Surgimento de estrias? Veja 7 dicas de como evitar o problema
Menu & Busca
Surgimento de estrias? Veja 7 dicas de como evitar o problema

Surgimento de estrias? Veja 7 dicas de como evitar o problema

Home > Lifestyle > Surgimento de estrias? Veja 7 dicas de como evitar o problema

O surgimento de estrias é considerado um dos maiores pesadelos femininos, pois afetam a autoestima e a qualidade de vida. São mais comuns nas regiões de coxas, quadris, flancos, abdômen, mamas, costas e braços. Além de variar de espessura, podem acometer pequenas ou extensas áreas em uma ou diversas regiões do corpo.

As estrias são caracterizadas pela ruptura das fibras de colágeno da pele, formando lesões lineares. Inicialmente, elas são avermelhadas, chamadas de estrias rubras. Com o tempo, tornam-se brancas, sendo denominadas de estrias albas. Felizmente, não causam dores ou sintomas físicos.

Surgimento de estrias
O surgimento de estrias pode ser evitado. | Foto: Reprodução

Como surgem as estrias?

É difícil perceber o surgimento das estrias porque elas não causam sintomas. Então, é preciso observar constantemente a pele e contar com o acompanhamento de um dermatologista para evitar que elas se desenvolvam.

As estrias aparecem quando a pele sofre um estiramento intenso, que costuma acontecer durante a gravidez, na adolescência, quando a pessoa está em fase de crescimento ou tem facilidade para ganhar peso.

Apesar de não haver um tratamento que previna o seu surgimento, algumas mudanças de hábito são essenciais para quem não quer que elas apareçam.

Veja algumas dicas para evitar o surgimento de estrias naturalmente.

Dicas para evitar o surgimento de estrias

1) Evite oscilações de peso

Engordar ou emagrecer muito contribui para o estiramento da pele, o que causa as estrias. Por isso, evite o efeito-sanfona. No caso das futuras mamães, alguns cuidados podem ajudar a manter a pele livre de estrias durante a gravidez: utilizar cremes adaptados e manter uma alimentação saudável – o que previne o ganho de peso desnecessário – são as principais dicas.

2) Beba bastante água e se livre do surgimento de estrias

A água ajuda a manter o corpo e a pele hidratados, evitando rupturas no tecido e, consequentemente, as estrias.

3) Pratique exercícios físicos

Praticar atividades físicas ajudam na manutenção do seu peso. Porém, se você faz musculação, é preciso ter cuidado com exercícios mais intensos, porque eles ajudam o corpo a ganhar massa muscular rapidamente. Assim, a pele pode esticar muito e acarretar no aparecimento das estrias.

4) Hidrate a pele e evite o surgimento de estrias

Praticar atividades físicas ajudam na manutenção do peso. Porém, se você faz musculação, é preciso ter cuidado com exercícios mais intensos, porque eles ajudam o corpo a ganhar massa muscular rapidamente. Assim, a pele pode esticar muito e acarretar no aparecimento das estrias.

5) Hidrate o corpo

Se hidratar a pele com cremes é importante para evitar o aparecimento das estrias, beber água e outros líquidos é ainda mais. Isso porque a pele é o primeiro órgão do corpo a desidratar, principalmente devido à exposição ao sol, ar-condicionado, água quente etc. Se você costuma tomar mais de 2 litros de água por dia, sua pele terá menos chances de romper.

6) Faça massagem localizada

A realização de massagens com os cremes hidratantes ou óleos nas áreas que tendem sofrer com o aparecimento das estrias podem ajudar muito, porque funcionam como uma drenagem linfática, melhorando a circulação.

7) Coma os alimentos certos e previna o surgimento de estrias

Comer os alimentos certos vão te ajudar a ter uma pele melhor. A vitamina C tem o poder de ativar a produção de colágeno, enquanto o Zinco tem efeito cicatrizante.

A vitamina B5, presente nas carnes, derivados do leite, brócolis e lentilha, por exemplo, auxiliam na renovação celular. A vitamina E é ótima para a pele e ajuda a estrutura da elastina, além de estimular a produção de colágeno, assim como o silício, encontrado na aveia, milho, arroz e frutos do mar.

______________________________________________________
Por Sabrina Ferreira – Fala! Centro Universitário Brasileiro de Pernambuco, Recife


 



Tags mais acessadas