Universitários: Dicas para quem quer morar sozinho
Menu & Busca
Universitários: Dicas para quem quer morar sozinho

Universitários: Dicas para quem quer morar sozinho

Home > Universidades > Universitários: Dicas para quem quer morar sozinho

Muitos universitários sonham com a casa própria, conheça os pontos positivos e negativos de morar sozinho

A situação é muito comum: um candidato foi aprovado em um curso em uma universidade pública ou particular longe da sua cidade e terá que migrar para morar em uma república, dividir um apartamento ou mesmo encontrará alguma solução que ele ainda desconhece para morar.

A vida acadêmica traz diversos desafios para o jovem adulto e o primeiro está em romper, em partes, a relação de dependência com os pais. Essa ruptura pode acontecer de forma planejada ou forçada, principalmente quando o estudante ainda não tinha considerado tal situação.

Mesmo que isso não aconteça de forma planejada, é possível se organizar rapidamente para tornar a experiência mais agradável. Acredite, morar sozinho faz parte do amadurecimento, uma vez que você será desafiado a resolver todas as situações do cotidiano, coisas que antes nem dava conta que existiam.

dicas para morar sozinho
Conheça os pontos positivos e negativos de morar sozinho. | Foto: Pixabay.

Vou morar sozinho, por onde começar?

O ponto de partida para colocar esse objetivo em prática passa pela parte financeira, já que a decisão sobre o tipo de moradia, o pagamento do aluguel e demais despesas podem te forçar a dividir o espaço com outra pessoa ou optar por locar um quarto em uma república. Avalie também se o local escolhido tem cama e outros objetos essenciais inclusos ou se você terá que comprar os móveis antes da mudança.

É importante também estudar bem a cidade e o bairro pretendido e como é a locomoção deste local até a sua universidade. Considere muito esse item pois o seu orçamento pode ter que contemplar o custo de locomoção. Talvez você nunca tenha tido que se preocupar com compras e despesas com mercado, mas essa agora será a realidade. Assim também como observar a existência de hospitais e postos de saúde próximos. Claro que ninguém quer ficar doente, mas também ter que atravessar a cidade em um momento de urgência não é a melhor opção.

Em relação ao mercado, é importante avaliar a existência de estabelecimento e também o preço médio praticado. Alguns bairros mais nobres contam com supermercados que podem praticar valores mais altos do que aqueles situados em regiões populares.

Verifique também os planos de internet oferecidos na região. Veja se eles são bons, se os preços são acessíveis. Você dependerá da rede para fazer trabalhos escolares e até para eventuais oportunidades profissionais.

Segurança do local

Encerrada a parte financeira, é hora de ficar atento à segurança do local em que vai morar. Essa dica é importante, principalmente para mulheres, uma vez que elas são as que mais sofrem com este tipo de ocorrência. Converse com outras pessoas que moram na região e avalie os comentários delas antes de fazer a mudança. Se for um apartamento, converse com o síndico para ter uma breve noção de quem serão os seus vizinhos e seus comportamentos.

Vantagens de morar sozinho

Agora que você já está decidido sobre sair da casa dos seus pais, seja essa uma questão para conseguir melhores oportunidades de trabalho em uma cidade grande, por questão de estudar em um local diferente ou mesmo por uma escolha pessoal, é importante ver os lados positivos desta decisão.

Privacidade

Ao planejar morar sozinho, um dos principais benefícios que essa decisão vai trazer é a privacidade. Você poderá receber quem quiser em sua nova casa, a hora que bem entender, sem precisar pedir permissão ou cumprir qualquer outra regra que exista na casa dos nossos pais. Além disso, você vai ter a liberdade de andar do jeito que quiser, pelado ou apenas com partes da roupa, sem que isso gere um desconforto com outras pessoas.

Liberdade

Por mais que seus pais sejam liberais, nem sempre você pode fazer o que quiser, no horário que bem entender. Vamos supor que você tenha um hábito de estudar melhor à noite, gosta de fazer lives com os amigos ou ainda ter uma rotina diferente com os cuidados da casa. Tudo isso é possível quando se mora sozinho.

Você pode, inclusive, fazer diversos exercícios para aperfeiçoar o inglês ou outro idioma, treinar com os amigos e errar sem receio do julgamento que acontece quando somos iniciantes nesta língua.

Amadurecimento

Mesmo que você seja responsável por muitas atividades na casa dos seus pais, são eles que aparecem para resolver assuntos emergenciais, situações inusitadas e coisas do dia a dia.

Pois é, agora é tudo responsabilidade sua. Se faltar água, se acabar o gás, se a geladeira queimar ou der um curto em alguma tomada. Este período será de muito amadurecimento e você passará a ver a vida sob outra ótica.

Desvantagens de morar sozinho

Nem tudo são flores. Se alguém te disse isso, duvide. De fato, tem muita coisa positiva em morar sozinho, mas algumas situações são bem chatas e você terá que lidar com isso.

Solidão

Muitas vezes, o nosso maior desejo é chegar em casa e ficar sozinho. O problema é ter que lidar com isso a todo instante, nos momentos tristes ou felizes, nos dias de sol ou de chuva. É um dos pontos que gera mais reclamações entre as pessoas que optam por morar sozinhas pela primeira vez, já que a solidão leva a um aprendizado sobre lidar com as suas dores, suas fraquezas.

Rotina mais intensa

Da mesma forma, quem mudou para trabalhar ou estudar, ou ainda as duas coisas, descobrirá que a louça suja não desaparece sozinha, que as roupas não voam até a máquina ou ainda que a sujeira some da casa como mágica. A pessoa que decidir morar sozinha terá que se adaptar ao terceiro turno, seja para fazer suas refeições ou para lidar com assuntos do lar.

______________________________
Por Mayk Souza – Fala! Anhembi

Tags mais acessadas