Sara Winter afirmar ser abandonada por Jair Bolsonaro e Damares
Menu & Busca
Sara Winter afirmar ser abandonada por Jair Bolsonaro e Damares

Sara Winter afirmar ser abandonada por Jair Bolsonaro e Damares

Home > Notícias > Política > Sara Winter afirmar ser abandonada por Jair Bolsonaro e Damares

O nome de Sara Winter foi um dos mais comentados nas redes sociais nesta segunda-feira (5), após declarações da figura política sobre o governo Bolsonaro e a sua prisão domiciliar.

A Sara Winter foi uma feminista, líder do Movimento Femen Brasil, mas que “após uma experiência de aborto, converteu-se ao catolicismo”, segundo o site de Winter. Mas, o reconhecimento de Sara nasce com o governo Bolsonaro, quando começa a apoiar e ser uma militante radical de tal liderança.

Atualmente, Sara está em prisão domiciliar após ser presa por financiamento de atos antidemocráticos pelo movimento “300 do Brasil”, o qual o mandato foi um pedido da Procuradoria Geral da República (PGR), conforme o jornal BBC. O grupo “300 do Brasil” é caracterizado por pessoas com a posse de armas e apoiadoras do presidente Jair Bolsonaro, além de causar uma perturbação no Supremo Tribunal Federal (STF), após jogarem fogos de artifícios contra o local.

Sara Winter
Sara Winter é a porta-voz do Movimento 300 do Brasil. / Foto: Veja.

Contudo, apesar de todo o esforço e apoio ao presidente da República, Sara Winter parece não ter o “retorno” que desejava após postar em seu Instagram sobre a dificuldade de estar em prisão domiciliar, as ameaças que sofre e a negligência das principais figuras do governo, Jair Bolsonaro e Damares.

Confira os vídeos:

Usuários nas redes sociais registram os vídeos de Sara Winter declarando está sozinha em prisão domiciliar. / Fonte: Twitter.

Além disso, Winter revelou que recebe ameaças de estupro, como a entrega que fizeram de um objeto sexual na sua residência com a ameaça. Sara ainda falou que a direita iria condená-la por tais falas. Somado a isso, a ex-feminista e agora militante fervorosa do governo de Jair Bolsonaro se debruça em lágrimas com seu público, que a acompanha nas redes sociais.

Em entrevista ao jornal Brasil Sem Medo, Sara revelou a sua situação em prisão domiciliar e que estaria presa ilegalmente, pois só pode ser aplicada para pessoas julgadas e condenadas em última instância, o que não ocorreu pela decisão de Moraes, segundo tal jornal e afirmação de Winter. Assim, ela diz:

Eu me sinto abandonada institucionalmente. Ministério da Justiça, nada. Ministério dos Direitos Humanos, nada. O próprio presidente da República, nada, não fez sequer uma ligação.

Sara Winter para o jornal Brasil Sem Medo.

A figura política ainda revelou ser a “cancelada” da direita brasileira, pois muitos não compreendem a militância, “muitas vezes a direita brasileira entende a militância como sinônimo de arruaça, de maneira muito errônea”, afirma Sara Winter.

_____________________________
Por Amanda Marques – Redação Fala!

Tags mais acessadas