sexta-feira, 14 junho, 24
HomeCulturaQuarta-feira de cinzas: Veja se é feriado e o significado do dia

Quarta-feira de cinzas: Veja se é feriado e o significado do dia

Depois de muita folia, hoje é comemorada a quarta-feira de cinzas. Apesar de ouvirmos falar da data constantemente, é comum que não se saiba seu significado.

A seguir, entenda a história da data e descubra se é considerado feriado.

Quarta-feira de cinzas é feriado
Entenda o significado da quarta-feira de cinzas. | Foto: Montagem/ Unsplash

O significado da Quarta-feira de cinzas

A quarta-feira de cinzas é uma data instituída pela igreja católica que marca o fim do Carnaval e o início da Quaresma, período de penitências que dura 40 dias.

Na igreja católica, é comum que se realizem missas durante a quarta-feira de cinzas. Outra prática comum é a imposição de cinzas, que nada mais é que uma forma de demonstração do desejo dos fiéis de se manterem no caminho da devoção à Cristo.

O ato também carrega o significado da transitoriedade da vida, uma vez que o homem vem do pó e volta ao pó, segundo a tradição cristã. Portanto, a mortalidade é um sinal da dependência humana da graça de Deus.

A imposição é realizada pelos padres, que misturam as cinzas com água benta e fazem uma cruz na testa dos fiéis. As cinzas utilizadas são derivadas dos ramos usados na missa do Domingo de Ramos do ano anterior.

A Quarta-feira de cinzas é feriado?

Se a quarta-feira de cinzas é feriado, é uma dúvida bastante comum. A verdade é que a data, assim como a segunda-feira e terça-feira de Carnaval, é considerada ponto facultativo pela lei federal, sendo assim, não é um feriado nacional.

Por isso, fica a critério de cada estado reconhecer a data como feriado ou ponto facultativo. Nos estados que reconhecem a data, é considerado um feriado local, como acontece no Rio de Janeiro, por exemplo. Outros estados, como São Paulo, consideram a data como ponto facultativo.

Caso seja ponto facultativo, os empregadores podem conceder o dia livre ou não. Também é comum que as empresas liberem os funcionários durante o período da manhã, até o horário de 12h.

__________________________________________
Por Giovana Rodrigues – Redação Fala!

ARTIGOS RECOMENDADOS