'Sex Education' - Assuntos cruciais abordados na série da Netflix
Menu & Busca
‘Sex Education’ – Assuntos cruciais abordados na série da Netflix

‘Sex Education’ – Assuntos cruciais abordados na série da Netflix

Home > Cinema e Séries > ‘Sex Education’ – Assuntos cruciais abordados na série da Netflix

Sex Education, produção original da Netflix, estreou no início de 2019 na plataforma de streaming e já conta com duas temporadas muito bem sucedidas.

De acordo com a empresa de marketing digital SemRUSH, a série britânica foi, até o momento, a mais popular entre os brasileiros em 2020, alcançando cerca 1,6 milhões de buscas on-line no período avaliado. 

O motivo de tanto sucesso pode ser atribuído à ousadia dos produtores em abordarem assuntos considerados como “tabu” na sociedade de uma maneira leve, cômica e didática.

Publicidade

Por isso, compilamos 5 assuntos de extrema relevância para a sociedade que são abordados de forma muito inteligente ao longo da série. Mas cuidado, podem ter alguns spoilers!

sex education na netflix
Sex Education aborda questões muito importantes. | Foto: Reprodução.

5 assuntos cruciais abordados por Sex Education

1. Sexualidade feminina 

O prazer sexual das mulheres é um assunto muito pouco abordado no cotidiano, contudo, em Sex Education, é um dos mais recorrentes. A mãe de Otis, o protagonista, é uma sexóloga e, dessa forma, vemos cenas de sessões de terapia sexual com mulheres adultas redescobrindo sua sexualidade.

Além disso, a série também mostra isso quando a personagem Ola percebe que não está satisfeita com seu parceiro e se descobre bissexual.

Publicidade

2. Assédio sexual

Este assunto, apesar de estar em alta, raramente é bem tratado em produções ficcionais, entretanto, Sex Education faz isso com cuidado, ao mostrar a inocente Aimee sendo assediada por um homem ao pegar o ônibus.

De início, a personagem não percebe a seriedade do que aconteceu, mas sua amiga Maeve a convence de denunciar o crime. Com os passar dos dias, Aimee não consegue mais pegar o ônibus sozinha e evita contato físico com o próprio namorado.

Somente quando desabafa para as colegas da escola, ela volta a andar de ônibus na companhia das amigas e começa a superar o caso.

3. Aborto

Em um dos mais emocionantes episódios da série, acompanhamos a trajetória de Maeve ao realizar um aborto em uma clinica (o procedimento é legal no Reino Unido).

O assunto é tratado com delicadeza, na medida em que conhecemos três mulheres com passados e histórias diferentes, mas que ao se encontrarem na mesma situação, se apoiam umas nas outras. De quebra, ainda vemos uma dupla dinâmica e cômica de “pró-vidas”. 

4. Infecções sexualmente transmissíveis

As ISTs são um dos maiores tabus da sociedade, especialmente porque ainda falta muita educação sobre o assunto.

Dessa maneira, é exatamente assim que Sex Education aborda essa temática: quando surge o boato de um surto de clamídia na escola, muitos acreditam que o contágio acontece pelo ar, quando, na verdade, é preciso ter relações sexuais sem proteção.

Percebendo que as aulas de educação sexual estão sendo inefetivas, a supervisora contrata a mãe de Otis para conversar com os alunos. 

5. Transtorno de ansiedade

É possível perceber como a ansiedade age sobre alguém ao acompanhar a história de Jackson, um dos personagens mais bem desenvolvidos de Sex Education. Por ser considerado um grande nadador, ele sofre grande pressão por parte da mãe em seus treinos e para continuar nadando.

No entanto, ele já não sente mais a paixão pelo esporte e desenvolve interesse por outras coisas, como o teatro. Desesperado para acabar com tal pressão, ele acaba quebrando sua mão de propósito para evitar os treinos. Mais tarde, com a ajuda de sua nova amiga Viv, ele consegue admitir para a mãe que não quer continuar com a natação.

________________________________
Por Julia Queiroz – Fala! Cásper

Tags mais acessadas