento. 

O que pouca gente sabe, e pode ser afirmado nos Podcasts da Paula Santana sobre Moda Descomplicada, é que o mundo têxtil é construído por escolhas. 

MODA NAS UNIVERSIDADES: COMO OS ALUNOS SE VESTEM PARA IR ÀS AULAS

Escolhas

Todos os dias quando você sai de casa, e veste novamente aquela calça jeans que tanto ama, fez a escolha dessa peça por algum motivo. Dessa forma, mesmo que inconscientemente, esse tipo de ação acontece todos os dias. 

Mas então, como o que eu visto fala sobre quem eu sou e o que eu defendo? Estilo é sobre não ter regras. É sobre autoconhecimento, autoestima e aceitação. Sobre estar pronto pra usar o que te representa. 

As roupas, como dito em matérias anteriores, dão vozes a palavras que nem pronunciamos ainda. Passando a mensagem sobre o que defendemos ou quem somos.

Vestir é um ato político

Vestir é um ato político, é um ato de voz. É sobre as ideias que acreditamos. E isso tudo nos permite não só passar pra demais pessoas uma mensagem, como também, nos permite mudar de ideia até nos encontrar.

Quando finalmente nos reafirmamos sobre nossas escolhas, frequentemente ouviremos que alguém viu algo parecido conosco em alguma loja. 

Um exemplo muito usado para explicar o assunto, são as camisas de futebol. Quando você tem certeza do time que torce, não sai por aí com a camisa do seu maior adversário. Logo, com todas as roupas também funciona assim. Mas, e quem não torce para nenhum time? 

Esses, assim como aqueles que se vestem sem pensar em nada, de alguma forma, estão fazendo suas escolhas diariamente sobre o que vestir. Podendo ou não vestir camisetas de time, mas sim de causas sociais ou da sua cor preferida, por exemplo. 

Afinal, podemos entender que é um ato de dentro pra fora, e que acontece com todo mundo. A diferença é saber o que você quer passar. E quando souber, estará falando sobre sua personalidade e sua individualidade

Esse é o momento que você se constrói, transbordando involuntariamente quem você é e o que defende. Entende-se então, que ter estilo é deixar que as roupas falem por você

_______________________________________
Por Leticia Melo – Fala! Mack

0 Comentários

Tags mais acessadas