Inscreva-se agora e fique por dentro das novidades!
Quero me inscrever!
Menu & Busca
Moda e Consumismo: Lojas de Slow Fashion em São Paulo

Moda e Consumismo: Lojas de Slow Fashion em São Paulo

Leticia Cybis – Fala!Cásper

Criado em 2008 pela professora e consultora de design sustentável, a inglesa Kate Fletcher, o termo “Slow Fashion” incentiva um olhar holístico quanto ao processo de confecção e consumo de uma das categorias que mais contribuem para o consumismo atualmente: a moda.  Propondo rupturas de valores globalizados de vestuário como descartabilidade de roupas e aquisição como forma de superação de frustrações (como podemos ver em Os delírios de consumo de Becky Bloom, As patricinhas de Beverly Hills, dentre outras diversas produções hollywoodianas), o Slow Fashion surge para gerar consciência de produtos que consumimos, assim como a cadeia produtiva deste e a valorização da tradição e diversidade.

[read more=”Leia Mais” less=””]

O consumo desenfreado de roupas, além de ser um vício, carrega um custo velado para e o meio ambiente, com o possível esgotamento de recursos naturais, e para os trabalhadores dessa cadeia produtiva. O impacto da escolha na compra de qualquer vestuário afeta as pessoas e o ambiente, sendo de extrema importância a decisão consciente sobre onde comprar suas roupas. A moda slow reforça ainda um novo modo de pensar, resgatando o real valor das vestimentas, promovendo a diversidade e importância cultural. O conceito estimula o abandono dessa obsessão por rapidez no ambiente fashion, a produção em massa, e motiva uma democratização da moda.

A correria das tendências, a pressa das coleções e o desperdício são deixados de lado nesse contexto novo. Dos designers independentes aos bazares, brechós, garimpos e lojas de segunda mão, os modelos de negócios vão inovando e se adaptando a este cenário. Que tal aderir a este novo modo de vida também? Como achá-las e onde comprá-las? Relaxa, separamos aqui algumas lojas para todos os tipos de gosto!

Uma das marcas mais famosas do Slow Fashion. Começou como projeto do paulista, Daniel Barranco, formado em Desenho Industrial, e do goiano, Hugo Mor, formado em técnico em modelagem. Atualmente é uma marca com peças autorais, que representam as ideias dos criadores, inspirados nos anos 80 e preocupados com a sustentabilidade das roupas. O ateliê localiza-se na Av. São João, 324 conjunto 802, mas agora conta com uma loja na Rua Augusta, na Galeria Ouro Fino.

Trazendo um conceito de roupa confortável, as roupas da Gioconda Clothing utilizam tecidos naturais. A marca é 100% brasileira, com toda a matéria-prima nacional, e o conceito de slow é levado tão a sério que as entregas são levadas aos correios pessoalmente! As vendas ocorrem online pelo site da marca.

Com uma vasta coleção de camisetas, calças, vestidos, bonés, calçados e diversas outras categorias de vestimenta, a Dane-se é uma marca de estilo mais street e agora conta com showroom em São Paulo, na Rua Oscar Freire. Além da loja física, a marca envia para todo o Brasil e possui outro estabelecimento em Brasília, onde a Dane-se se desenvolveu primeiramente. A grande novidade é a coleção para a Copa!

Localiza em Pinheiros, a Vinci Shoes é uma marca conhecida especializada no segmento de Slow fashion em calçados. É utilizada a produção feita à mão e sem estoques, o que significa peças feitas sob medidas e de cadeia produtiva socialmente responsável!  Quer conceito mais slow que esse? Além da loja em São Paulo, também contam com uma Vinci Shoes em Porto Alegre!

A loja é do Instituto Hope e por ser um bazar possui roupas muito baratas, provenientes de doações.  Além de vestimentas, o local conta com itens de cama, mesa e banho, eletrônicos, livros, discos, eletrodomésticos, móveis e brinquedos. Localiza-se na Vila Mariana e fica aberto de segunda à sexta!

Fundado em 2007, o B. Luxo é um dos mais conhecidos brechós do Brasil. As peças são garimpadas pelos donos nos EUA e Europa, o que garante a exclusividade que o local tem e seu estilo vintage. Conta com peças de marcas famosas e luxuosas, o que influencia nos preços. Além da loja brasileira, localizada na Rua Augusta, B.Luxo também possui um espaço em Londres!

Numa pegada mais oldschool, destaca-se o Bonnie & Clyde O Brechó. Também fruto de garimpo, reúne achados de diversos locais com preço acessível, numa moda sustentável. Localizado na Avenida Paulista, conta com uma enorme clientela e visual atrativo. Vale a pena dar uma conferida nas araras!

 

[/read]

Confira também:

Moda, cultura e político – como a década de 60 influenciou o mundo da moda

Quem faz suas roupas? App monitora trabalho escravo em marcas famosas

3 Comentários

  1. Analy
    8 meses ago

    Matéria SENSACIONAL!!!!!!! Ainda há esperanças para o jornalismo no Brasil.

  2. Rafael Tadim
    8 meses ago

    AMEI A MATÉRIA, MUITO OBRIGADO PELAS DICAS MOÇA! JÁ SEI ONDE COMPRAREI MINHA NOVA COLEÇÃO!

  3. Alysha Sposini
    8 meses ago

    É tão bom saber que temos alguém fazendo jornalismo de verdade! Não tinha a menor ideia da existência desse novo viés da moda. Esse tipo de matéria é que me faz acreditar que ainda existe uma impressa imparcial e expositiva que vale a pena ficar de olho!