Menu & Busca
Tendências de alimentação que podem gerar renda extra

Tendências de alimentação que podem gerar renda extra


A Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria – ABIP reuniu  tendências em relação ao mercado alimentar para o ano de 2019, e algumas delas poderão contribuir para aquele dinheirinho extra no final de mês. Caso você queira incrementar sua renda, seja para vender na faculdade, trabalho, para os vizinhos… não importa o lugar, não deixe de conferir todas estas opções super interessantes!

Comida “de verdade”

Salmão e salada

A frase “descasque mais, desembale menos” nunca fez tanto sentido. A redução de alimentos industrializados e aumento do consumo de alimentos frescos, orgânicos e que fomentem a economia local está sendo cada vez mais incentivada na mídia, principalmente por blogueiras no Instagram. 

Ovos, tomates e aspargos

Nesse cenário, as marmitas “fit” entram como uma poderosa ferramenta de venda: utilizando-se de alimentos naturais e integrais, o menu pode variar desde carboidratos complexos com alguma fonte de proteína, até saladas de vegetais crus e cozidos, folhas e sementes. 

Substitutos da carne 

Cogumelos comestíveis fatiados

Whole Foods, rede de supermercados multinacional dos Estados Unidos que comercializa produtos naturais e orgânicos, escreveu um relatório que enfatizou o consumo de  lanches como crepes à base de cogumelos, carne de soja e “bacon chips” de cogumelos como uma alternativa aos tradicionais lanches de carne. É uma ideia para você que pensa em vender sanduíches ou wraps mas não sabia como sair da “mesmice”. 

Além disso, é importante ressaltar que carnes a base de soja não têm um custo muito elevado, mas exigem maior cuidado em seu preparo e tempero, e demandam mais tempo porque há a necessidade de deixar o produto de molho como forma de pré- preparo

Fermentação natural 

Diferentes tipos de pães

Técnicas artesanais e a volta da simplicidade culinária estão diretamente ligadas à uma alimentação balanceada e saudável.

De acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – SEBRAE, os consumidores estão se cansando de produtos muito elaborados, sem saberem ao certo sua procedência; e a desconfiança em relação à indústria alimentícia faz com que eles se voltassem para o modo artesanal de produzir pães, iogurtes e queijos.

Esses últimos itens com certeza poderão ser vendidos sem maiores complicações, pois costumam estar sempre na mesa da maioria dos brasileiros. Desde que haja disposição para o preparo, pois são processos longos. 

Sobremesas saudáveis 

O uso de produtos menos processados e a menor ou quase nula utilização do açúcar branco em receitas doces é uma marca deste ano. A confeitaria vegana, sem ingredientes de origem animal como leite e ovo, também tem o seu espaço garantido. Não pense que por isso o alimento perde o seu sabor, pelo contrário, ganha novos paladares e tem subjetiva apreciação. 

Muffins saindo do forno

Neste mesmo raciocínio, adicionar legumes e ingredientes naturais aos doces serão ótimas opções para melhorar a textura, o sabor e as cores, que podem se tornar muito mais chamativas, como o roxo da beterraba ou o alaranjado da cenoura

Bebidas frias 

Smoothies decorados com frutas picadas

Chás, sucos, shakes e smoothies são bebidas com grande número de adeptos e também uma tendência de 2019. Só exigem a regularidade diária de preparo e ingredientes frescos e bem selecionados.

Composições como leites de origem animal ou vegetal, iogurtes, frutas cítricas ou neutras e ervas medicinais podem ser encontrados em supermercados ou lojas a granel. Uma embalagem bem produzida e lacrada, como também etiquetas customizadas poderão fazer a diferença para o seu cliente. 

_______________________________________________________________
Por Izadora Del Bianco (
@izadbr) – Fala Cásper Líbero

Quer se tornar um colaborar e escrever para o fala?
Saiba como

0 Comentários

Tags mais acessadas